• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1448
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 1450
  • 1450
  • 1450
  • 896
  • 271
  • 260
  • 259
  • 259
  • 173
  • 124
  • 106
  • 100
  • 94
  • 90
  • 89
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Racismo e injúria racial sob a ótica do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo

Santos, Elaine de Melo Lopes dos 29 November 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2016-06-02T20:39:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 3518.pdf: 1210667 bytes, checksum: e6004c229d9b2ffd496137bb270aeb25 (MD5) Previous issue date: 2010-11-29 / Financiadora de Estudos e Projetos / [sem resumo] / Práticas racistas no Brasil têm sido evidenciadas nas relações sociais. Pesquisas que demonstram a discriminação racial apontam que há no país uma discriminação indireta, de difícil caracterização. O mito da democracia racial ou a ideologia de um país sem racistas parece permanecer nas relações sociais brasileiras e parece influenciar nas decisões judiciais no que diz respeito à caracterização e andamento dos processos por crime de racismo, que por vezes são desclassificados para crime de injúria e desconfigurados de sua conotação racial. Buscou, portanto, a presente pesquisa analisar a jurisprudência (acórdãos) do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo no que se refere aos crimes de racismo e injúria racial contra negros desde o ano de 1988, à 2008 (período seguinte à criminalização do racismo), bem como efetuou-se um breve histórico e análise da legislação em torno da questão racial no país desde o Império até a redemocratização chegando à legislação mais atual. Para tanto, buscou-se um diálogo com a Constituição Federal e legislação penal referente esses delitos com intenção distingui-los e de averiguar os valores da sociedade brasileira refletidos nas decisões do Tribunal e relacionando-os com os atual debate e contexto racial no país.
2

Escritas urbanas: um estudo sobre a pixação e o graffiti na cidade de João Pessoa-PB

Santos, Paulo Sergio dos 04 June 2012 (has links)
Submitted by Maria Suzana Diniz (msuzanad@hotmail.com) on 2015-05-20T14:11:55Z No. of bitstreams: 2 arquivototal.pdf: 3454033 bytes, checksum: 16fbc3556b1290e826e7e61b1f4421a4 (MD5) license_rdf: 22190 bytes, checksum: 19e8a2b57ef43c09f4d7071d2153c97d (MD5) / Made available in DSpace on 2015-05-20T14:11:56Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivototal.pdf: 3454033 bytes, checksum: 16fbc3556b1290e826e7e61b1f4421a4 (MD5) license_rdf: 22190 bytes, checksum: 19e8a2b57ef43c09f4d7071d2153c97d (MD5) Previous issue date: 2012-06-04 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / . / A cidade de João Pessoa vem passando por intenso processo de urbanização nos últimos 20 anos, que é acompanhado por transformações sociais, políticas, econômicas, culturais e artísticas. Nesse contexto surgem novas formas de expressão e de comunicação que desenvolvem códigos, signos, símbolos e culturas próprias, a exemplo da pixação e do grafitti. Este trabalho estudou a origem e expansão destas práticas no espaço público da cidade analisando os sujeitos que as desenvolvem, suas formas de atuação na cidade, o sentido que atribuem a essas práticas e às suas produções. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, com inspiração etnográfica, que também coletou informações através da internet. A pesquisa demonstrou a origem comum dessas manifestações, seus conflitos, tensões e diferenciações internas e as mudanças decorrentes do contato com novos atores sociais e do reconhecimento do grafitti como manifestação artística e da estigmatização da pixação como vandalismo.
3

Da morte biológica a morte cultural: Um estudo sobre o morrer em casa em João Pessoa-PB

Maciel Neves, Ednalva 16 February 1998 (has links)
Submitted by Viviane Lima da Cunha (viviane@biblioteca.ufpb.br) on 2016-03-28T11:32:20Z No. of bitstreams: 1 arquivototal.pdf: 6094810 bytes, checksum: b64c144cc6d1f3d4c0f9b5a31fb30eeb (MD5) / Made available in DSpace on 2016-03-28T11:32:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 arquivototal.pdf: 6094810 bytes, checksum: b64c144cc6d1f3d4c0f9b5a31fb30eeb (MD5) Previous issue date: 1998-02-16 / Ce travail envisage une étude anthropologique sur Ia pratique de"mourir a la maison", identifiée comme une attitude devant la mop, a Ia yule de joAo Pessoa. En accord avec les orientations théoriques sur les différentes systêmes culturels de mort chez Hertz (1978), Mauss, (1974) et Thomas (1993), on se rend compte de la mon et les rites flineraires en ernies de son caractere eollectif et symbolique qu'orientent aussi bien des conduités que la circulation de références sur lethéme. Appuyés par une recherche documentale, nous avons essayé ensuite de cueillir et évaluer, a travers d'entrevues ouvertes aupres des familiers des décédés, les motifs détérminants de Ia decision de mourir "a Ia maison". Ce choix a été permis aux sujets a travers des notions de réaliser a un niveau pratique une réprésentations de "la bonne mott",rendant au moribond ce qu"etait hors du cycle naturel de Ia vie: mourir "chez soi'!. D'autre part, on envisage un systême de classification de (a mort soutenu par des réprésentations sur Ia maladie, ayant comme résultat cette pratique significative qui met ensemblel'espace et le moment de la mon. Les rites funéraires ont devoilé des éléments du domaine de la convenience de la famille et du pragmatisme du monde urbain. / Este trabalho visa empreender um estudo antropológico sobre o "morrer em casa", identificado como atitude diante da morte, na cidade de João Pessoa-PB. A partir das diretrizes teóricas sobre os diferentes sistemas culturais de morte extraídos de Hertz (1978), Mauss (1970) e Thomas (1993), compreende-se a morte e os ritos fúnebres por seu caráter coletivo e simbólico, os quais, configuram representações que tanto orientam condutas quanto mantém a circulação de referências sobre o tema. Apoiados por pesquisa documental em declarações de óbito buscamos num segundo momento, recolher e avaliar, através de entrevistas abertas junto aos familiares dos falecidos, as motivações que determinaram a decisão pelo óbito domiciliar. Evidenciaram-se noções que permitiram aos sujeitos realizarem na prática uma representação de "boa morte", restituindo o que estava fora do ciclo natural da vida: morrer no seu lugar. De outra parte, delineia-se um sistema de classificação para a morte sustentado nas representações sobre a doença, resultando nessa pratica significativa que alia o espaço e o momento da morte. Os ritos funerários revelaram elementos do domínio da conveniência familiar e do pragmatismo do universo urbano.
4

Desigualdade de raça entre as mulheres: participação racial e de gênero nas categorias gerentes, empregados especialistas, empregados qualificados e supervisores no Brasil - 1992 a 2005

Santos, Juliana Anacleto dos 31 March 2008 (has links)
Submitted by Renata Lopes (renatasil82@gmail.com) on 2016-10-19T19:05:15Z No. of bitstreams: 1 julianaanacletodossantos.pdf: 631686 bytes, checksum: 988dd6db11f84753810a3dcdc4751ed4 (MD5) / Approved for entry into archive by Adriana Oliveira (adriana.oliveira@ufjf.edu.br) on 2016-10-25T12:24:50Z (GMT) No. of bitstreams: 1 julianaanacletodossantos.pdf: 631686 bytes, checksum: 988dd6db11f84753810a3dcdc4751ed4 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-10-25T12:24:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 julianaanacletodossantos.pdf: 631686 bytes, checksum: 988dd6db11f84753810a3dcdc4751ed4 (MD5) Previous issue date: 2008-03-31 / CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / O presente trabalho deverá ser capaz de confirmar a seguinte hipótese: Considerando o avanço expressivo de mulheres nas ocupações que exigem maior escolaridade e exercício de autoridade no trabalho, e averiguando os contornos de raça nessa configuração, as mulheres brancas têm conseguido mais do que as mulheres negras e, em parte, até mesmo do que os homens brancos e homens negros, converter a sua escolaridade em posições mais vantajosas e com acesso a autoridade, com repercussões em sua renda, o que tem mudado o perfil de gênero das categorias dos estratos médios assalariados da sociedade brasileira. Para esta comprovação, o presente trabalho caminhará através do entendimento teórico sobre a questão de classe social, gênero e raça. / This work should be able to confirm the following scenario: Considering the significant advancement of women in occupations requiring higher education and exercise of authority at work, and looking the contours of race in that setting, white women have achieved more than women black and, in part, even than the white men and black men, converting their education in more advantageous positions and with access to authority, with repercussions on their income, which has changed the profile of gender in categories of the middle strata employees of Brazilian society. To this evidence, this work walk through the theoretical understanding on the issue of social class, gender and race.
5

Mar de conflitos: as diferentes formas de organiza??o pol?tica dos pescadores "artezanais"

Sampaio, Priscila Barreto 20 December 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-28T20:12:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2006-Priscila Barreto Sampaio.pdf: 989170 bytes, checksum: 6900bcc0c03590eec21f0fcfef8ba503 (MD5) Previous issue date: 2006-12-20 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Cient?fico e Tecnol?gico / It is necessary to recognize for a politics organizations analysis, besides their institutional dimension, the social conditions in that they were originated, the different motivations of the involved agents and the processes of legitimacy, construction and visibility of these in their society. In this dissertation the different forms of politic organization of the artisanal fishers of a Rio de Janeiro State region, Arraial do Cabo mostly, will be presented and historically insert in a context and in the dynamic process of the social relationships, where categories as "artisanal" fishers can be worked for the group s differentiation or identification according specific contexts of disputes. The forms and contents of the artisanal fishers organization s cannot be disassociated of their varied interactions amongst themselves, and of these with the other constituent social agents of their actions field, as the state regulators organisms for the fishing activity - IBAMA and SEAP -, municipal public powers and fishing, petroleum and tourism enterprises. / Para uma an?lise das organiza??es pol?ticas ? necess?rio reconhecer, al?m de suas dimens?es institucionais, as condi??es sociais em que foram originadas, as diferentes motiva??es dos agentes envolvidos e os processos de constru??o de legitimidade e visibilidade destas na sociedade. Nesta disserta??o ser?o apresentadas as diferentes formas de organiza??o dos pescadores artesanais de uma regi?o do Estado do Rio de Janeiro, sobretudo de Arraial do Cabo, contextualizando-as historicamente e no processo din?mico das rela??es sociais, onde categorias como artesanal podem ser acionadas para a diferencia??o ou identifica??o de grupos de acordo com contextos espec?ficos de disputas. As formas e conte?dos das a??es das organiza??es pesqueiras artesanais n?o podem ser desassociadas de suas variadas intera??es entre si, e destas com os demais agentes sociais constitutivos de seu campo de atua??o, como os ?rg?os estatais reguladores do setor pesqueiro IBAMA e SEAP -, poderes p?blicos municipais e as empresas de pesca, de petr?leo e turismo.
6

Jovem e violência: processos de socialziação na sociedade contemporânea

SOUSA, Odileia Carmo de 28 September 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2014-07-29T15:27:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Odileia Sociologia 2008.pdf: 597494 bytes, checksum: 63f32b4aefbd2c03f1a618cc834cdcdd (MD5) Previous issue date: 2008-09-28 / Este trabalho propõe a análise da relação jovem e violência, a partir do processo de socialização por eles vivenciado. A pesquisa é realizada com jovens entre 16 e 23 anos de idade na periferia de Aparecida de Goiânia. Busco problematizar a relação que esses jovens de periferia estabelecem com as tradicionais agências socializadoras, a família e a escola, e acrescento o trabalho e a polícia como agências também encarregadas desse processo na atual sociedade contemporânea. A discussão aponta para o fato de que as tradicionais instituições se mostram frágeis, não sendo mais centrais no que se refere aos valores e às normas estabelecidos para esses jovens no atual contexto de uma sociedade globalizada em constantes mudanças e que não mais oferece as certezas e as seguranças do passado. O jovem hoje tem acesso a múltiplas referências culturais, construindo, assim, um conjunto heterogêneo de redes de significados, que são articulados e adquirem sentido em sua ação cotidiana. Na juventude eles buscam outros referenciais para a construção da identidade fora da família, onde o grupo de amigos passa a cumprir um papel fundamental em sua socialização. O grupo ao qual passam a fazer parte assume uma centralidade na vida desses jovens por intermédio das novas formas de sociabilidade que constroem, tornando-se uma referência na elaboração e vivência da condição juvenil. Procuro aprofundar a compreensão sobre o significado da participação de jovens de baixa renda da periferia da cidade de Aparecida de Goiânia, explorando principalmente o contexto dos processos de socialização que estes experimentam e identificando os significados que atribuem às suas condutas e à constituição de um problema social a partir de comportamentos violentos. Os elevados níveis de violência entre os jovens não só da periferia de Aparecida de Goiânia, mas de todo o Brasil, são favorecidos pelas mudanças operadas na constituição dos núcleos familiares, pelas transformações e degradação do sistema educacional, pelas mudanças e exigências colocadas pelas alterações no mercado de trabalho, bem como pela influência do grupo de amigos (galera). Este último é determinante nessa fase da vida e cada grupo possui suas regras próprias, seus próprios valores, banalizando, muitas vezes, a violência, ou até mesmo utilizando-a como forma de status, uma vez que é requisito de respeito entre os membros. Isso influi de forma significativa no processo de socialização desses jovens.
7

DEMARCAÇÕES DE TERRAS INDÍGENAS EM MS: REPRESENTAÇÕES DO CONFLITO NOS JORNAIS O PROGRESSO E DIÁRIO MS (2007-2014) / INDIGENOUS LAND DEMARCATIONS IN MS: REPRESENTATIONS OF CONFLICT IN NEWSPAPERS OPROGRESSO AND DIÁRIO MS (2007-2014)

Ramos, Gracindo Julio do Nascimento 31 May 2016 (has links)
Submitted by Cibele Nogueira (cibelenogueira@ufgd.edu.br) on 2016-08-17T12:49:06Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) GRACINDORAMOS.pdf: 2756231 bytes, checksum: 51d5452fed34c9d82982f022ef755c57 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-08-17T12:49:06Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) GRACINDORAMOS.pdf: 2756231 bytes, checksum: 51d5452fed34c9d82982f022ef755c57 (MD5) Previous issue date: 2016-05-31 / In a sociological perspective, this work seeks to understand possible media effects in the field of social representations. Therefore, we used news on the conflict between indians and farmers in Mato Grosso do Sul (MS), due to the agreement between the Federal Public Ministry (MPF) and the National Indian Foundation (Funai), for the demarcation of indigenous lands in cone-south. In the documentary survey data were identified journalistic texts - which were the basis for the study time frame that covers the period between the years 2007 and 2014 - produced by daily newspapers O Progresso and Diário MS, both based in Dourados (MS). For this work of theoretical and analytical, interpretation of the contents in qualitative exploratory descriptive method was applied some notions of social theories, and collective representations (DURKHEIM, 1989); social representations (MOCOVICI, 2004); "worldview" (WEBER, 2002); ideology (MARX, 2006); habitus (BOURDIEU, 1997) (ELIAS, 1994a); identity (HALL, 2000); and some concepts of communication theories. / Em uma perspectiva sociológica, este trabalho procura compreender possíveis efeitos da mídia no campo das representações sociais. Para tanto, foram utilizadas notícias sobre o conflito entre índios e fazendeiros no Estado do Mato Grosso do Sul (MS), em decorrência do acordo entre Ministério Público Federal (MPF) e Fundação Nacional do Índio (Funai), para a demarcação de terras indígenas na região do cone-sul. No levantamento documental dos dados foram identificados textos jornalísticos - que serviram de base para o estudo com recorte temporal que compreende o período entre os anos de 2007 e 2014 - produzidos pelos jornais impressos diários O Progresso e Diário MS, ambos com sede em Dourados (MS). Para esse trabalho de cunho teórico-analítico, de interpretação dos conteúdos sob método exploratório-descritivo qualitativo, foi aplicado algumas noções de teorias sociais, como representações coletivas (DURKHEIM, 1989); representações sociais (MOCOVICI, 2004); “visão de mundo” (WEBER, 2002); ideologia (MARX, 2006); habitus (BOURDIEU, 1997) (ELIAS, 1994a); identidade (HALL, 2000); e alguns conceitos de teorias da comunicação.
8

A REFORMA AGRÁRIA SOB A ÓTICA DE MULHERES ASSENTADAS: A HISTÓRIA DA GLEBA XV DE NOVEMBRO A PARTIR DA TRAJETÓRIA DA OMUS - ORGANIZAÇÃO DAS MULHERES UNIDAS / THE LAND REFORM UNDER SAT WOMEN'S PERSPECTIVE: THE HISTORY OF GLEBA XV DE NOVEMBRO A JOURNEY FROM THE OMUS - ORGANIZATION OF WOMEN UNITED

Almeida, Olivia Alves de 31 March 2016 (has links)
Submitted by Cibele Nogueira (cibelenogueira@ufgd.edu.br) on 2016-08-17T17:33:17Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) OLIVIAALMEIDA.pdf: 1640378 bytes, checksum: 513da2ac4b65383ca7574f020dc9cc7b (MD5) / Made available in DSpace on 2016-08-17T17:33:17Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) OLIVIAALMEIDA.pdf: 1640378 bytes, checksum: 513da2ac4b65383ca7574f020dc9cc7b (MD5) Previous issue date: 2016-03-31 / This study aimed to understand the participation of women associated with the Organização das Mulheres Unidas - OMUS in the development of rural settlement Gleba XV de Novembro, located in RosanaSP. This was the first settlement of land reform in the Pontal do Paranapanema region, and women have actively participated the process that culminated in the creation and the struggles and achievements that came later. It is known, however, that the official story generally perpetuates the invisibility of women, so this study aims to present the perspective of these rural women about their own stories and the local history, which came jointly. For this, we use as a basis the concepts and procedures of Oral History, working on memory through interviews with tape recorder and using a questionnaire to obtain objective information. It was noticeable that the participation of women over the history of the Settlement has been of great importance and that this contributed to the creation of OMUS, which now leads the organization of the main project of the local income generation being a concrete example of the organizational capacity of rural women. Beyond the financial benefits, the Association has been promoting empowerment in many ways, it is a way for these women to be protagonists of their trajectories, which are ahead of activities that were previously set apart, and fight for their goals free of bonds that previously limited their actions. / O presente trabalho teve como objetivo entender a participação das mulheres associadas à Organização das Mulheres Unidas – OMUS no desenvolvimento do assentamento rural Gleba XV de Novembro, localizado em RosanaSP. Esse foi o primeiro assentamento da reforma agrária na região do Pontal do Paranapanema, e as mulheres participaram ativamente dos processos que culminaram na sua criação e das lutas e conquistas que vieram posteriormente. Sabe-se, entretanto, que a história oficial, em geral, perpetua a invisibilidade da mulher, por isso o presente trabalho busca apresentar a perspectiva dessas mulheres rurais acerca de suas próprias histórias e da história local, que se deram de forma conjunta. Para isso, utilizamos como base os conceitos e procedimentos da História oral, trabalhando com a memória através de entrevistas com uso de gravador e utilizando questionário para a obtenção de informações objetivas. Foi possível notar que a participação das mulheres ao longo da história do Assentamento tem sido de suma importância e que isso contribuiu para a criação da OMUS, que hoje lidera a organização do principal projeto de geração de renda do local sendo um exemplo concreto da capacidade organizativa das mulheres rurais. Além dos benefícios financeiros, a Associação vem promovendo o empoderamento em diversos sentidos, sendo um meio para que essas mulheres sejam protagonistas de suas trajetórias, que estejam à frente de atividades das quais antes eram apartadas, e que lutem por seus objetivos livres de amarras que antes limitavam suas ações.
9

A feminização das carreiras jurídicas: construções identitárias de advogadas e juízas no âmbito do profissionalismo

Barbalho, Rennê Martins 02 April 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2016-06-02T20:38:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2026.pdf: 2028478 bytes, checksum: f869b60c8e5d3ffdbdba1f771672eda3 (MD5) Previous issue date: 2008-04-02 / Universidade Federal de Minas Gerais / The purpose of this research is to analyze the female presence within legal careers, how this reflects in their professionalism, and how it impacts the already established careers, taking into account the male hegemony over the work environment. The analytical framework of Sociology in Careers is used to understand this specific work environment. The scope of this research focuses on careers in magistrates and law. The former is related to the power of the Supreme Court, which is a public service career based on decision-making. The second has a more liberal background it is a private activity which depends on a client-lawyer relationship. The spatial cut is the state of São Paulo, Brazil, where the interviewees live and work. The spatial distribution focuses on analyzing the current female presence status, including the professional background of those interviewed. The central argument is that female professionals undergo a type of double barrier in their professional life. The first outlines the rules and limits of their own professional field, which are common for both men and women. These barriers are tied to the mechanisms of the profession, such as obtaining the credentials after graduating and later the process of consolidating expertise. On the other hand, female professionals might be confronted by the gender barriers. This category widens the intersection in the private world, closely connected to the female and public sphere, a standard for professionalism. The way to assume and solve the issues related to barriers that are inherent in the field or gender differ according to the position occupied by the professional, which also influences engaging and performing in a public or private enterprise. This work details how such issues impact the professional background of judges and lawyers in present-day situations. / O objetivo desta pesquisa é analisar a presença feminina nas carreiras jurídicas, de que maneira isto reflete no profissionalismo e qual o impacto causado em carreiras já consolidadas, e hegemonicamente moldadas, numa perspectiva centrada na ortodoxia masculina de fazer e pensar o trabalho. Pretende-se observar as profissões através do suporte analítico da Sociologia das Profissões, que constitui um campo de saber que se propõe a compreender esta forma específica de organização do mundo do trabalho. O objeto de análise está centrado nas carreiras da magistratura e da advocacia, principalmente porque a primeira constitui-se em membros do Poder Judiciário, sendo uma carreira pública com função eminentemente decisória. E, a segunda por ter um caráter mais liberal, aqui no sentido do exercício do trabalho na esfera privada, onde a relação é estabelecida entre o profissional e seu cliente. O recorte espacial é o estado de São Paulo, onde as magistradas(os) e advogadas(os) entrevistados residem e trabalham. Quanto ao recorte temporal privilegiou-se uma análise contemporânea da presença feminina, sem abrir mão de uma pequena abordagem histórica acerca da trajetória profissional das carreiras analisadas. O argumento central é de que as profissionais experimentam uma espécie de dupla barreira em sua trajetória; a primeira estaria relacionada às regras e limites impostos no próprio campo profissional e que diz respeito às formas e condições do exercício de uma profissão, a que estão sujeitos tanto mulheres quanto homens, barreiras que estão inseridas na lógica que constitui o campo, desde a mais essencial, como a obtenção das credencias depois de concluído o ensino superior, como também o processo de consolidação da expertise; e, por outro lado, experimentam barreiras relacionadas ao gênero. Categoria esta que amplia a intersecção entre o mundo privado, esfera intimamente ligada ao feminino e o mundo público, marca do profissionalismo. A maneira de se apropriar e equacionar as questões relacionadas às barreiras inerentes ao campo ou ao gênero se diferencia conforme a posição ocupada pela profissional, influindo, também, o fato de exercer um cargo público ou na iniciativa privada. A pesquisa procura demonstrar como tais questões impactam na história profissional de magistrados (as) e advogados (as) na contemporaneidade.
10

Tecendo a política. Itinerários de participação política de mulheres em movimentos sociais contemporâneos na Argentina

Bogado, Adriana Marcela 10 September 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2016-06-02T20:38:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2919.pdf: 4938946 bytes, checksum: 62381fdc53319848fa2e843d2ee3e950 (MD5) Previous issue date: 2009-09-10 / Universidade Federal de Minas Gerais / This thesis is dedicated to the study of women‟s political participation in contemporary social movements in Argentina, by the means of the reconstruction of their course of life, from the perspective of their experiences and memories. In a context of crisis, as consequence of the neoliberal model implemented, the social movements present themselves as key areas of political struggle and, at the same time, as spaces of construction of cultural, social, political and economic alternatives. In relation with these organizations, the paths of political participation are developed and/or enhanced, however, we identify a process in which women participation becomes invisible. In this research we analyzed the mentioned participation with the aim to understand the factors and practices that generate exclusion and that which encourages its development, identifying the existence of limits and the different possibilities for women‟s political activities. We also situated the political participation within the theoretical and methodological universe of empowerment and gender relationships, in order to contribute to understand women‟s situation in the current social, political, economic and cultural panorama. The field work was developed with participants and leaders of Movimiento de Mujeres en Lucha (MML), in General Roca (Río Negro) and Rosario (Santa Fe); and with participants and leaders of the first pickets in the rural areas of Argentina and in the state of Buenos Aires, the Corriente Clasista Combativa (CCC, Zona Norte). Using the methodology of Oral History and the Participant Observation we rebuild the course of life of six women, presented in the form of biographical portraits (portraits). Each one of the portraits describes the processes of political engagement, the current involvement and future prospects, pointing out the connections with family, social and professional dimensions. Although feeling "forced" to leave in order to fight, these women have found recognition in the struggle. They also strengthened their networks of sociability, found courage to draw their own process of empowerment and they are still learning about politics in the dialectic of their course of life. / Esta tese dedica-se ao estudo da participação política de mulheres em movimentos sociais da Argentina contemporânea, a partir da reconstrução de suas trajetórias de vida sob a ótica de suas experiências e memórias. Em um contexto de crise, consequência do modelo neoliberal implementado, os movimentos sociais apresentam-se como espaços fundamentais da luta política e, ao mesmo tempo, de construção de alternativas culturais, sociais, políticas e econômicas. Na relação com essas organizações, os itinerários de participação política se desenrolam e/ou potencializam, contudo, identificamos um processo de invisibilização da participação feminina. Assim, nesta pesquisa, analisamos essa participação com vistas ao entendimento de fatores e práticas que geram exclusão e que favorecem seu desenvolvimento, identificando a existência de limites e as diversas possibilidades para a atuação política de mulheres. Também, situamos essa participação política dentro do universo teórico-metodológico das questões de empoderamento e das relações de gênero, a fim de contribuir para a compreensão da situação das mulheres no atual panorama social, político, econômico e cultural. O trabalho de campo desenvolveu-se junto a participantes e lideranças do Movimiento de Mujeres en Lucha (MML), de General Roca (Río Negro) e Rosario (Santa Fe); dos primeiros piquetes no interior do país, e da Corriente Clasista Combativa (CCC, Zona Norte), na província de Buenos Aires. Utilizando como metodologia de pesquisa a História Oral e a Observação Participante, reconstruímos as trajetórias de vida de seis mulheres que apresentamos na forma de retratos biográficos (portraits) descrevendo os processos de engajamento, o envolvimento atual e as perspectivas futuras, e apontando as articulações com as dimensões familiar, profissional e social. Embora se sentindo forçadas a sair para a luta, encontraram nela reconhecimento, fortaleceram suas redes de sociabilidade, se animaram a traçar as próprias vias de empoderamento e continuam aprendendo sobre política na dialética de seus itinerários de vida.

Page generated in 0.0371 seconds