• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 99
  • 5
  • Tagged with
  • 105
  • 24
  • 24
  • 24
  • 19
  • 19
  • 19
  • 18
  • 18
  • 16
  • 16
  • 15
  • 13
  • 11
  • 11
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
31

Educação física e homossexualidade

Rosa, Marcelo Victor da January 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Desportos. Programa de Pós-Graduação em Educação Física / Made available in DSpace on 2012-10-21T13:04:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 202553.pdf: 362757 bytes, checksum: bf35b115d8ef593ada5c475eb21f387a (MD5) / Esta dissertação tem como objetivo investigar as representações sociais dos/as estudantes do curso de graduação em Educação Física da Universidade Federal de Santa Catarina, em relação ao tema da homossexualidade. Realizei entrevistas semi-estruturadas e coletivas, acompanhadas da exposição do filme Delicada Atração. As categorias surgidas a partir do campo e do referencial teórico foram: outras categorias - no qual observei que os alunos não conheciam os reais significados históricos do conceito de homossexualismo, pertencentes a patologia; identidade - a principal idéia dos informantes é que a homossexualidade seria uma opção, uma escolha do sujeito, ao contrário do que apontam os Estudos Queers, através do conceito de coming out, que é entendido enquanto a escolha de se reconhecer ou não homossexual; gênero - aqui existe uma padronização dos universos masculinos e femininos, inserindo a homossexualidade no universo feminino, e por fim, que as mulheres aceitariam mais facilmente os homossexuais do que os homens. No ponto de vista teórico-metodológico no que se refere aos tratos com as questões de gênero, privilegiei os autores de formação marxista, articulados com os elementos introdutórios da Sociologia da Vida Cotidiana na perspectiva dialética; preconceito e Educação Física - a qual surgiram discussões de ambas as fases, cujas representações emergiram em forma de "brincadeira" com a questão da homossexualidade, apresentada como um disfarce para ocultar os estigmas, estereótipos e discriminações presentes nessas "brincadeiras". Outro achado da pesquisa ocorreu na 1ª fase, que a intitulei: homofobia velada, que se constitui no medo de que os homossexuais ao se aproximarem, procurariam de alguma forma estabelecer relações sexuais, ao contrário do que pude perceber entre os alunos da 7ª fase, que por terem um maior convívio com homossexuais (entre amigos e alunos), pela influência positiva que veicularam as interações na universidade, e nas suas experiências profissionais, isto não apareceu. Por fim, constatei que este tema ainda é polêmico e pouco discutido na Educação Física. Este campo de conhecimento tem trabalhado historicamente com modelos ideais e tem tratado a homossexualidade de forma homofóbica, indiferente e intolerante para com as diversas alteridades.
32

A construção sociocultural da sexualidade e do HIV-Aids no espiritismo kardecista brasileiro

Marmolejo, Javier Gutiérrez January 2007 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social. / Made available in DSpace on 2012-10-23T14:31:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 245734.pdf: 12990866 bytes, checksum: 22520d6ec5ee82f666e9b5cd1c47f4c1 (MD5) / Esta dissertação visa estudar a construção sociocultural da sexualidade e do HIV-Aids no espiritismo kardecista brasileiro, através da literatura espírita sobre o tema, dos saberes e das experiências recolhidas em entrevistas em profundidade e das informações observadas em cursos e palestras em um centro espírita da zona leste de São Paulo e na Federação Espírita do Estado de São Paulo. Serão revisados os discursos espíritas relacionados à sexualidade, ao corpo, à saúde e à doença que delimitam e carregaram de sentido o HIV-Aids, contextualizando-se a produção de tais discursos em um processo ativo de adaptação às mudanças históricas e políticas do Brasil moderno e contemporâneo. Observar-se-á o processo saúde-doença espírita, assim como as tensões e os conflitos que, ao redor dos significados da sexualidade e do HIV-Aids, existem entre os espíritas kardecistas. As práticas terapêuticas espíritas direcionadas aos portadores do HIV também serão revisadas nesta dissertação.
33

Pais assumidos

Tarnovski, Flávio Luiz January 2002 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social. / Made available in DSpace on 2012-10-19T18:20:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 184894.pdf: 696388 bytes, checksum: 22e1f04a55aad66b296550593afc2eb9 (MD5) / Esta pesquisa parte dos relatos de homens auto-identificados como homossexuais que adotaram filhos, para analisar os diversos modos de acesso à parentalidade disponíveis e/ou realizados por homens que se relacionam afetiva e eroticamente com outros homens. A partir do referencial oferecido pelos estudos de gênero, de sexualidade e de parentesco, propõe hipóteses para a interpretação da paternidade homossexual. Através do diálogo com a literatura francesa sobre homoparentalidade, analisa o impacto de uma conjugalidade homoerótica na formação de arranjos familiares e na atualização de relações de parentesco.
34

A passividade e o fantasma

Butturi Junior, Atílio January 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-Graduação em Linguística / Made available in DSpace on 2012-10-26T08:58:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 301572.pdf: 1116772 bytes, checksum: 74a04c4389d9de3a1b1fe93e15c8f4e5 (MD5) / Esta tese parte de uma perspectiva arqueogenealógica e tem como objetivo traçar uma análise, das práticas homossexuais no Brasil, segundo uma axiologia que difere entre uma positividade masculina e um fantasma de efeminização constante. Para tanto, problematizam-se as práticas monossexuais que, segundo Foucault, eram inéditas na história do Ocidente até a segunda metade do século XX, questionando-as a partir dos discursos de negação e normatização da passividade e de produção de um modo de subjetivação específico, o do passivo afetivo sexual, investigando a estratégia genealógica de manutenção de uma discursividade que ratifica as homossexualidades como fora-da-norma, ainda que sob a égide de um fantasma. Pretende-se fazer notar uma tensão entre uma série de enunciados marcados pela igualdade mas que se constituem e são tangenciados por uma hierarquização das práticas homoafetivas e homossexuais, pautada na separação entre masculinidade e efeminização. O corpus de análise divide-se em dois blocos. No primeiro bloco, que estabelece os elementos para a definição de categorias como invertido e passivo, o corpus é composto por discursos da historiografia e da antropologia brasileira, responsáveis pela descrição das práticas de sodomia na Colônia, passando pelos discursos médicos dos séculos XVIII e XIX e pelo suposto estabelecimento de um marco de transformação positiva na década de setenta do século XX. A tentativa é de definir um arquivo inicial de hierarquização entre práticas de masculinização ativas e práticas de efeminização passivas. Já o segundo bloco, que trata da assunção da diferença e do discurso monossexual a partir da década de setenta do século XX até a contemporaneidade, é composto de das seguintes séries discursivas: os discursos do campo antropológico, que afirmam uma cisão em relação à hierarquia sexual a partir da década de setenta; os discursos midiáticos e seu papel na construção de um imaginário popular da identidade homoerótica; o discurso literário em sua vertente contestadora dos padrões de identificação e em sua politização sexual; os discursos produzidos pelos sujeitos same sex oriented em suas estratégias afetivas e sexuais em sites de relacionamento na internet na contemporaneidade. Fundamentalmente, os resultados apontam para uma permanência, no dispositivo sexual brasileiro, de uma discursividade que revela a manutenção dos estigmas ligados à efeminização e à passividade, tanto nos discursos da disciplina e da normalização quanto naqueles que se pautam pela resistência, ainda que estes últimos estejam marcados por enunciados de igualdade e da democratização. / This thesis is based on an archaeogenealogical perspective, which aims to draw an analysis of the homosexual practices in Brazil, according to an axiology that differs between a male positivity and a constant feminization specter. As a consequence, it is problematized afterwards the monosexual practices, that, according to Foucault, they were unprecedented in the western history until the second half of the XX century. In addition, they have been questioned taking into consideration the discourses of denial and the standardization of passivity and the production of a specific mode of subjectivity, such as the passive sexual - affective, in order to investigate the genealogical strategy for maintenance of discursivity, that ratifies the homosexualities as out-of-the-standards, even under the aegis of a specter. It is intended to point out a tension among a series of statements marked by equality. However, they are constituted and related by a categorization of homo - affectives and homosexual practices, which is based on the separation between masculinity and feminization. The corpus of analysis is divided into two blocks. In the first block, which sets out the elements for the definition of inverted and passive categories, the corpus is constituted with the brazilian historiography and anthropology discourses,which are responsible for the description of the practices of sodomy in the Colony, through the medical discourses of the XVIII and XIX centuries, as well as the alleged establishment of a positive mark for the transformation in the seventies, in the XX century. The attempt is to define an initial file hierarchy between practices of active masculinization and passive feminization. The second block, which talks about the assumption of difference and the monosexual discourse from the seventies of the XX century, until the present time, it is composed of the following series of discourses: the discourses of anthropological field, claiming a split in relation to the sexual hierarchy from the seventies; the media discourse and its role in building a popular illusion of a homoerotic identity; the literary discourse in its defiant aspect of identifying patterns and its sexual politicization. Moreover, the discourses produced by the individuals same sex oriented in their emotional and sexual strategies found nowadays on social networking sites on the Internet. Fundamentally, the results point to a permanence, in the Brazilian sexual device, of a discourse that reveals the maintenance of the stigmas associated with the feminization and the passivity, both in the discourse of the discipline and standards as those which are governed by resistance, even though the latest ones are marked by statements of equality and democratization.
35

Modos de vida e processos de subjetivação na experiência de envelhecimento entre homens homossexuais na cidade de Florianópolis/SC

Santos, Daniel Kerry dos January 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia / Made available in DSpace on 2013-03-04T19:41:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 304536.pdf: 1100819 bytes, checksum: c5b33c2bbfb2103069238e6d31931fd5 (MD5) / Este trabalho problematiza algumas estilizações possíveis das experiências de envelhecimento entre homens homossexuais. Inicialmente, tracei linhas de alguns campos discursivos sobre os quais a velhice e a homossexualidade estariam remetidas, considerando que tais cartografias sinalizam pistas importantes em pesquisas sobre essa temática. Desse modo, procurei demarcar um campo político-epistemológico crítico que historicizasse e politizasse as experiências de sujeitos e grupos e os modos de subjetivações. Para acompanhar tais processos, habitei um bar gay na cidade de Florianópolis frequentado principalmente por homens mais velhos. Busquei por expressões e intensidades que reinventassem e recompusessem corporeidades, apontando que a materialidade dos corpos, apesar de estar remetida a um sistema de regulação, pode ganhar novas significações onde a abjeção (ou um fantasma de abjeção) possa ser politizada e transformar-se num instrumento de contestação política, mesmo que em instantes fugazes e de forma provisória. Considerei que os homossexuais mais velhos estariam habitando uma fronteira, um limite de um regime discursivo que estabelece, por um lado, um campo de legitimidade e de inteligibilidade e, por outro, uma zona de ininteligibilidade, um exterior constitutivo. Com esta pesquisa tentei mostrar que habitar essa fronteira discursiva que toma o corpo utópico como prerrogativa e ideal regulatório, não necessariamente constitui uma vida abjeta. Essa zona de tensão incita resistências, cria modos de vida alternativos e ativa subjetivações que reinventam e alargam os campos de inteligibilidade. Olhar mais de perto para essas vidas, para esses corpos que exibem a velhice e, ao mesmo tempo, desejam, gozam, têm tesão e inventam outras formas de experimentar o homoerotismo e a homossexualidade seria uma aposta política que desestabiliza as estratégias de homogeneização, de exclusão e de abjeção. A velhice e a homossexualidade, nesse sentido, podem ser pensadas a partir da da perspectiva da diferença e da alteridade e não a partir de critérios identitários totalizantes. As narrativas ouvidas e as afecções experienciadas durante as cartografias realizadas no território habitado apontaram para algumas formas de relação consigo mesmo, para uma territorialidade alternativa e para uma heterotopia de corpos (in)desejáveis. Muitas vezes as experiências de envelhecimento entre homossexuais podem estar remetidas a enunciados de sujeição, mas, por outro lado, pode produzir subjetivações e resistência aos ideais regulatórios contemporâneos. O homoerotismo e a homossexualidade foram pensados aqui como possibilidades de potência na velhice, onde a experiência de envelhecimento possa ser vivida como uma experiência ética e estética e não como mais um modo de assujeitamento / This work problematizes some possible stylizations of aging experiences among homosexual men. Initially, I traced lines of some discursive fields on which the old age and the homosexuality are sent, considering that such cartographies suggest important tracks on researches with this theme. Thereby, I tried to demarcate a critical political and epistemological field that historicizes and politicizes the subjects' and groups' experiences and the modes of subjectivation. To follow these processes, I dwelt in a gay bar in the city of Florianópolis (Brazil) mainly frequented by older men. I sought for expressions and intensities that reinvented and recomposes corporeality, indicating that the materialities of the bodies, despite of being sent into a regulation system, can earn new meanings in which the abjection (or an abjection's ghost) can be politicized and becomes an instrument of political contestation, even in fleeting moments and provisionally. I considered that older homosexuals would be inhabiting a frontier, a limit of a discursive regime which establishes, on one hand, a field of legitimacy and intelligibility and, on the other, an unintelligibility zone, an constitutive outside. With this research I tried to show that inhabiting this discursive frontier, which takes the utopist bodies as a prerogative and regulatory ideal, not necessarily constitutes an abject life. This tension zone encourages resistances, creates alternative ways of life and activates subjectivations that reinvents and extends the fields of intelligibility. Looking closer to these lives, to these bodies that exhibit the old age and, at the same time, desire, enjoy, get excited and invent other ways to experiment the homoerotism and the homosexuality would be a political bet that destabilizes the strategies of homogenization, exclusion and abjection. The old age and the homosexuality, in this sense, can be thought in the perspective of the difference and alterity, and not from totalizing identitaries criteria. The narratives listened and the affections experienced during the cartographies made in the territory inhabited indicated some forms of relations with itself, an alternative territoriality and a heterotopy of (un)desirable bodies. Usually, the aging experiences among homosexual men are sent into subjection statements, but, on the other side, it can produce subjectivations and resistances against the contemporary regulatory ideals. The homoerotism and the homosexuality were thought here as possibilities of "power" during the old age, where the experience of aging can be lived as an ethical and aesthetic experience and not as one more way of subjection.
36

"Eu não vou ter um filho gay": uma análise discursiva do filme orações para Bobby

Dayvesson Deleon Bezerra da Silva 27 November 2015 (has links)
Este trabalho tem como objetivo investigar o funcionamento do discurso sobre a homossexualidade, desde a sua constituição à sua maneira de significar em diferentes condições de produção. Fundamentado sob a perspectiva da Análise do Discurso de Linha Francesa, filiamo-nos às concepções teóricometodológicas de seu articulador, Michel Pêcheux. O corpus ao qual discorremos os nossos gestos interpretativos é o filme estadunidense Prayers for Bobby (Orações para Bobby), o qual versa sobre a homossexualidade na adolescência no contexto de uma família religiosa tradicional. Apesar de não ser do nosso interesse generalizar os costumes e a estrutura familiar apresentada na trama,o estudo aqui realizado possibilita um outro olhar acerca da homossexualidade, funcionando, também, como um agente esclarecedor, que pode auxiliar na discussão do tema e contribuir para que menos manifestações de preconceito aconteçam na sociedade. Uma vez definido o corpus do nosso trabalho, realizamos alguns recortes que geraram as sequências discursivas posteriormente analisadas a partir do nosso olhar teórico-analítico. Para isso, sustentamo-nos nas concepções teórico-analíticas de Pêcheux (1969, 1975, 1983, 2004, 2010), Courtine (2006, 2009, 2010), Indursky (2011, 2013), Orlandi (1999, 2009, 2012, 2013), Baronas (2011), Mussalim (2011) entre outros. Dessa forma, nosso estudo é dividido em duas partes: a primeira refere-se ao capítulo teórico, que fornece toda a base para a investigação proposta e, a segunda parte, composta por subitens que se relacionam e proporcionam proceder com nossos gestos analíticos. Em síntese, nossa inquietação, nesta pesquisa, é, sobretudo, acerca das condições de produção dos discursos presentes na trama, perpassando, também, pelas concepções de deslizamento de sentido, formações ideológicas, formações discursivas, memória discursiva, interdiscurso e posição-sujeito, bem como a maneira como cada sujeito significa, sendo atravessado pela ideologia. Concluímos, ainda que provisoriamente, considerando a incompletude do sujeito e do discurso, que o interdiscurso sobre a homossexualidade está cristalizado na sociedade desde muito cedo e que são as Formações Discursivas (FD) dominantes que fazem com que discursos homofóbicos acerca do homossexual se disseminem, gerando, no corpus analisado, o silenciamento do sujeito homossexual. / This study aims to investigate the operation of the discourse on homosexuality, since its constitution to its way to mean in different production conditions. Based on the perspective of French Discourse Analysis, came to us theoretical and methodological conceptions of their articulating, Michael Pêcheux. The corpus on which we commented our interpretive gestures is the American movie "Prayers for Bobby", which deals with homosexuality in adolescence in the context of a traditional religious family. Therefore, it's not in our interest to generalize the customs and family structure presented in the plot. Having defined the corpus of our work, some cuts were made that generated the discursive sequences subsequently analyzed from our theoretical and analytical look. For that, we based on the theoretical and analytical conceptions of Pêcheux (1969, 1975, 1983, 2004, 2010), Courtine (2006, 2009, 2010), Indursky (2011, 2013), Orlandi (1999, 2009, 2012, 2013), Baronas (2011), Mussalim (2011) and others. So, our study is divided into two parts: the first refered to the theory chapter, which gives the basis to the investigation proposed and, the second, compounded by subitems that correlate and provide to proceed with our analytical gestures. In short, our concern in this research is primarily about the production conditions of discourse present in the plot, passing also by sliding conceptions of meaning, ideological formations, discursive formations, discursive memory, interdiscourse and subject-position, and how each subject means, being crossed by ideology. We conclude, albeit tentatively, given the incompleteness of the subject and the discourse that the interdiscourse on homosexuality is crystallized in society from an early age and that are the Discursive Formations (FD) dominant that make homophobic discourses about homosexual spread, generating in the analyzed corpus the silencing of the homosexual subject.
37

“Levam má bô” : (homo)sexualidades entre os sampadjudus da Ilha de São Vicente de Cabo Verde

Miguel, Francisco Paolo Vieira 28 April 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, 2014. / Submitted by Larissa Stefane Vieira Rodrigues (larissarodrigues@bce.unb.br) on 2015-02-05T13:01:58Z No. of bitstreams: 1 2014_FranciscoPaoloVieiraMiguel.pdf: 2107632 bytes, checksum: 669fb343843914adeda78559d6190dc4 (MD5) / Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2015-02-05T13:13:29Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_FranciscoPaoloVieiraMiguel.pdf: 2107632 bytes, checksum: 669fb343843914adeda78559d6190dc4 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-02-05T13:13:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_FranciscoPaoloVieiraMiguel.pdf: 2107632 bytes, checksum: 669fb343843914adeda78559d6190dc4 (MD5) / Esta dissertação tem como objetivo principal contribuir nos esforços de construção de uma Antropologia da (Homo)sexualidade em Cabo Verde, África. Tendo como foco central a homossociabilidade, o movimento gay e as experiências homoeróticas dos homens na cidade do Mindelo, esta pesquisa etnográfica junto aos crioulos procura problematizar não somente a vida (homo)sexual dos mesmos e suas repercussões, mas atentar também para o emergente movimento LGBT local. As perspectivas e as práticas dos homens crioulos, gays e não-gays, contribuem para compreender não somente os pontos de vista nativos, como para compreender mais uma experiência de elaboração cultural de um fenômeno universal como o homoerotismo. Busco defender que se o homoerotismo e o movimento LGBT possuem seus dilemas globais, eles esbarram na semântica específica deste arquipélago atlântico, produzindo o que chamei de um "Sistema Hipocrisia", permeado por silenciamentos e contradições. ____________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This thesis aims to contribute in efforts to build an Anthropology of (Homo)sexuality in Cabo Verde, Africa. Focusing the (homo)socialiability, the gay movement and homoerotic experiences of men in the city of Mindelo, this ethnographic research in conjunction with the Creoles aims to question not only the homosexual life of the Creoles and its repercussions, but also pay attention to the emerging local LGBT movement. The perspectives and practices of the Creole men, gay and non-gay, contribute not only to understand their points of view, as to understand another cultural experience of drafting a universal phenomenon as homoeroticism. I argue that if the homoeroticism and the LGBT movement have their global dilemmas, they bump the specific semantics of this Atlantic archipelago, producing what I have called a "Hypocrisy System", permeated by silences and contradictions.
38

Representações sociais da homossexualidade no ambiente de trabalho : um estudo da zona muda

Barros, Lislly Telles de 06 March 2015 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2015. / Submitted by Thomaz Siqueira Araujo (thomaz001.ta@gmail.com) on 2015-04-30T19:02:16Z No. of bitstreams: 1 2015_LisllyTellesdeBarros.pdf: 770994 bytes, checksum: 6a4763ffaa8f56bb573be948abfbe26e (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2015-04-30T19:10:43Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_LisllyTellesdeBarros.pdf: 770994 bytes, checksum: 6a4763ffaa8f56bb573be948abfbe26e (MD5) / Made available in DSpace on 2015-04-30T19:10:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_LisllyTellesdeBarros.pdf: 770994 bytes, checksum: 6a4763ffaa8f56bb573be948abfbe26e (MD5) / O presente trabalho buscou conhecer a estrutura, o conteúdo e a organização interna das representações sociais (RS) sustentadas por servidores de um Órgão Público do Poder Judiciário, de uma capital brasileira, acerca do trabalho com homossexuais, considerando os elementos explicitados e não explicitados. O referencial teórico metodológico adotado foi a abordagem estrutural das representações sociais, proposta por Abric, em 1976, e o conceito de zona muda ou mascarada. Foi utilizado um instrumento de evocação, baseado na técnica de associação livre, tendo como termos indutores “trabalho com homossexuais”. O instrumento apresentava-se dividido em três partes: a primeira, para identificação das RS do ponto de vista dos participantes da pesquisa (situação normal); a segunda, relacionada às RS do ponto de vista dos pais e colegas de trabalho dos sujeitos (situação de substituição); e a última, para coleta dos dados sócio-demográfico dos participantes. Os dados de 111 servidores foram analisados por meio do EVOC – Ensemble de Programmes Permettant L’Analyse des Évocations (EVOC), versão 2003. Os resultados revelaram a presença de elementos opostos compondo o núcleo central das representações: ideias de respeito e igualdade aos homossexuais coexistem com o preconceito e a discriminação, reveladas por meio de estereótipos negativos, piadas e brincadeiras no ambiente de trabalho. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The purpose of this study to identify the structure, content and internal organization of social representation (SR) supported by employees in a public agency of the judiciary, of one Brazilian capital, about work with homosexuals, considering their explicit and non-explicit elements. The theoretical methodology adopted was the structural approach of social representations, proposed by Abric, in 1976, and the mute zone concept. An evocation instrument was used for data collection, based on free association technique and the inductors terms “work with homossexuals”. The instrument was presented in three different parts: the first one was used to identify the SR of the survey participants (usual situation); the second one was related to the SR from the surveys participants’ parents and co-workers point of view (replacement situation); and the last one was for data socio-demographic collection. Data from 111 participants were analyzed by EVOC - Ensemble L'Analyse des Programmes Permettant Evocations, 2003 version. The results revealed presence of opposing el elements composing the core of representations: ideas of respect and equality to homosexuals coexist with prejudice and discrimination, revealed through negative stereotypes, jokes and pranks on the workplace.
39

"Homens como outros quaisquer" : subjetividade e homoconjugalidade masculina no Brasil e na Argentina

Lopes, Moisés Alessandro de Souza 31 August 2010 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, 2010. / Submitted by Jaqueline Ferreira de Souza (jaquefs.braz@gmail.com) on 2011-08-02T12:05:56Z No. of bitstreams: 1 2010_MoisesLopes.pdf: 2230728 bytes, checksum: 13584590689260948551e16d44ba10fe (MD5) / Approved for entry into archive by Jaqueline Ferreira de Souza(jaquefs.braz@gmail.com) on 2011-08-02T12:46:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_MoisesLopes.pdf: 2230728 bytes, checksum: 13584590689260948551e16d44ba10fe (MD5) / Made available in DSpace on 2011-08-02T12:46:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_MoisesLopes.pdf: 2230728 bytes, checksum: 13584590689260948551e16d44ba10fe (MD5) / O presente estudo analisa a construção do sujeito, da subjetividade e da conjugalidade de "homens como outros quaisquer" que mantinham relações estáveis de parceria com outros "homens comuns". O trabalho de campo para o desenvolvimento desta pesquisa foi realizado nas cidades de Buenos Aires e Brasília. Tal paralelo entre cidades de distintos países foi construído inicialmente pelos próprios nativos argentinos quando de minha primeira estadia lá, e depois foi reconstruído pelo autor quando da análise dos dados, tendo o sentido de fazer com que a experiência de interpretação das narrativas homoconjugais refletisse e ressaltasse as especificidades de ambas as localidades. Assim, abordo nesta Tese questões como fidelidade, sexo e amor, relações abertas e fechadas, sociabilidade gay, respeito, tolerância e reconhecimento da união, inspirado em uma perspectiva que busca trazer à tona elementos interseccionais de análise, tais como, gênero, cor/raça/etnia/nacionalidade, classe/camada social, religião, grupo etário/geracional. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The present study analyzes the construction of the citizen, the subjectivity and conjugality of “men as any others” that kept steady relationships with other “common men”. The field work for the development of this research was carried out in the cities of Buenos Aires and Brasilia. Such parallel between those cities from distinct countries was initially constructed by the proper Argentine natives when of my first stay there, and later it was reconstructed by the author by the time of the analysis of the data, having the intention of making that the experience of interpretation of the homo couple histories reflected and stood out the specificities of both the localities. Thus, I deal, in this Thesis, with questions such as fidelity, sex and love, open and not open relationships, gay sociability, respect, tolerance and recognition of the union, inspired in a perspective that it tries to bring out intersectional elements of the analysis, such as, gender, color/ethnics/race/nationality, social class/social strata, religion, age/generational group.
40

Jorge

Silva, Ricardo Lanzarini Gomes January 2013 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, Florianópolis, 2013. / Made available in DSpace on 2013-07-16T21:05:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 317600.pdf: 1688040 bytes, checksum: fb41fd7b976c2465db6fee11957ec313 (MD5) / Esta tese é uma etnografia de homens de identidade pública heterossexual atestada pelo casamento que, durante viagens a trabalho, buscam novas interações sexuais, diferentes de suas práticas cotidianas, a partir de sociabilidades homoeróticas que são encontradas no ciberespaço, por intermédio dos chats. Trata-se de uma pesquisa participante realizada durante três anos consecutivos, entre 2010 e 2012, por meio da flânerie, com incursões em espaços virtuais e físicos de capitais brasileiras (São Paulo/SP, Florianópolis/SC, Campo Grande/MS, Porto Alegre/RS e Curitiba/PR) e em Lisboa, Portugal. Os dados foram coletados também por meio de entrevistas semi-estruturadas com viajantes e residentes em grandes centros urbanos. Os principais resultados encontrados remetem a um senso de "comunidade" estabelecida por homens que se reconhecem como semelhantes, onde prevalece um senso de proteção pelo segredo e pela ausência de identificação pública durante as viagens e os encontros sexuais, que são únicos e dissociados do cotidiano. Identifiquei, ainda, a demarcação de uma masculidade plenamente ajustada à heteronormatividade, que, porém, encontra no homoerotismo anônimo prazeres que representam uma inversão de poder masculino, onde a passividade sexual é o principal desejo. A viagem, que sempre permitiu essa situação de liberdade para o viajante, aparece aqui como um processo liminar de homens que, em lugar de terem uma aventura amorosa heterosexual, correspondendo ao estereótipo do homem de negócios, têm uma aventura homoerótica esporádica e clandestina, sem comprometimentos cotidianos que alterem suas relações sociais. Esta etnografia pode, assim, contribuir para um novo olhar a respeito da sexualidade, homoetorismo e liminariedade nas viagens.<br> / Abstract : This is an ethnography on men whose heterosexual identity is certified by marriage bonds and who, during business travel seek new and diverse from day-to-day sexual experiences, through homoerotic sociabilities which start in chats at cyberspace. A participatory field research was held from 2010 to 2012 including flanerie at both cyberspace and public places in capital cities of Brasil (São Paulo/SP, Florianópolis/SC, Campo Grande/MS, Porto Alegre/RS e Curitiba/PR) as well as in Lisbon, Portugal. Data were also collected through semi structured interviews held with travellers and dwellers in great cities. The main results point to the existence of a sense of community among men who recognize themselves as similar, who feel protected by secrecy and absence of public identification when travelling and in sexual encounters, which are unique and dissociated from every day life. It was also detected that their masculinity is totally adjusted to heteronormativity and that they find in anonymous homoerotism the pleasure of inverting masculine power, seeking mainly to be sexually passive. Travelling, that has always permitted that kind of freedom to travelers, in this case offers a liminoid situation to men who, instead of having heterosexual adventures - matching the stereotype of business man - have an homoerotic sporadic and clandestine adventure, with no commitments with everyday life which could endanger their social position. This ethnography is meant to contribute with a different approach on sexuality, homoerotism and liminality in travel situations.

Page generated in 0.0404 seconds