• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 979
  • 12
  • 12
  • 12
  • 11
  • 11
  • 11
  • 9
  • 8
  • 7
  • 7
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • Tagged with
  • 202
  • 181
  • 171
  • 147
  • 138
  • 112
  • 90
  • 84
  • 81
  • 80
  • 80
  • 79
  • 74
  • 72
  • 66
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
61

O discurso como um elemento de articulação entre a arqueologia e a genealogia de Michel Foucault / The speech as an element of the link between archaeology and genealogy of Michel Foucault

Vandresen, Daniel Salésio 30 June 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2017-07-10T18:26:18Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Daniel Salesio Vandresen.pdf: 408534 bytes, checksum: 0388282cb56249c208b29e1693770699 (MD5) Previous issue date: 2008-06-30 / This paper aims to examine and make some form of discourse analysis proposed by Michael Foucault, as a means able to articulate the archaeological projects and pedigree. This approach enables ask the two moments of philosophy foucaultiana not as independent periods, in which a arises in terms of opposition or exceeded the previous, but, by contrast, show how two ventures that complement. To perform this task if you want to investigate the path of configuring the archaeological analysis, showing that this project is an instrument of Foucault alternative for the anthropological conceptions of modernity. In the description of archaeology, first moved to their remoteness regarding epistemological approach, then presents the analysis of the speech as fundamental to understand the discontinuity that make up the orders of knowledge. Finally, it is understood that the enterprise herd must be understood as a draft analysis that gives rise to what was already present in archaeology, but still had not emerged as a particular area of analysis: the relationship of power. Foucault says in the work Microfísica of Power (1979) but that did not use the word power as a field of analysis in the works prior to 1968, he was in the know. This assertion can be inferred that the movements of thought of Foucault not involve a division between a static phase dominated the know (archaeology) and one where the predominant power (genealogical). What unites and differentiates its analysis is not a subject to which they relate, but, rather, the area where they are located. While the archaeology want to describe the speech to reveal how knowing it appears regulated, the pedigree or show how the discursive practices are a know-power that allows the exercise of power. Thus, the description of the regularity of archaeological speeches allows the pedigree locate the points of struggle in which the intellectual must exercise their criticism. For Foucault the speech is presented as a complex reality and that, therefore, we must analyze it in different levels. First, the speech appears as a regulated, on the other hand, it is controversial and strategic. My criticism of archaeology and genealogy are the modern constituent of the subject can only take place where there knowledge and power have been housing: in the speech. Finally it is shown that both the archaeology as the pedigree are part of the proposed Foucault's philosophy of doing a critical task of this through the problematization of thought as an event. / O presente trabalho tem como objetivo analisar e apresentar certa modalidade de análise do discurso proposto por Michael Foucault, como um meio capaz de articular os projetos arqueológico e genealógico. Esta perspectiva permite indagar os dois momentos da filosofia foucaultiana não como períodos independentes, em que um se coloca em termos de oposição ou de superação ao anterior, senão que, pelo contrário, mostrar como dois empreendimentos que se complementam. Para realizar essa tarefa pretende-se investigar a trajetória de configuração da análise arqueológica, evidenciando que este projeto de Foucault constitui um instrumento alternativo em relação as concepções antropológicas da modernidade. Na descrição da arqueologia, primeiro desenvolve-se seu afastamento em relação a abordagem epistemológica, depois apresenta-se a análise do discurso como fundamental para compreender a descontinuidade que compõe as ordens dos saberes. Por fim, compreende-se que o empreendimento genealógico deve ser entendido como uma proposta de análise que faz aparecer o que já estava presente na arqueologia, mas que ainda não havia surgido como um domínio específico de análise: as relações de poder. Foucault declara na obra Microfísica do Poder (1979) que embora não tenha usado a palavra poder como um campo de análise nas obras anteriores a 1968, ele estava presente no saber. Desta afirmação pode-se inferir que os movimentos do pensamento de Foucault não implicam uma divisão estática entre uma fase onde predomina o saber (arqueologia) e outra onde predomina o poder (genealógica). O que une e diferencia suas análises não é o objeto a que se referem, mas, antes, o domínio em que se situam. Enquanto a arqueologia pretende descrever o discurso para revelar como o saber nele aparece regulado; a genealogia quer mostrar como nas práticas discursivas há uma relação saber-poder que permite o exercício do poder. Deste modo, a descrição arqueológica da regularidade dos discursos permite a genealogia localizar os pontos de luta em que o intelectual deve exercer sua crítica. Para Foucault o discurso apresenta-se como uma realidade complexa e que, por tanto, é preciso analisá-lo em diferentes níveis. Por um lado, o discurso aparece como um conjunto regulado; por outro lado, mostra-se polêmico e estratégico. Assim, a crítica que arqueologia e genealogia fazem a concepção moderna do sujeito constituinte só pode realizar-se onde o saber e o poder vêm se alojar: no discurso. Enfim, demonstra-se que tanto a arqueologia quanto a genealogia fazem parte da proposta de Foucault de fazer da filosofia uma tarefa crítica do presente através da problematização do pensamento como um acontecimento.
62

Políticas estéticas e ocupações poéticas: uma genealogia (im)possível a partir do concretismo brasileiro / Aesthetic politics and poetical occupations: an (im)possible genealogy from the Brazilian concretism

Fernanda Ferreira Marcondes Nogueira 09 March 2010 (has links)
Que potencialidade ainda mantém a poesia concreta? O que pode permitir que essa poética continue intervindo no presente? Restabelecendo o vínculo com as tendências construtivas que surgem no Brasil da metade do século XX e tomando a poesia concreta como referência multidimensional, evidenciamos alguns conflitos inscritos nas políticas estéticas e no seu projeto político para propor outra genealogia que não se baseia somente na sua análise formal, mas que busca entender como essa estética radical penetra no social, na rua, no cotidiano, nos meios de comunicação e reverbera nas redes artísticas alternativas. Indicamos também algumas discussões que tentaram constituir e delimitar a poesia concreta, contrapostas às suas derivas, que subvertem definições e enquadres temporais designados pela historiografia literária. Assim, a primeira parte apresenta um panorama macropolítico no qual esta e outras produções se inscrevem para, nos capítulos seguintes, apontar formas de resistência micropolíticas. / What potentiality still remains concrete poetry? What can allow it to continue to intervene in the present? By re-establishing their link with constructive art tendencies emerged in Brazil since 1950s, and taking concrete poetry as a multidimensional experience, we expose some of the conflicts inscribed in the politics of aesthetics of concrete poetry political project to put forward a different genealogy which is not based on its formal analysis only. Rather, how those radical aesthetics pervades the social structure, the public sphere, the common and the mass communication medium, echoing through the alternative artistic networks. We also point out some discussions that have been attempting to constitute or demarcate concrete poetry in an opposite way of its motives that subvert definitions and bring down the temporal frame of literary historiography. In this way, the first section proposes a macro-political panorama of this poetry production, in the following sections, some different ways of micropolitical resistance are emphasized.
63

A genealogia das relações de gênero no Brasil através dos discursos das colunas de Clarice Lispector em 1959 e em 1960 / The genealogy of gender relations in Brazil through the speeches of Clarice Lispector speakers in 1959 and 1960.

Sopelsa, Kaoana 03 March 2017 (has links)
Submitted by Neusa Fagundes (neusa.fagundes@unioeste.br) on 2018-02-20T20:03:08Z No. of bitstreams: 2 Kaoana_Sopelsa2017.pdf: 1362261 bytes, checksum: 141a880dd8e52fdaa162d2f90c23d5a0 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Made available in DSpace on 2018-02-20T20:03:08Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Kaoana_Sopelsa2017.pdf: 1362261 bytes, checksum: 141a880dd8e52fdaa162d2f90c23d5a0 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2017-03-03 / CLARICE LISPECTOR ACTED AS A COLUMN OF NEWSPAPERS IN THE MIDDLE CENTURY, ADVISING WOMEN ABOUT CONDUCTS, FORMULATING A POSSIBLE STEREOTYPE OF WOMAN. THROUGH THE BOOK FEMALE COURIER WE CONTACT THE AUTHOR'S SPEECH, WHERE THE ANALYSIS OF THE SPEECH ALLOWED US TO IDENTIFY THE DISCURSIVE OPERATION THAT GENEALOGICALLY PERCORNED FROM THE HIGH TO THE DOWN, PERPASSING BY THE DEVICES OF THE NORMATIVE SPEECH THE AUTHOR LIVES. THE FUNDAMENTAL ISSUE TO BE ANSWERED IS HOW THE AUTHOR IS POSITIONED ABOUT THE SOCIAL ROLES OF GENDER IN THE PERIOD REFERRED TO, CONSIDERING THE IMPACT THAT THEY PROVIDED IN FORMAL AND INFORMAL EDUCATION, AS A REFLECTION OF THE INFLUENCES AND DISCURSIVE INTERFERENCES. THE MAJOR PART OF THE EFFECTIVE SPEECH KEEPS THE FEMININE STAND, OF WOMAN WHO IS MOTHER AND WIFE, AND WELL SUCCESSFUL WHEN PRETTY. THERE ARE MOMENTS IN WHICH THE AUTHOR SEEMS TO TRANSGRESS THIS NORMATIVE SPEECH, BUT RETURN TO THE ARCHETYPE, BUT THEIR TRANSGRESSIONS BRING SIGNIFICANT REFLECTIONS ON THE NORMATIVITY.KEY WORDS: GENDER PAPERS, INFORMAL EDUCATION, CLARICE LISPECTOR JOURNALIST, FEMALE COLUMNS. / CLARICE LISPECTOR ATUOU COMO COLUNISTA DE JORNAIS EM MEADOS DO SÉCULO XX, ACONSELHANDO MULHERES ACERCA DE CONDUTAS, FORMULANDO UM POSSÍVEL ESTEREÓTIPO DE MULHER. ATRAVÉS DO LIVRO CORREIO FEMININO ENTRAMOS EM CONTATO COM O DISCURSO DA AUTORA, ONDE A ANÁLISE DO DISCURSO NOS PERMITIU IDENTIFICAR O FUNCIONAMENTO DISCURSIVO QUE GENEALOGICAMENTE PERCORREU DO ALTO AO BAIXO, PERPASSANDO PELOS DISPOSITIVOS DO DISCURSO NORMATIVO QUE A AUTORA VIVENCIA. A QUESTÃO FUNDAMENTAL A SER RESPONDIDA É COMO A AUTORA SE POSICIONA ACERCA DOS PAPÉIS SOCIAIS DE GÊNERO NO PERÍODO REFERIDO, CONSIDERANDO O IMPACTO QUE ELES PROPORCIONARAM NA EDUCAÇÃO FORMAL E INFORMAL, COMO REFLEXO DAS INFLUÊNCIAS E DAS INTERFERÊNCIAS DISCURSIVAS. A MAIOR PARTE DO DISCURSO EFETIVADO MANTÉM O PADRAO FEMININO, DE MULHER QUE É MÃE E ESPOSA, E BEM-SUCEDIDA QUANDO BONITA. HÁ MOMENTOS EM QUE A AUTORA PARECE TRANSGREDIR ESSE DISCURSO NORMATIVO, PORÉM RETORNANDO AO ARQUÉTIPO, MAS SUAS TRANSGRESSÕES TRAZEM SIGNIFICATIVAS REFLEXÕES SOBRE A NORMATIVIDADE.
64

O recolhimento dos meninos: por uma genealogia da ordem pedagógica brasileira. / The retirement the boys: for a genealogy of the brazilian pedagogical order.

André Marcio Picanço Favacho 31 March 2008 (has links)
É preciso ganhar e recolher os filhos dos gentios, diz uma máxima jesuítica. Isso resultou numa multiplicidade de práticas educativas, gerando uma ordem pedagógica aplicável aos meninos tupinambás no Brasil-Colônia. Visamos, então, saber que elementos compõem essa ordem pedagógica quinhentista, pois tal ordem foi o tipo de discurso aplicado aos meninos indígenas durante sua educação. Como os jesuítas já recolhiam estudantes antes de vir para o Brasil, resolvemos panoramicamente saber como isso se dava. Denominaremos recolhimento dos meninos o dispositivo que materializou a prática educativa, própria do Ocidente. Tal dispositivo, retira esta tese do passado e a lança como problematizadora do presente, pois recolher e entregar são mais do que simples palavras, são discursos que ajudaram a construir, nesse caso, uma certa ordem pedagógica. Sobre isso, Foucault nos orienta. Afinal, por que razão, em meio a tantos descasos, entregamos e recolhemos as crianças às escolas? Sem meta explícita, esta tese acabou por questionar a noção de recolhimento como a primeira etapa da educação no Brasil. Porém, num exame mais apurado, descobrimos que o recolhimento é muito mais um dispositivo, uma prática, do que uma instituição em si. Se a escolarização brasileira só vai ganhar força no século XX, parece-nos, que o recolhimento foi uma prática que cotejou os primeiros anos desse século, fazendo, por exemplo, professores irem até as fazendas levantar o censo dos meninos para abrir escolas públicas. O recolhimento é a base discursiva da ordem pedagógica que atravessou a colônia brasileira e, quiçá, mesmo abandonado nos dias de hoje, ainda é utilizado pelos profissionais da área de educação, servindo, inclusive, como justificativa para barganhar as verbas públicas. / Its necessary to gain and retire the heathens sons: its a Jesuit axiom. That resulted in a great number of educational practices, conceiving a pedagogical order, applicable to the Tupinambas boys of Brazil-Colony. Then, we have aimed at knowing which elements made up this pedagogical order in the sixteenth century, for such an order was the kind of speech applied to the indigenous boys throughout the course of their education. Jesuits had already retired students before coming to Brazil, therefore we have decided to know it happened, why this became a western educational practice, removing this thesis from the past and throwing it to the present, because to retire and to give are move than simple words: they are speeches that have helped to set a pedagogical order up. On this we have Foucault guidance. After all, why we give and retire children to the schools? Without an explicit goal, this thesis has come to question the notion of retiring as the first stage of the education in Brazil. Yet, through a more refined analysis, we have found out that retiring is much more a device, a practice, than an institution. Insofar as Brazilian schooling will get strength during the twentieth century, we think that retiring made teachers go to farms to count boys in order to open public schools. Nowadays, retiring and guarding is still of use by the educations staff and may justify the bargain for public budget.
65

Dinâmica e genealogia de modelos de evolução / Dynamics and genealogy of evolution models

Milton Taidi Sonoda 21 February 2001 (has links)
Nesse trabalho investigamos através de simulações numéricas a evolução da composição genética de uma população, dando atenção especial ao processo dinâmico conhecido como catraca de Muller, que é responsável pela degradação da população devido ao acúmulo de mutações deletérias em populações finitas. Consideramos também a genealogia dos indivíduos em uma população sob a ação da catraca de Muller. Ainda, investigamos analiticamente o limite determinístico do modelo, no qual o tamanho da população é infinito, onde o processo da catraca não atua. O relevo replicativo, ou seja, a função que mapeia a carga genética de um indivíduo com a sua probabilidade de reprodução utilizado nesse trabalho é uma generalização do relevo originalmente proposto por Muller para ilustrar o processo da catraca. Adicionamos a esse relevo um parâmetro de epistase que simula a interação entre os sítios das seqüências dos indivíduos. A escolha desse parâmetro determina três tipos possíveis de epistase: (i) sinergística, no qual as mutações ficam cada vez mais deletérias com o número de mutações já existentes; (ii) atenuante, no qual o efeito deletério de uma nova mutação é atenuado; e (iii) multiplicativa, no qual as novas mutações causam danos idênticos, independentemente do número anterior de mutações / In this work we investigate through numerical simulations the evolution of the genetic composition of a population, giving emphasis to the dynamic process termed Muller\'s ratchet, which is responsible for the degradation of the population due to the accumulation of deleterious mutations in finite populations. We consider also the genealogy of the individuals evolving in a population under the effect of the Muller\'s ratchet. In addition, we investigate analytically the deterministic limit of the model, in which the population size is infinite, where ratchet process does not act. The replication landscape, i.e., the function that maps the genetic load of an individual on its probability of reproduction used in this work is a generalization of that originally considered by Muller to illustrate the process of the ratchet. In particular, we add to that landscape a parameter of epistasis that models the interactions among the sites of the sequences of the individuals. The tunning of this parameter determines three different types of epistasis: (i) synergistic, where the mutations become more deleterious with the number of mutations already present; (ii) diminishing, where the deleterious effect of a new mutation is attenuated; and (iii) multiplicative, where the new mutations cause identical damages, independently of the previous number of mutations
66

Genealogia da crítica da cultura: um estudo sobre a Filosofia das formas simbólicas de Ernst Cassirer / The genealogy of the critic of culture: a study on The philosophy of the symbolic forms of Ernst Cassirer

Rafael Rodrigues Garcia 15 October 2010 (has links)
O presente trabalho tem por objetivo apresentar as principais questões envolvidas no projeto da Filosofia das Formas Simbólicas de E. Cassirer, nome da obra considerada sua maior contribuição para a história da filosofia. Abordamos as questões epistemológicas e contextuais que motivam a elaboração da obra, sua estrutura e seus principais postulados metodológicos para, finalmente, entendermos os resultados de sua proposta, qual seja, transformar a crítica da razão iniciada por Kant numa crítica da cultura humana, entendendo por esta última o conjunto de todas as manifestações do espírito em sua atividade, caracterizada como um processo de autolibertação em relação à imediaticidade da vida. Para tanto, são apontados os principais interlocutores de Cassirer ao longo do desenvolvimento de seu programa filosófico, bem como as tendências filosóficas em relação às quais o filósofo quer marcar posição. / This text aims to show some of the main issues involved in the Project of The Philosophy of the Symbolic Forms of Ernst Cassirer, name of the work which turns out to be considered as his major contribution to the history of Philosophy. We dealt with epistemological and contextual issues that motivate the elaboration of Cassirers work, its structure and its main methodological postulates to, eventually, understand the results of his proposal, that is, to transform Kants critic of reason in a critic of human culture, understanding by the latter the set of all manifestations of spiritual activity, characterized as a process of self-liberation from the immediacy of life. To do so, we point Cassirers main interlocutors throughout the development of his philosophical project, as well as the philosophical tendencies which the philosopher wants to differentiate his own work from.
67

Responsabilidade e imputação: genealogia do direito / Responsability and attribution: genealogy of law

Thaís Helena Smilgys 22 April 2014 (has links)
O presente trabalho trata de investigar os conceitos responsabilidade e imputação em sua historicidade, isto é, sob o prisma genealógico da formação cultural do direito. O trabalho de pesquisa, assim, consiste em acompanhar, a partir de um várias perspectivas contemporâneas, a evolução das diversas significações destes conceitos, relacionando-os ao conceito de sujeito. Daí, deter-se em dois conceitos específicos que aparecem ao longo da pesquisa, trata-se de proceder a um trabalho de dissertação, o qual abarcará a investigação textual da inter-relação de tais conceitos sob o escopo crítico-genealógico do surgimento do direito. Do ponto de vista teórico, esperamos identificar a compreensão de direito, diante do processo formativo desempenhado pelas forças e instintos humanos. / The present work is to investigate the concepts of responsibility and attribution in its historicity, that is, through the prism of cultural formation of Law. The research, therefore, is to monitor, from a number of contemporary perspectives, the evolution of the various meanings of these \"concepts\", relating them to the concept of the subject. Then the claim to study two specific concepts that appear throughout the research. It is to make a discussion, which will cover the investigation of textual interrelation of these concepts within the scope critical-genealogical emergence of the right. From the theoretical point of view, we hope to identify the understanding of Law and therefore the subject of right, before the process played by forces and human instincts.
68

Representação política e accountability eleitoral: genealogia e crítica / Political representation and electoral accountability: genealogy and critique

Pedro Ernesto Vicente de Castro 23 February 2018 (has links)
Essa dissertação tem dois objetivos. O primeiro é fazer uma genealogia da mais popular concepção de representação na ciência política: a do accountability eleitoral. A teoria do accountability eleitoral é um produto da reflexão teórica e normativa da ciência política de meados do século XX em diante, especialmente de duas literaturas. Uma é a de congruência ou responsividade, que adota a congruência entre as preferências por políticas ou a ideologia do representante e aquelas do representado como ideal normativo. A outra é a do voto retrospectivo, que encontra sua versão mais sofisticada nos modelos de agência política. Para essa literatura, normativamente atraente é a seleção de representantes competentes, que entreguem bons resultados. Ambas especificam a relação entre eleições e representação: por meio das eleições, o representado consegue fazer o representante lhe entregar o que ele quer. A primeira parte do trabalho reconstrói a trajetória dessas duas literaturas, ressaltando seus impasses. O principal desses impasses envolve a bem documentada desinformação do eleitor: como eleitores desinformados podem controlar seus representantes? O segundo objetivo é avaliar a teoria do accountability eleitoral à luz das evidências empíricas pertinentes. Para tanto, o trabalho investiga as evidências sobre o problema da desinformação do eleitor, e de sua competência em geral. O saldo das evidências recomenda ceticismo a respeito do accountability eleitoral. Diante disso, o que podemos então esperar da representação política? O trabalho sugere que um caminho é inverter a perspectiva do accountability eleitoral e enxergar a representação política como uma relação em que o representante é quem mobiliza, de cima para baixo, o representado. O apoio político do representado é um recurso que o representante tenta angariar para perseguir seus próprios objetivos políticos. Esse pode ser um caminho para reconciliar a teoria da representação com o fenômeno da liderança política. / This thesis has two goals. The first one is to put together a genealogy of the most popular conception of representation in political science: that of electoral accountability. The theory of electoral accountability is a product of theoretical and normative reflection of political science from mid-20th century on, and especially of two different literatures. One is the literature on policy congruence or policy responsiveness, which takes congruence between the representatives and the constituents policy preferences or ideology as a normative ideal. The other one is the retrospective voting literature, which finds its most sophisticated version in political agency models. For this literature, what is normatively appealing is the selection of competent representatives, who are able to deliver good results. Both literatures specify the connection between elections and representation: through elections, constituents can get representatives to deliver what they want. The first part of this work retells these literatures trajectories, point out their impasses. The main one regards voters well documented lack of information: how can uninformed voters control their representatives? This works second aim is to assess the theory of electoral accountability in light of the pertinent empirical evidence. In order to do so, the work investigates the evidence on the problem of voters lack of information and voter competence in general. The balance of the evidence suggests skepticism towards electoral accountability. Given this, what can we expect from political representation? The thesis suggests that a possible path is to reverse the point of view of electoral accountability and see political representation as a top-down relationship in which representatives mobilize constituents. Constituents political support is a resource that representatives try to gather in order to pursue their own political objectives. This can be a way to reconcile the theory of representation with the phenomenon of political leadership.
69

Nietzsche e a genealogia da verdade / Nietzsche and the genealogy of truth

Ãtila BrandÃo Monteiro 23 March 2016 (has links)
CoordenaÃÃo de AperfeÃoamento de Pessoal de NÃvel Superior / A presente dissertaÃÃo objetiva fornecer uma interpretaÃÃo acerca do conjunto de reflexÃes desenvolvidas pelo filÃsofo alemÃo Friedrich Nietzsche em torno da noÃÃo de verdade. Tal reflexÃo à realizada a partir dos diferentes pontos de vista presentes em sua obra, procurando observar como se articulam as ideias de verdade e de vida, tendo como fio condutor a noÃÃo de âvontade de verdadeâ. Procuro, por um lado, articular os momentos em que o filÃsofo empreende crÃticas à noÃÃo de verdade, direcionadas primeiramente Ãs verdades da metafÃsica, mas que apontam e investigam, ao mesmo tempo, para a noÃÃo de veracidade, na medida em que esta passa a ser entendida como a provÃvel origem daquela. Em seguida, intento entender, na esteira da reflexÃo sobre a veracidade, como Nietzsche desenvolve esta crÃtica e dà a ela um novo direcionamento com um sentido existencial e normativo (uma vez que elege um critÃrio a partir do qual à possÃvel avaliar o valor dos valores morais), a partir da elaboraÃÃo do seu procedimento genealÃgico. O resultado de tais reflexÃes sÃo essenciais para a compreensÃo da ideia de vontade de verdade e, igualmente, de um sentido possÃvel da noÃÃo verdade para o filÃsofo. / This dissertation aims to provide an interpretation about the set of reflections developed by the German philosopher Friedrich Nietzsche around the notion of truth. Such reflection is carried out from different points of view present in his work, trying to observe how articulate the ideas of truth and life, with the thread of the notion of "will to truth". I seek, on the one hand, articulate the moments in which the philosopher undertakes criticism of the notion of truth, first directed to the metaphysical truths, but pointing and investigating at the same time, to the notion of veracity, as it passes the it is understood as the likely source of that. Then attempt to understand, in the wake of reflection on the veracity, how Nietzsche develops this critical and gives it a new direction with an existential and normative sense (since elects a criterion from which to assess the value of moral values), from the preparation of its genealogical procedure. The result of such reflections are essential to understanding the âwill to truthâ idea and also a possible sense of the truth to the philosopher.
70

Element for a genealogy of contemporary child subjectivity based on critical-scientific discourses about childhood / Elementos para uma genealogia da subjetividade infantil contemporÃnea, a partir da anÃlise dos discursos crÃtico-cientÃficos sobre a infÃncia.

Erica Atem GonÃalves de AraÃjo Costa 26 April 2006 (has links)
FundaÃÃo de Amparo à Pesquisa do Estado do Cearà / CoordenaÃÃo de AperfeiÃoamento de Pessoal de NÃvel Superior / This research discusses the naturalization of the idea of a âchild with a sayâ in contemporary critical-scientific discourses. This conception was constituted in these discourses so as to criticize the idea of modern childhood, related, among other things, to notions of immaturity and dependence on adults. The figure of subjectivity âchild with a sayâ is used to justify an ensemble of varied practices â juridical (âchild-witnessâ), political (âcitizen child"), mediatic (âprotagonist childâ), educational (âcompetent childâ) â which aims at investing on the child figure for which the constitution of a child as a subject of opinion and representation is determinant. The analysis of this discursive field â which comprises Sociology of Childhood, Anthropology of Childhood, Pedagogy of Childhood and Social Psychology â based on M. Foucaultâs archaeo-genealogy, identified the kinds of statements present in this network, as well as the kind of discourse used. It was noticed that the functioning of these discourses depends on some presuppositions, which, in this research, are denominated mechanisms of critical discursivity. They are: the development of the concept representations of childhood and child, the constitution of the adult as an interdictor, the rediscovery of childhood, speech as a natural possibility and the idealization of the âchildhood with a speechâ. It was concluded that such presuppositions cooperate to produce the âchildhood with a speechâ as evidence, to which knowledge must devote itself and experience. Finally, an assemblage of investigation lines were elaborated and served as a base for the constitution of a genealogy of this subjectivity figure, typical of present times. / Esta pesquisa discute a naturalizaÃÃo da idÃia da âcrianÃa com vozâ pelos discursos crÃtico-cientÃficos contemporÃneos. Essa concepÃÃo foi constituÃda nesses discursos com o objetivo de estabelecer uma crÃtica à idÃia de infÃncia moderna, ligada, dentre outras coisas, Ãs noÃÃes de imaturidade e dependÃncia em relaÃÃo ao adulto. A figura de subjetividade âcrianÃa com vozâ à utilizada para justificar um conjunto de prÃticas variadas - jurÃdicas (âcrianÃa-testemunhaâ), polÃticas (âcrianÃa cidadÃâ), midiÃticas (âcrianÃa protagonistaâ), educativas (âcrianÃa competenteâ) - que tÃm como alvo um tipo de investimento sobre o corpo infantil para o qual à determinante a constituiÃÃo da crianÃa como sujeito de opiniÃo e representaÃÃo. A anÃlise deste campo discursivo - do qual fazem parte a Sociologia da infÃncia, a Antropologia da infÃncia, a Pedagogia da infÃncia, a Psicologia social - a partir da arqueogenealogia de M. Foucault, levou à identificaÃÃo dos tipos de enunciado presentes nesta rede, assim como do tipo de discursividade em jogo. Viu-se que o funcionamento desses discursos depende de alguns pressupostos, os quais se denominam, nesta pesquisa, dispositivos da discursividade crÃtica. SÃo eles: a evoluÃÃo das concepÃÃes de infÃncia e crianÃa, a constituiÃÃo do adulto como um interditor, a redescoberta da infÃncia, a fala como uma possibilidade natural e a idealizaÃÃo da âinfÃncia que falaâ. Concluiu-se que tais pressupostos concorrem para a produÃÃo da âinfÃncia que falaâ como uma evidÃncia, à qual os saberes devem se dedicar a conhecer. Por Ãltimo, elaborou-se um conjunto de linhas de investigaÃÃo que poderiam servir de base à constituiÃÃo de uma genealogia dessa figura de subjetividade caracterÃstica do presente.

Page generated in 0.0927 seconds