• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 8
  • 1
  • Tagged with
  • 9
  • 9
  • 9
  • 5
  • 5
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Estudo de Novas Fontes de Financiamento nos Hospitais Universitários O Caso do Hospital das Clínicas da UFPE

LAGIOIA, Umbelina Cravo Teixeira January 2002 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:08:07Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1743_1.pdf: 672576 bytes, checksum: a05be34e7e714424f08417330fae1c38 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2002 / Universidade Federal de Pernambuco / Esta pesquisa busca analisar fontes alternativas de financiamento nos Hospitais Universitários, enfocando com mais detalhes o Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC/UFPE). A administração do hospital tem a intenção de disponibilizar 50 leitos (10% do total) para o atendimento a pacientes através de convênios com a rede particular e/ou pública de saúde. O objetivo principal do estudo é verificar até que ponto a implantação de convênios com a rede particular e/ou pública de saúde, sem ser o SUS, poderá cobrir o déficit financeiro existente no HC/UFPE, bem como avaliar o impacto causado por essa mudança na comunidade universitária e a população circunvizinha ao hospital. A fim de se conseguir esse objetivo, buscou-se, primeiramente, efetuar um estudo exploratório junto a todos os Hospitais Universitários listados no web site do Ministério da Educação para se conhecer melhor a realidade desses hospitais e enquadrar o HC/UFPE dentro desse contexto. A seguir, foi feita uma pesquisa de levantamento junto a comunidade universitária, através de uma amostra formada por alunos, professores e técnicos administrativos (n= 302) bem como da população circunvizinha ao HC/UFPE (n = 306) com a finalidade de se verificar o grau de aceitação dessa mudança perante os principais interessados. Finalmente, construíram-se cenários financeiros, na forma de estudo de caso, para que se pudesse avaliar até que ponto o ingresso das receitas oriundas dos convênios com a iniciativa privada e/ou pública de saúde poderia cobrir o déficit financeiro, bem como gerar recursos para garantir novos investimentos. Como resultado final conclui-se que: 1) Tanto a comunidade universitária, como a população circunvizinha ao HC/UFPE foram favoráveis às mudanças propostas; 2) Dois cenários financeiros propostos através da implantação dos convênios com a rede particular e/ou pública de saúde poderão ajudar a cobrir o déficit financeiro e também financiar novos investimentos desde que haja também um controle efetivo dos custos gerados por essa nova entrada de recursos
2

Hospital Universitário: Espaço de interdição à expressividade da dor (Um estudo sobre as relações sociais no Serviço de Cirurgia Geral do Hospital das Clínicas)

MARINHO, Patrícia Érika de Melo January 1996 (has links)
Submitted by Caroline Falcao (caroline.rfalcao@ufpe.br) on 2016-05-25T17:25:34Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) 39M338h Dissertação.pdf: 10106613 bytes, checksum: 3f82feeb04ffe35bb22e3afa3e1523fa (MD5) / Made available in DSpace on 2016-05-25T17:25:34Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) 39M338h Dissertação.pdf: 10106613 bytes, checksum: 3f82feeb04ffe35bb22e3afa3e1523fa (MD5) Previous issue date: 1996 / O presente trabalho investiga o apagamento da expressividade à dor dos pacientes do Serviço de Cirurgia Geral do Hospital das Clínicas, como reflexo de um estar institucional resultante de relações de poder instituídas e uma prática assistencial eminentemente autoritária. Observou-se que essas práticas são direcionadas no sentido de proporcionarem intervenção e controle sobre o corpo, as sensações e o comportamento dos pacientes, através da instituição da disciplina, da obediência e do cumprimento às normas institucionais. Para averiguação dessas, foi realizado pesquisa de campo e entrevistas semi-estruturadas dirigidas a professores, preceptores, residentes e pacientes. Apartir dos relatos foi possível constatar a reafirmação de papéis, a determinação de lugares e de distâncias sociais entre os atores sociais, como condição anterior e implícita à relação terapêutica e às práticas de atenção à saúde. Constatou-se que o Serviço de Cirurgia Geral do hospital-uníversitário não oferece condições ao estabelecimento de uma relação terapêutica eficaz, proporcionando o silenciamento do corpo e o apagamento da expressividade á dor, uma vez basearem suas relações em relações de poder, garantidas pela hierarquia e ordem estabelecida. As práticas de atenção e as relações entre médicos e pacientes, desenvolvidas no hospital-uníversitário, requerem reflexão e mudanças no sentido de proporcionarem condições efetivas à consecução da relação terapêutica e a adequação da formação de seus profissionais à realidade da clientela-alvo a que se destina.
3

ENFERMEIRAS E RELIGIOSAS O CASO DO HC-FM / UFG GOIÂNIA / The Priesthood and the Caring in the Nursing Services: the nuns, the Nursing and the Hospital das Clínicas (HC) case Medical School in Goiás Federal University.

Cardoso, Edicássia Rodrigues de Morais 01 December 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2016-07-27T13:47:51Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Edicassia Rodrigues de Morais Cardoso.pdf: 4511761 bytes, checksum: 60905def12841b1551844aba118f0240 (MD5) Previous issue date: 2004-12-01 / The general aim of this paper is to reflect about the presence/absence of the nurses from religious orders in the nursing work, since the beginning of this profession until the modern times, specifically at the Hospital das Clínicas (HC) from the Medical School in Goiás Federal University. The researched place is composed of sixteen (16) nursing workers, divided into two large categories: the ones who don t have formal education and people who belong to religious orders. This essay tries to do a brief definition of words as Priesthood, Caring and Solidarity, studying approaches and distance related to the main characteristic of the work of the nursing professional. This paper is organized by three distinct parts: a) in the first part, it shows a historical profile of the Nursing Profession, since its ancient origins till the modern times, going to the Health Works in the Middle Ages, and it is already the Christian period and it also shows the hospitals during the Modern Ages, including the Brazilian Nursing History, since the Colonial Times until the modern university courses and the performance of the nurses in the Family Heath Program; b) the second chapter describes part of the Hospital das Clínicas installation and building, its administrative organization, its main directors and the HC nursing service history, as well as to take notes about the HC present staff , specially from the Nursing Area and c) the third part does a report of the questionnaire answers, the analysis of the collected data and its relationship between the concepts of the Priesthood, Caring and Solidarity. / O objetivo geral é refletir sobre a presença/ausência das enfermeiras de ordens religiosas no exercício da enfermagem, desde o início da profissão até os tempos modernos, especialmente no caso do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás. O universo pesquisado é composto de 16 (dezesseis) profissionais de enfermagem, distribuídos em duas categorias: os leigos e aqueles pertencentes a alguma ordem religiosa. Elaborase breve conceituação de tópicos como sacerdócio, carisma e solidariedade, investigando aproximações e afastamentos das características principais da enfermagem. O texto está estruturado em três partes: a) no primeiro capítulo, elabora-se um breve perfil histórico da profissão de enfermagem, desde suas origens pagãs até a modernidade, passando pelos trabalhos em saúde na Idade Média e pelos hospitais da Idade Moderna. Passa-se também pela história da enfermagem no Brasil, da colônia até os modernos cursos universitários e a atuação de enfermeiro no Programa de Saúde da Família; b) no segundo capítulo, recupera-se parte da história da instalação e construção do HC, a organização administrativa, os principais diretores e a história do serviço de enfermagem no Hospital, além de anotar o atual quadro de trabalhadores, especialmente os do setor de enfermagem c) no terceiro capítulo, faz-se à exposição das respostas ao questionário aplicado, a análise dos dados recolhidos e a vinculação com os conceitos de sacerdócio, carisma e solidariedade.
4

PAPEL DA RELIGIÃO JUNTO A FAMILIARES DE PACIENTES COM CÂNCER / The Role of Religion on the Family Members of Câncer Patients. Thesis

Santos, Marta Alexandrina de Almeida 14 March 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2016-07-27T13:48:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Marta Alexandrina de Almeida Santos.pdf: 438653 bytes, checksum: 44584df9fe899c1dd2d5c408a5fbdda3 (MD5) Previous issue date: 2005-03-14 / The purpose of this study was to identify the role of religion on the family members of patients with cancer while they were under medical treatment at the university hospital of the medical school of the Federal University of Goiás. The data was collected from individual interviews searching for the real meaning of religion among the family members. It showed that the family, as one of the main caretakers, is centered in the health desease process, being as vulnerable as or more vulnerable than the own patient. Thus, in religion the family finds the answers for their anxiety, and support to face the desease. The family members are always willing to protect the patients, and often hide the truth from them about the diagnosis. The fight for health comes to be exhausting and full of drawbacks but the family members with all their strengy gather futher means to offer the patients the necessary support to cope with the desease. The words cancer and death provoke fielings such as fear and horror which are seldom mentioned but commonly read between the lines. Conclusion: Religion provides the family with strenght to cope with in their relatives. / A pesquisa objetivou identificar o papel da religião para os familiares dos pacientes portadores de câncer durante o tratamento médico. Os sujeitos do estudo foram pacientes em tratamento ambulatorial no Hospital das Clínicas de Goiânia. Os dados foram coletados em entrevistas individuais, buscando o real significado da religião entre os membros da família. Mostraram que a família, sendo um dos principais cuidadores, está centrada no processo saúde-doença, ficando tão ou mais vulnerável que o próprio paciente. Assim, encontra na religião respostas para seus anseios e suporte para enfrentar a doença. O membro familiar quer sempre proteger o paciente, estando junto a ele e, muitas vezes, omitindo ou ocultando a verdade sobre o seu diagnóstico. A luta pela saúde torna-se exaustiva e cheia de percalços, mas o membro familiar, com toda a força que emana da família, reúne os demais componentes para oferecer ao paciente o apoio necessário para enfrentar a doença. As palavras câncer e morte trazem aos entrevistados sentimentos de pavor e medo. Pouco mencionadas, são, porém, muito observadas nas entrelinhas. Conclui-se que a religião fornece força à família e seus membros para enfrentarem o câncer em parentes.
5

O Serviço de Triagem do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás- promotovendo o acolhimento e a reorganização institucional / The Selection Service of Hospital s clinics of the University Federal of Goiás -the institutional reorganization and promotion s reception

AZEVEDO, Jane Mary Rosa 17 December 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2014-07-29T15:04:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 dissertacao jane.pdf: 477049 bytes, checksum: cea0fe40d743f12b04193e0e4dd07a8e (MD5) Previous issue date: 2004-12-17 / O Serviço de Triagem do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás foi implantado em 1998, com o intuito de atender de forma mais organizada e humana, os usuários que procuravam a unidade para solução de seus problemas de saúde. O objetivo geral deste estudo foi discutir o Serviço de Triagem resultante da reorganização institucional que busca atender necessidades individuais e que se insere na política vigente de saúde. Optou-se pela pesquisa de natureza descritiva com abordagem qualitativa do tipo Estudo de Caso, para tratar o assunto. Os sujeitos do estudo foram constituídos por gestores estaduais e municipais (4), gerentes do Hospital das Clínicas (3), usuários atendidos no Serviço de Triagem/HC (66) e integrantes da equipe do Serviço de Triagem (12). Para a coleta de dados, realizada pela pesquisadora, utilizou-se como instrumento a entrevista semi-estruturada. O projeto foi desenvolvido após a sua aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa Humana Animal do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás. Os dados encontrados foram agrupados conforme a semelhança dos significados das percepções dos entrevistados e organizados em categorias de análise. Foram estabelecidas quatro categorias: a) Serviço de Triagem e a operacionalização do SUS, que discutiu seus princípios e diretrizes; b) Percepções dos gestores e equipe do Serviço de Triagem, que abordaram aspectos relacionados com o Serviço de Triagem; c) Estratégias que contribuem para o redirecionamento do SUS, que trabalhou as recomendações dos entrevistados para uma melhoria no sistema de saúde; e d) Percepções dos usuários quanto ao atendimento recebido no Serviço de Triagem HC. Concluiu-se que o Serviço de Triagem, tal como ora implementado trabalha na linha do acolhimento preconizada pelo Ministério da Saúde, mas precisa melhorar a resolutividade. Além disto, contempla os princípios e diretrizes do SUS, que a satisfação do usuário está relacionada com as características facilitadoras do atendimento e com a qualidade do serviço prestado. Considera-se que a responsabilidade, vínculo , abordagem dos utentes em todo o processo de recuperação, resolução e integração ao sistema de saúde são práticas assistenciais que devem ser desenvolvidas pelo serviço. Recomenda-se a implantação de uma unidade da rede básica próxima ao HC, para o primeiro atendimento de emergência, com o intuito de melhorar a resolutividade principalmente no serviço de emergência da instituição. Pensar hoje um novo sistema de saúde, no qual o cliente é o centro de toda atenção, constitui-se num novo paradigma, no qual estar-se-ia investindo no objeto saúde e não na doença.
6

Refuncionalização espaciais das estruturas de saúde na cidade de São Paulo: a implementação do paradigma tecnológico da medicina no Hospital das Clínicas (FMUSP) e no Hospital São Paulo (EPM-Unifesp) / Space refunctionalization of health facilities in the city of São Paulo: the implementation of the technological paradigm of medicine at the Clínicas Hospital (FMUSP) and São Paulo Hospital (EPM-Unifesp)

Tatiana dos Santos Thomaz 10 February 2017 (has links)
Na incessante transformação da cidade, incorporaram-se novos objetos e sistemas técnicos que refletem a lógica hegemônica contemporânea e, com isso, os velhos objetos e sistemas técnicos foram submetidos a refuncionalizações com o objetivo de se adequar a essa nova lógica do sistema produtivo. E a medicina não escapa a essa lógica, já que foi com o desenvolvimento da técnica atrelada ao conhecimento científico que o paciente passou a ser visto de forma cada vez mais artificializada, abrindo-se novas possibilidades de intervenção no doente. Logo, os hospitais passaram a se situar no centro do exercício dessa medicina, convertendo-se em atividade econômica, lugar de consumo de serviços de saúde, inseridos na lógica urbana, promovendo constantes mudanças nos padrões tecnológicos que levam a grandes impactos na transformação da cidade. É na cidade de São Paulo que avanços e inovações científicas e tecnológicas encontram importante campo para sua aplicação, devido à existência de um complexo médico-hospitalar (hospitais, centro de atendimento básico e especializado, laboratórios, centros de diagnóstico, consultórios etc.) amplo e diversificado, com hospitais e serviços de alta complexidade e com certificações de excelência englobando a rede privada e a conveniada pelo Sistema Único de Saúde (SUS), com pesquisa e formação de profissionais especializados, tornando-se centro de referência no Brasil. Enquadram-se nesse cenário o Hospital das Clínicas (FMUSP) e o Hospital São Paulo (EPM-Unifesp), classificados como hospitais de alta complexidade, com ensino e pesquisa médico-científica. / Throughout the ceaseless transformations the city of São Paulo went through, new objects and technical systems were constantly incorporated in the citys geographical space, reflecting the current hegemonic logic and, thus, old objects and technical systems became subordinated to renewed functions whose goals are to adapt to the constantly renewed logic of the production system. Meanwhile, medical practice and knowledge do not bypass this logic given that their development is entangled with scientific knowledge, ultimately resulting in an artificialized gaze in patient care. In this context, hospitals became the center of modern medicine, transforming itself in a specific economic activity and the place of health services consumption, furthermore they became a part of this urban logic, putting forward a set of technological changes that led to further impact in the city. Therefore, is in the city of São Paulo that technological changes and scientific innovations are mainly applied due to the presence of large medical care complexes (hospitals, health care centers, laboratories, clinics and etc.) with high complexity facilities that overarches the private and public sectors of healthcare, along with research and development in health care an the formation of specialized professionals, making the city a reference of health care in Brazil. In this context the Clínicas Hospital (FMUSP) and the São Paulo Hospital (EPM-Unifesp) are classified as high complexity hospitals equipped with school hospitals and medical research and development.
7

Processo Transexualizador: discurso, lutas e memórias - Hospital das Clínicas de São Paulo (1997-2013)

Munin, Pietra Mello 10 August 2018 (has links)
Submitted by Filipe dos Santos (fsantos@pucsp.br) on 2018-08-29T11:33:29Z No. of bitstreams: 1 Pietra Mello Munin.pdf: 994421 bytes, checksum: ac08e1eca56c7954af354abe1bc978f5 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-08-29T11:33:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Pietra Mello Munin.pdf: 994421 bytes, checksum: ac08e1eca56c7954af354abe1bc978f5 (MD5) Previous issue date: 2018-08-10 / Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq / The history of the different experiences of gender transformation in various historical moments and cultures is a challenge faced in this dissertation. The concept of transsexuality was built in the twentieth century, with transsexuals initially identified as “homosexuals discontented" with their own bodies. In the 1950s, the condition came to be seen as an identity category, being used by medical discourse. On the representations of the transsexuality, different discourses were constructed: the medical discourse, the common sense and the one of the trans militancy. It is the purpose of this research to question how these different discourses influenced the institutionalization of medical care to transsexuals in the country, specifically in Hospital das Clínicas de São Paulo. The work to achieve this goal was hard, the subject is academically understudied. We sought to trace the historical background in a dialogue with the bibliography, as well as to recover the legal aspects related to transsexuality in Brazil, through emblematic cases such as the transsexual Roberta Close and that of Dr. Roberto Farina, as well as reconstituting the legal struggle process (different bills) involving issues such as rectification of civil records and medical care for transsexuals. Seeking to give voice to the agents of these actions, we collected testimonies from transsexuals under care of the Program of the Hospital das Clínicas of São Paulo, as well as retrieved resolutions and ordinances from the Federal Medical Council and the Ministry of Health. The analysis of these experiences allowed to identify the influence of the different discourses, the difficulties faced, the construction of identities, and the struggles around the question / A história das diferentes experiências do trânsito entre gêneros em vários momentos históricos e culturas é um desafio enfrentado nesta dissertação. O conceito de transexualidade foi construído no século XX, sendo os transexuais identificados, inicialmente, como “homossexuais descontentes” com o próprio corpo. Já na década de 1950 a condição passou a ser vista como uma categoria identitária, sendo utilizada pelo discurso médico. Sobre as representações da transexualidade foram construídos diferentes discursos: o discurso médico, o do senso comum e o da militância trans. Consiste em objetivo desta pesquisa questionar como esses diferentes discursos influenciaram a institucionalização do atendimento médico a transexuais no país, especificamente no Hospital das Clínicas de São Paulo. O trabalho para alcançar tal objetivo foi árduo, o tema é pouco estudado academicamente. Procurou-se rastrear os antecedentes históricos num diálogo com a bibliografia, também recuperar os aspectos legais referentes à transexualidade no Brasil, através de casos emblemáticos como o da transexual Roberta Close e o do médico Dr. Roberto Farina, além de reconstituir o processo de luta legislativa (diferentes Projetos de Lei), envolvendo questões como a retificação dos registros civis e o atendimento médico a transexuais. Buscando dar voz aos agentes dessas ações, foram colhidos depoimentos de transexuais atendidos pelo Programa do Hospital das Clínicas de São Paulo, além de recuperadas resoluções e portarias do Conselho Federal de Medicina e do Ministério da Saúde. A análise dessas experiências permitiu identificar a influência dos diferentes discursos, as dificuldades enfrentadas, a construção de identidades e as lutas em torno da questão
8

Refuncionalização espaciais das estruturas de saúde na cidade de São Paulo: a implementação do paradigma tecnológico da medicina no Hospital das Clínicas (FMUSP) e no Hospital São Paulo (EPM-Unifesp) / Space refunctionalization of health facilities in the city of São Paulo: the implementation of the technological paradigm of medicine at the Clínicas Hospital (FMUSP) and São Paulo Hospital (EPM-Unifesp)

Thomaz, Tatiana dos Santos 10 February 2017 (has links)
Na incessante transformação da cidade, incorporaram-se novos objetos e sistemas técnicos que refletem a lógica hegemônica contemporânea e, com isso, os velhos objetos e sistemas técnicos foram submetidos a refuncionalizações com o objetivo de se adequar a essa nova lógica do sistema produtivo. E a medicina não escapa a essa lógica, já que foi com o desenvolvimento da técnica atrelada ao conhecimento científico que o paciente passou a ser visto de forma cada vez mais artificializada, abrindo-se novas possibilidades de intervenção no doente. Logo, os hospitais passaram a se situar no centro do exercício dessa medicina, convertendo-se em atividade econômica, lugar de consumo de serviços de saúde, inseridos na lógica urbana, promovendo constantes mudanças nos padrões tecnológicos que levam a grandes impactos na transformação da cidade. É na cidade de São Paulo que avanços e inovações científicas e tecnológicas encontram importante campo para sua aplicação, devido à existência de um complexo médico-hospitalar (hospitais, centro de atendimento básico e especializado, laboratórios, centros de diagnóstico, consultórios etc.) amplo e diversificado, com hospitais e serviços de alta complexidade e com certificações de excelência englobando a rede privada e a conveniada pelo Sistema Único de Saúde (SUS), com pesquisa e formação de profissionais especializados, tornando-se centro de referência no Brasil. Enquadram-se nesse cenário o Hospital das Clínicas (FMUSP) e o Hospital São Paulo (EPM-Unifesp), classificados como hospitais de alta complexidade, com ensino e pesquisa médico-científica. / Throughout the ceaseless transformations the city of São Paulo went through, new objects and technical systems were constantly incorporated in the citys geographical space, reflecting the current hegemonic logic and, thus, old objects and technical systems became subordinated to renewed functions whose goals are to adapt to the constantly renewed logic of the production system. Meanwhile, medical practice and knowledge do not bypass this logic given that their development is entangled with scientific knowledge, ultimately resulting in an artificialized gaze in patient care. In this context, hospitals became the center of modern medicine, transforming itself in a specific economic activity and the place of health services consumption, furthermore they became a part of this urban logic, putting forward a set of technological changes that led to further impact in the city. Therefore, is in the city of São Paulo that technological changes and scientific innovations are mainly applied due to the presence of large medical care complexes (hospitals, health care centers, laboratories, clinics and etc.) with high complexity facilities that overarches the private and public sectors of healthcare, along with research and development in health care an the formation of specialized professionals, making the city a reference of health care in Brazil. In this context the Clínicas Hospital (FMUSP) and the São Paulo Hospital (EPM-Unifesp) are classified as high complexity hospitals equipped with school hospitals and medical research and development.
9

MIÍASES, PÉ DIABÉTICO E ÚLCERAS DE ESTASE VENOSA EM PACIENTES DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS: ESTUDO DA ENTOMOFAUNA E MICROBIOTA RELACIONADAS. / Myiasis, diabetic foot and venous stasis ulcers in patients in he Hospital das Clínicas of Federal University of Goiás: Study of entomophauna and microbiota related.

FERNANDES, Ly de Freitas 02 March 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2014-07-29T15:30:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao Ly de Freitas.pdf: 838915 bytes, checksum: 5243e0ddc38034e898d34138a6918a11 (MD5) Previous issue date: 2007-03-02 / O presente trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Artropodologia Médica e Veterinária (LAMV) do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública da Universidade Federal de Goiás (UFG) e no Hospital das Clínicas (HC) da UFG, na cidade de Goiânia, Goiás, Brasil. Este objetivou conhecer a freqüência dos diferentes tipos de miíases diagnosticadas em pacientes do HC, seus vários agentes etiológicos e fatores associados. Também objetivou identificar a microbiota bacteriana presente em lesões do tipo pés diabéticos e úlceras de estase venosa de pacientes do Pronto Socorro e Ambulatório do Pé Diabético do HC / UFG. Para isto foram realizados dois estudos. No primeiro estudo, realizado no período de Fevereiro de 2005 a Agosto de 2006, larvas de Muscomorpha foram coletadas das miíases diagnosticadas em 66 pacientes atendidos no HC e, encaminhadas ao LAMV para identificação taxonômica. Foram observadas em ordem decrescente de freqüência as seguintes espécies: Cochliomyia hominivorax (62,12%), Sarcodexia lambens (12,12%), Dermatobia hominis (10,6%), Chrysomya albiceps (6,06%), Chrysomya megacephala (4,54%), Lucilia cuprina (1,51%), e Eristalis tenax (1,51%). Miíases obrigatórias foram as predominantes nos pacientes. A freqüência de miíases foi maior em indivíduos do sexo masculino, sobretudo na idade produtiva, seguida por mulheres, crianças e pacientes neurológicos e psiquiátricos. As miíases incidiram principalmente nos membros inferiores, em lesões de pele e tecido subcutâneo pré-existentes de pacientes portadores de patologias diversas, mas principalmente em diabéticos e neuropatas, seguido pela localização no couro cabeludo, no qual predominaram miíases do tipo furuncular dermal, mas também do tipo múltipla, em associação com pediculose e impetigo. A freqüência de miíases foi maior em pacientes de baixo nível sócio-econômico. A higiene precária e o abandono vivido por diversos pacientes, com curativos em mau estado, úmidos de secreção e/ou com presença de tecidos necróticos, foram fatores importantes na incidência de miíases. Para corrigir esta situação, educação e medidas sanitárias se fazem necessárias. No Segundo estudo foram incluídos 79 pacientes portadores de lesões de membros inferiores, atendidos no HC. Sendo 50 pacientes diabéticos e 29 pacientes com úlcera de estase. A coleta de material foi realizada com swab de algodão produzidos pelo próprio hospital para realização de cultura e teste de sensibilidade antimicrobiana, correspondendo ao total 104 culturas desses 79 pacientes. Isolaram-se 14 espécies bacterianas em 104 amostras. Destas, 12 (11,54%) não apresentaram desenvolvimento microbiano. Os cocos Gram positivos foram caracterizados fenotipicamente como Staphylococcus aureus 20 amostras (19,23%), e Staphylococcus epidermidis sete (6,73%). Dentre os bastonetes Gram negativos identificou-se Pseudomonas aeruginosa 22 (21,15%); uma amostra de Pseudomonas sp. (0,96%), Escherichia coli, 14 (13,46%), Proteus mirabilis, oito (7,69%), Enterobacter sp 7sete (6,73%), Proteus vulgaris, três (2,88%), Enterobacter aerogenes, duas (1,92%), Providencia stuartii, duas (1,92%), e as demais com uma amostra cada (0,96%): Citrobacter sp, Enterobacter cloacae, Klebsiella pneumoniae, Klebsiella oxytoca, Morganella morganii, Proteus penneri. Os microrganismos isolados das lesões de membros inferiores (pé diabético e úlcera de estase venosa) incluíram germes Gram positivos e Gram negativos, sendo Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa e Escherichia coli os mais freqüentes. O perfil de suscetibilidade mostrou resistência para ampicilina, a associação de ampicilina e sulbactan apresentou menor resistência apenas de Staphylococcus aureus. Ciprofloxacina foi eficaz na maioria dos casos (52%, 66%, 50%) respectivamente, entretanto, Pseudomonas aeruginosa mostrou-se multi-resistente. A necessidade de associação de antibióticos contra Gram positivos e Gram negativos ainda se justifica considerando os resultados, pela falta de drogas que atuem isoladamente bem nas diversas espécies de bactérias. / O presente trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Artropodologia Médica e Veterinária (LAMV) do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública da Universidade Federal de Goiás (UFG) e no Hospital das Clínicas (HC) da UFG, na cidade de Goiânia, Goiás, Brasil. Este objetivou conhecer a freqüência dos diferentes tipos de miíases diagnosticadas em pacientes do HC, seus vários agentes etiológicos e fatores associados. Também objetivou identificar a microbiota bacteriana presente em lesões do tipo pés diabéticos e úlceras de estase venosa de pacientes do Pronto Socorro e Ambulatório do Pé Diabético do HC / UFG. Para isto foram realizados dois estudos. No primeiro estudo, realizado no período de Fevereiro de 2005 a Agosto de 2006, larvas de Muscomorpha foram coletadas das miíases diagnosticadas em 66 pacientes atendidos no HC e, encaminhadas ao LAMV para identificação taxonômica. Foram observadas em ordem decrescente de freqüência as seguintes espécies: Cochliomyia hominivorax (62,12%), Sarcodexia lambens (12,12%), Dermatobia hominis (10,6%), Chrysomya albiceps (6,06%), Chrysomya megacephala (4,54%), Lucilia cuprina (1,51%), e Eristalis tenax (1,51%). Miíases obrigatórias foram as predominantes nos pacientes. A freqüência de miíases foi maior em indivíduos do sexo masculino, sobretudo na idade produtiva, seguida por mulheres, crianças e pacientes neurológicos e psiquiátricos. As miíases incidiram principalmente nos membros inferiores, em lesões de pele e tecido subcutâneo pré-existentes de pacientes portadores de patologias diversas, mas principalmente em diabéticos e neuropatas, seguido pela localização no couro cabeludo, no qual predominaram miíases do tipo furuncular dermal, mas também do tipo múltipla, em associação com pediculose e impetigo. A freqüência de miíases foi maior em pacientes de baixo nível sócio-econômico. A higiene precária e o abandono vivido por diversos pacientes, com curativos em mau estado, úmidos de secreção e/ou com presença de tecidos necróticos, foram fatores importantes na incidência de miíases. Para corrigir esta situação, educação e medidas sanitárias se fazem necessárias. No Segundo estudo foram incluídos 79 pacientes portadores de lesões de membros inferiores, atendidos no HC. Sendo 50 pacientes diabéticos e 29 pacientes com úlcera de estase. A coleta de material foi realizada com swab de algodão produzidos pelo próprio hospital para realização de cultura e teste de sensibilidade antimicrobiana, correspondendo ao total 104 culturas desses 79 pacientes. Isolaram-se 14 espécies bacterianas em 104 amostras. Destas, 12 (11,54%) não apresentaram desenvolvimento microbiano. Os cocos Gram positivos foram caracterizados fenotipicamente como Staphylococcus aureus 20 amostras (19,23%), e Staphylococcus epidermidis sete (6,73%). Dentre os bastonetes Gram negativos identificou-se Pseudomonas aeruginosa 22 (21,15%); uma amostra de Pseudomonas sp. (0,96%), Escherichia coli, 14 (13,46%), Proteus mirabilis, oito (7,69%), Enterobacter sp 7sete (6,73%), Proteus vulgaris, três (2,88%), Enterobacter aerogenes, duas (1,92%), Providencia stuartii, duas (1,92%), e as demais com uma amostra cada (0,96%): Citrobacter sp, Enterobacter cloacae, Klebsiella pneumoniae, Klebsiella oxytoca, Morganella morganii, Proteus penneri. Os microrganismos isolados das lesões de membros inferiores (pé diabético e úlcera de estase venosa) incluíram germes Gram positivos e Gram negativos, sendo Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa e Escherichia coli os mais freqüentes. O perfil de suscetibilidade mostrou resistência para ampicilina, a associação de ampicilina e sulbactan apresentou menor resistência apenas de Staphylococcus aureus. Ciprofloxacina foi eficaz na maioria dos casos (52%, 66%, 50%) respectivamente, entretanto, Pseudomonas aeruginosa mostrou-se multi-resistente. A necessidade de associação de antibióticos contra Gram positivos e Gram negativos ainda se justifica considerando os resultados, pela falta de drogas que atuem isoladamente bem nas diversas espécies de bactérias.

Page generated in 0.0878 seconds