• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 12
  • Tagged with
  • 12
  • 12
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A feminilidade doente ou de como um saber vai sendo esquecido

Silva, Maria Escolástica Álvares da 18 June 1993 (has links)
Orientador : Antonio Muniz de Rezende / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação / Made available in DSpace on 2018-07-18T12:44:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Silva_MariaEscolasticaAlvaresda_D.pdf: 11297671 bytes, checksum: 966678408645103747aa87e609960957 (MD5) Previous issue date: 1993 / Resumo: Nosso estudo visa estabelecer o conceito de ¿feminidade¿ como um saber que foi se perdendo ao longo da história, particularmente com a instituição do sistema monoteísta patriarcal e a organização de uma certa estrutura psíquica fundada no recalque da cultura anterior. D}entro dessa nova organização a ¿feminidade¿ se tornou estruturalmente negativa, expressando por meio de mecanismos como o sintoma histérico e a subversidade social aquilo que outrora positivava-se como transcendência mística. Tentamos demonstrar esta hipótese através da instituição básica de uma dicotomia fundamental no ser humano que o divide em duas posições: ativa e passiva. Tomando a referencia psicanalítica do Falo como organizador dessas duas posições sexuais, encontramos duas estruturas não-simétricas e não complementares que confirmam a existência de um lugar topológico do ser para além da própria divisão sexual que o determina. A ele corresponde nossa definição de ¿feminidade¿, lugar de passividade e de transcendência, mas que foi transformado em submissão no sistema patriarcal. A esse lugar também corresponde um saber somente designável pela lógica para consistente, naquilo que vai além dos paradigmas clássicos da lógica forma / Doutorado / Filosofia e História da Educação / Doutor em Educação
2

A feminilidade e sua relação com o desamparo em Tchau e Retratos de Carolina de Lygia Bojunga

Wittitz, Marilene January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2015-02-05T20:12:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 328275.pdf: 1360885 bytes, checksum: 665a32e1b749cb6c9a05e2dd739e2045 (MD5) Previous issue date: 2014 / Este estudo produz enlaces entre psicanálise e literatura abordando a feminilidade em sua relação com o desamparo a partir dos pressupostos teóricos freudolacanianos, na perspectiva enfocada por Joel Birman, que considera a feminilidade como "revelação do que existe de erógeno no desamparo, sua face positiva e criativa". Realizou-se análise de duas obras de Lygia Bojunga: Tchau (1984) e Retratos de Carolina (2002), na intenção de buscar nos textos literários escolhidos uma interlocução entre a escrita da autora e os pressupostos psicanalíticos. Ou seja, verificar o que Lygia Bojunga nos ensina sobre a feminilidade e sua relação com o desamparo por intermédio da transformação de suas narrativas e do artifício da palavra escrita. Verificou-se que a principal contribuição das narrativas de Lygia está ligada a forma como ela produz seus textos, a forma como utiliza-se das figuras de linguagem e da função da linguagem. Tal produção aproxima-se da fala do analisante. As narrativas bojunguianas colocam o leitor em contato com algo para além do que foi estabelecido na escrita. O leitor vai produzindo o seu próprio texto a partir de sua leitura, seu percurso, sua travessia. Assim como numa análise, em que o analisante poderá transformar seu "romance familiar" num conto, não na direção de uma explicação, de dar um sentido, mas de abrir possibilidades de significações. O que interessa está nas entrelinhas, nas brechas... as quais podem oportunizar ao sujeito, a partir da função criativa da palavra, abordar seus impasses diante do encontro com o real.<br> / Abstract : This study produces links between psychoanalysis and literature addressing femininity in its relationshithe helplessness from freudolacanianos theoretical assumptions and perspective focused by Joel Birman, which considers femininity as "revelation of what exists in erogenous helplessness, his face positively and creative". We performed analysis of two works by Lygia Bojunga: Tchau (1984) and Retratos de Carolina (2002), the intention of searching in literary texts chosen a dialogue between author writing and psychoanalytic assumptions. In other words, check that Lygia Bojunga teaches us about femininity and its relationship with the helplessness through the transformation of your narratives and artifice of the written word. It appears that the main contribution of the narratives by Lygia is tied to how she produces her texts, how she uses of figures of speech and language function. This production comes to the speech of the analysand. The bojunguianas narratives put the reader in touch with something beyond what has been established in writing. The reader will producing your own text from your reading, your route, your journey. As an analysis , in which the analysand can turn your " family romance " in a story, not in the direction of an explanation to make sense , but open possibilities of meanings . What matters is between the lines, the gaps ... which may create opportunities to the subject from the creative function of the word, address the deadlocks before the encounter with the real.
3

Da costela de Adão: o recalque e a negativação do feminino em nossa cultura e psicanálise

Farias, Ana Maria Amorim de 30 November 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-28T20:39:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Ana Maria Amorim de Farias.pdf: 631376 bytes, checksum: 8e00692a001c07dae7c50327fe28b472 (MD5) Previous issue date: 2005-11-30 / The aim of this work is to reflect how female repression and negativization occur in our culture and in psychoanalysis. To reach this goal, I used the historical knowledge about the cult of the Great Goddess, all the cults related to sacred prostitution, the change of the vision of the magic world when human being lived nature as a continuum of himself. There was still no separation between sacred and profane, the passage to the subjugation of the goddess by gods and heroes until the conception of the individual and the consolidation of the Jewess-Christian monotheism. Within the psychoanalysis scope we will go through femininity and feminine concepts, according to Freud s reading, a lacanian theory about the other jouissance and Winnicott s formulation of the feminine element. Feminine, in this work, refers to the human dimension present in both men and women, but since inside and out of the psychoanalysis scope supperposition of woman and femininity to feminine has occurred, I will try to elucidate the fact. The way to deal with feminine and masculine dimension made in each historical moment, crosses and is crossed by the search of the meaning in the fundamental questions of the human condition: birth and maintenance of life, death, sex, the difference represented by the other and the transcendence search. I looked for the comprehension of the feminine with the objective of determining the importance of revalorization of life in communion and new ways of thinking and living the theory and the clinic, the human relationship and self dimension / O objetivo desta dissertação é refletir sobre o processo de recalque e a negativação do feminino na nossa cultura e na psicanálise. Para alcançar este objetivo utilizei do conhecimento histórico sobre o culto à grande Deusa; os cultos ligados à prostituição sagrada; a mudança da visão do mundo-mágico, quando o ser humano vivia a natureza como seu continuum e ainda não havia separação do sagrado e do profano; a passagem para a subjugação da deusa por deuses e heróis até a concepção de indivíduo e consolidação do monoteísmo judaico-cristão. Dentro do âmbito da psicanálise iremos percorrer o conceito de feminilidade e feminino, trazendo a leitura de Freud, um recorte da teoria lacaniana sobre o outro Gozo e a formulação do elemento feminino em Winnicott. O feminino dentro deste trabalho refere-se a uma dimensão do humano, presente em homens e mulheres mas, uma vez que dentro e fora do âmbito da psicanálise ocorreu uma sobreposição da mulher e da feminilidade ao feminino, tratarei de elucidar tal fato. A forma de se lidar com a dimensão do feminino e do masculino feita em cada momento histórico atravessa e é atravessada pela busca de sentido nas questões fundamentais da condição humana: a origem e a manutenção da vida, a morte, o sexo, a diferença que é o outro e a busca pela transcendência. Procurei a compreensão do feminino com o objetivo de assinalar a importância de uma revalorização da vida em comunhão, de novas formas de se pensar e viver a teoria e a clínica, as relações humanas e a dimensão do si mesmo
4

O retrato da mulher hoje: realidade e desejos

Moro, Giselda Aparecida [UNESP] 14 October 2002 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:29:04Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2002-10-14Bitstream added on 2014-06-13T18:58:25Z : No. of bitstreams: 1 moro_ga_me_assis.pdf: 547378 bytes, checksum: 036f79349d0289abdaeee0fef27e5216 (MD5) / Esta pesquisa objetiva conhecer aspectos do funcionamento psíquico da mulher na atualidade. Trabalhamos com mulheres que mantêm um relacionamento fixo com um companheiro, que tem filhos e que mantêm um vínculo de trabalho fora do lar. Foi utilizada a técnica de entrevista semi- estruturada e na análise dos dados utilizamos a teoria psicanalítica. Consideramos a mulher e o seu envolvimento com o trabalho, a maternidade, o relacionamento afetivo e a feminilidade. Percebemos mulheres que buscam em seu trabalho uma forma de ajuda-las a crescer. A maternidade mantém-se ainda como um espaço de realização pessoal para a maioria. E o relacionamento afetivo mostra-se como a área onde a mulher mais investe seus recursos buscando seu bem estar, investindo a sua afetividade na manutenção e crescimento deste relacionamento. Percebemos que a mulher tem buscado se valorizar mais, apesar de constatarmos que a submissão e falta de confiança em si mesma é uma constante no universo com o qual trabalhamos. / This research had the purpose to find out the aspects of women's phychic action at present. We worked with women who are keeping a permanent relationship with a partner, growing children and tied to a job out of home. The practice of semi-structured interviews was used as well as the psychoanalytical theory in the data analysis. We considered the women and their further engagement with work, motherhood, affective relationships and feminineness. We could notice that there are women who seek a way to improve themselves in their own jobs. Motherhood has still been considered as a space of personal achievement for most of them. And affective relationship appears as an area where women invest more their resources, having in mind their well being, and then investing their affection, to manage and develop that relationship. It was also noticed that those women have been trying to appreciate better themselves, despite the evidence of their submission and lack of self-reliance as a constant in the universe we have worked on.
5

A aula de educação fisica como reprodutora de estereotipos de genero a luz da experiencia no Colegio "Inem Santiago Perez" : Santa-Fé de Bogota-Colombia

Camacho Duran, Maria Victoria 10 July 1999 (has links)
Orientador: Silvana Venancio / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Fisica / Made available in DSpace on 2018-07-28T14:32:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 CamachoDuran_MariaVictoria_M.pdf: 4600383 bytes, checksum: 1911e2cce3c6fccb98a39df519b772d0 (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: Nesta pesquisa pretendeu-se explorar como através das aulas de Educação Física, se reproduzem estereótipos de gênero dada sua orientação biologista e esportivista que tem caracterizado a disciplina durante década. Foram utilizados depoimentos dos professores/as de Educação Física no colégio ¿IMEM Santiago Pérez¿, nos quais argumentam o trabalho em turmas divididas por sexo, a partir de uma entrevista semi-estruturada; entrevista que igualmente serviu de base para definir alguns pontos problemáticos que foram abordados em teses e, a partir dos quais, exploramos também a história da Educação física no país para entenderem melhor esta orientação. Abordamos a Colômbia, seu contexto político, econômico, e social, com o propósito de entender melhor como as realidades nacionais e internacionais afetam e se articulam na escola, a qual, através de seus currículos oculto e manifesto constroem identidades, entre elas as de gênero que são múltiplas e estão em permanente transformação. As diferenças sexuais se estabelecem partindo das diferenças biológicas feitas sobre os corpos, razão que nos levou a fazer uma abordagem histórica antropológica e sociológica do corpo, o sexo e o gênero, com o propósito de mostrar que este é produto de um construção cultural e não só natural. Esta situação acontece igualmente com os diferentes técnicas corporais, entre elas a ginástica e os esportes que, através da história tem dado resposta a diferentes necessidades de uma sociedade; impondo-se em todo este processo um modelo masculino, o androcêntrico, como única forma de olhar o mundo e de perceber as atividades físicas, ocasionando estereótipos de gênero na aula de Educação Física... Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: In this research we intended to explore how through physical education classes the gender stereotypes are reproduced based on their biological and sportive orientation which have been characterized this subject for decades. We used physical education teachers¿ statements at ¿IMEM Santiago Pérez¿ school. They base their work on groups divided by sex from an semi-strutured interview which was the base for defining some problematic points which were approached in this thesis. We also have explored the physical education history in that country from these points to understand better this orientation. We approached Colombia, in its political, economical and social contexts to better understand how the national and international realities influence and articulate in the school, which one, through its hidden and manifested curriculum builds identities. Among them we have the gender ones which are multiple and are permanently under transformation. Sexual differences are established from biological differences made on the bodies. That s what led us to make a historical, anthropological, and sociological approach of the body, the sex and the gender to show that this is a product of cultural building and not only natural. This situation occurs in the same way with different body techniques... Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Mestrado / Mestre em Educação Física
6

O espelho de Narciso : corpos e textos do consumo

Martinez, Fabiana Jordão 26 August 2003 (has links)
Orientador: Suely Kofes / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciencias Humanas / Made available in DSpace on 2018-08-03T17:31:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Martinez_FabianaJordao_M.pdf: 11286489 bytes, checksum: 950e4a59b0e6e1d7ef075f50af81f2d6 (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: Nesta dissertação de mestrado em Antropologia Social, busco me inserir nos debates sobre produção social de corpos e sujeitos dentro de suas condições culturais e sociais de existência. Vislumbrando o contexto da sociedade de consumo, analiso as relações entre a produção de corpos feitos para se tornar imagens em uma agência de modelos e de que forma este processo está engajado no contexto social de produção, circulação e representação de mercadorias na sociedade. Através da pesquisa de campo feita em uma agência de modelos e do acompanhamento de campanhas publicitárias e ensaios fotográficos, busco mostrar que a construção do modelo profissional é um processo ilustrativo de como o engajamento entre corporalidade e sujeitos também ocorre de modo intrínseco às lógicas que permeiam a trajetória dos objetos como mercadorias / Abstract: In this social anthropological master's dissertation, I intend to engage in the current dialogue about the social production of bodies within the framework of social and cultural conditions. Beginning with the context of a consumerist society, I will analyze the relations between forming a personal body image based on the images wanted by modeling agencies and how this process is engaged in the social production context, and in the circulation and representation of gods in the society. By the field research accomplished in a modeling agency and the observation of advertisement and photographic works, I intend to show how the construction of the professional model is an illustrative process that gives clear insights in to the engagement between bodiliness and subjects. This engagement compliments a logic that permeates the trajectory of objects as goods / Mestrado / Mestre em Antropologia Social
7

O retrato da mulher hoje : realidade e desejos /

Moro, Giselda Aparecida. January 2002 (has links)
Orientador: Maria Luisa Louro de Castro Valente / Banca: Ilda Aparecida Caruso / Banca: Marlene Castro Waideman / Resumo: Esta pesquisa objetiva conhecer aspectos do funcionamento psíquico da mulher na atualidade. Trabalhamos com mulheres que mantêm um relacionamento fixo com um companheiro, que tem filhos e que mantêm um vínculo de trabalho fora do lar. Foi utilizada a técnica de entrevista semi- estruturada e na análise dos dados utilizamos a teoria psicanalítica. Consideramos a mulher e o seu envolvimento com o trabalho, a maternidade, o relacionamento afetivo e a feminilidade. Percebemos mulheres que buscam em seu trabalho uma forma de ajuda-las a crescer. A maternidade mantém-se ainda como um espaço de realização pessoal para a maioria. E o relacionamento afetivo mostra-se como a área onde a mulher mais investe seus recursos buscando seu bem estar, investindo a sua afetividade na manutenção e crescimento deste relacionamento. Percebemos que a mulher tem buscado se valorizar mais, apesar de constatarmos que a submissão e falta de confiança em si mesma é uma constante no universo com o qual trabalhamos. / Abstract: This research had the purpose to find out the aspects of women's phychic action at present. We worked with women who are keeping a permanent relationship with a partner, growing children and tied to a job out of home. The practice of semi-structured interviews was used as well as the psychoanalytical theory in the data analysis. We considered the women and their further engagement with work, motherhood, affective relationships and feminineness. We could notice that there are women who seek a way to improve themselves in their own jobs. Motherhood has still been considered as a space of personal achievement for most of them. And affective relationship appears as an area where women invest more their resources, having in mind their well being, and then investing their affection, to manage and develop that relationship. It was also noticed that those women have been trying to appreciate better themselves, despite the evidence of their submission and lack of self-reliance as a constant in the universe we have worked on. / Mestre
8

O lugar feminino na escola: um estudo em representações sociais / The feminine place in school: a study of social representations

Andrade, Daniela Barros da Silva Freire 09 August 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-28T20:57:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DANIELA FINAL OK.pdf: 2489936 bytes, checksum: 0e75937752c674183c12101571067009 (MD5) Previous issue date: 2006-08-09 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / This study is intended to know the social representations (MOSCOVICI, 1978) that circulate in different contexts of communication of the social actors in a school community. It is about school spaces potentially feminine. The feminine place in this research is understood as based on three especialists discourse. The discourse moved to three indicators, named: 1. an opening to the other, 2. the active wait, and 3. the rebel of fecund imaginary. These indicators, articulared to the concept of narrative space (SENNETT, 1990) , were taken as quantifiers of the feminine themata in its socio-spatial manifestation. The findings presented refer to the context of a public school in Cuiabá in the state of Mato Grosso in Brazil where observations and interviews with 44 students, 10 teachers and 7 school employees were carried out. For the analysis of the information it was used the techniques of analysis of comprehensive, analysis of content (BARDIN, 1995) and lexical analysis (REINERT, 1986). The results indicate that the social representations the different groups construct of the school places are connected with the representations of theirselves, of their group and the people who occupy these places. The school places with great potential narrative and, therefore, feminine places, like the school sports square and the bathroom are associated to the meaning of transgressions that seems to have extensions to their users who are recognized as transgressive. The expression of the feminine in the school converges to the direction of against normative behaviors that, if assumed by the informers subjects would send them a social disapproval.The school, consisting with its bases in the feminine themata, is expressed as a wordless school, a silent school what does not mean that might be understood as an inoperative school. It seems to live among the breaches of the instituted processes, in the mute zone as Abric considers (2003) the hidden and strategically not confessional face of a grid of meanings that participates of the symbolic construction and of the identification processes that involve the social school and its actors / Neste estudo, intenta-se conhecer as representações sociais (MOSCOVICI, 1978) que circulam nos diferentes contextos de comunicação, dos atores sociais de uma comunidade escolar, a respeito do(s) lugar(es) identificado(s) como potencialmente feminino(s). O lugar feminino é entendido, neste estudo, a partir do depoimento de três especialistas que convergiram para três indicadores, sendo eles: 1. a abertura para o outro, 2. a espera ativa e 3. a rebeldia do imaginário fecundo. Esses indicadores, articulados ao conceito de espaço narrativo (SENNETT, 1990), foram tomados como qualificadores da themata feminino, em sua manifestação sócio-espacial. Os resultados apresentados referem-se ao contexto de uma escola da rede pública de ensino de Cuiabá-MT, onde se realizaram observações e entrevistas com 44 alunos, dez professoras e sete funcionários. Para a análise das informações, utilizou-se as técnicas de análise compreensiva, de conteúdo (BARDIN,1995) e análise lexical (REINERT, 1986). Os resultados indicam que as representações sociais que os diferentes grupos possuem dos lugares da escola estão conectadas com as representações acerca de si, de seu grupo e das pessoas que ocupam esses lugares. Os lugares com grande potencial narrativo e, portanto, lugares femininos, como a quadra e o banheiro estão associados ao sentido de transgressão que parece se estender aos seus usuários, sendo estes reconhecidos como transgressores. A expressão do feminino na escola converge para o sentido de comportamentos contra-normativos que, se assumidos pelos informantes, remeteria-os a uma desaprovação social. A escola, constituída com bases na themata feminino, traduz-se em uma escola não dita, silenciada, o que não significa que seja compreendida como inoperante. Ela parece viver por entre as brechas dos processos instituídos, na zona muda como propõe Abric (2003), a face encoberta e, estrategicamente, não confessável de uma rede de significados que participa da construção simbólica e dos processos identificatórios que envolvem a escola e seus atores sociais
9

Considerações acerca da questão da feminilidade na teoria freudiana sobre a mulher

Mascheretti, Maria Fernanda 03 June 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-29T13:32:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 MFMascheretti.pdf: 648940 bytes, checksum: 599f7b3008e04fc4f223260baab09613 (MD5) Previous issue date: 2005-06-03 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / O objetivo desta pesquisa é investigar o conceito de feminilidade na teoria freudiana sobre a mulher, investigação esta que incide sobre o movimento feminista, responsável pela elaboração de importante crítica sobre o tema. Dentro de uma perspectiva histórica, buscamos contextualizar a problemática do feminino nos diferentes campos psicanálise, literatura, política, ciências e história a partir da referência a três grandes movimentos: 1) movimento da psicanálise freudiana, desde a indagação sobre o desejo feminino, até a teoria do complexo de Édipo, a diferenciação entre os sexos e a especificidade da mulher. Para completar, breve referência aos aportes oferecidos pela teoria lacaniana; 2) movimento feminista e estudos da mulher que o acompanham; 3) movimento da história das mulheres. A análise da produção freudiana proposta por Paul-Laurent Assoun (1993) sugere a distinção de três diferentes níveis de elocução: o nível histórico-social que reúne os determinantes culturais e datados; o nível estrutural que reúne os determinantes a-históricos e universais; o nível das considerações pessoais que envolve as opiniões e críticas individuais. Essa análise auxilia a compreender a mulher como sintoma da cultura, ou seja, das relações sociais que designam um determinado papel para as funções ditas femininas. Para corresponder a estas funções, a mulher acabaria abdicando de seu próprio desejo, expresso, então, através do sintoma. A questão da feminilidade, no entanto, não pode deixar de considerar uma referência estrutural
10

A feminilidade e a mulher na obra de Sigmund Freud

Domingues, Mariana Rosa Cavalli 10 February 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2016-06-02T20:13:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2244.pdf: 1249648 bytes, checksum: bdea8a2d0e86f56a36ec1da7651f7a2d (MD5) Previous issue date: 2009-02-10 / Studies about woman and about femininity, inside the psychoanalytic field may follow some very different rumors. The theme is enclosed by polemics and contradictions, once the after-Freud authors such as Klein, Brunswick, Bonaparte, Muller, Horney, Jones and Lacan introduce different points of view and disagree, even in the interpretation, with what Freud presented in his works. This survey aims to bring back the Freudian theory about woman and femininity, as well as solve some theoretical conflicts based on the misinterpretation of his texts. For a better understanding of the problem a brief description of the historic track of the theories about woman and femininity in the psychoanalytic stroke was accomplished. Among the said authors, stand out Lacan, for his innovations in the femininity conception and the feminine enjoyment. However, the mean objective of this work is Freud´s theory, that led him up to clinic studies. Hysteria, phobia and obsession are the pathologies found in the woman analised by Freud and that are part of this work. Each one of these diseases show a different logic in the production of symptoms, however all of them contribute to the construction of a theory about the feminine. In the works that talk about social themes antrophology, artistic and literary, Freud define the woman´s place in the social function, as well as he claim his point of view about the subject. References of femininity can be found in seductive and dangerous women as Medusa; and at the same time in feminine figures that represent love and fertility. Freud describe women as defenders of the familiar institution, that sometimes do not consider the social rules. This way of being, typically feminine hasn´t appeared just because of the culture of a civilization but also because of the sexuality. So, Freud´s text about feminine sexuality are also very import sources of woman conception. The castration complex, appeared with the investigation about the anatomic difference between the sexes and caused psychics consequences that brought the self satisfaction. So, the idea that Freud had created a falocentric theory in which the woman is always subordinate to her husband came on the scene. Trying to take part in this critic about the Freudian model, Birman propose a new view about the femininity. The definitions about feminine, though, can lead the psychoanalysis and the psychoanalysis philosophy theorists as David-Ménard to study about the universality of the femininity construction in Freud and Lacan. Thus, the study about femininity and the woman is led to a way across the Freudian work and includes experience in the psychosexual and cultural environment education. / Estudos sobre a mulher e sobre a feminilidade, dentro do campo psicanalítico, podem seguir rumos muito diferentes. O tema é cercado de polêmicas e contradições, já que autores pósfreudianos como Klein, Deutsch, Brunswick, Bonaparte, Müller, Horney, Jones e Lacan, apresentam versões diferentes e discordam, até mesmo, na interpretação do que Freud teria afirmado em sua obra. Esta pesquisa tem como objetivo realizar um retorno a teoria freudiana sobre a mulher e a feminilidade, a fim de solucionar possíveis conflitos teóricos, que tiveram origem na má interpretação de seus textos. Para melhor contextualizar o problema, foi realizada breve descrição do percurso histórico das teorias sobre o feminino no movimento psicanalítico. Dentre os autores citados, destaca-se Lacan, por suas inovações na concepção da feminilidade e do gozo feminino. Porém, o principal interesse deste trabalho é a teoria de Freud, o que levou ao estudo dos seus casos clínicos. Histeria, fobia e obsessão são as patologias encontradas em mulheres que Freud analisou e que fazem parte deste trabalho. Cada uma destas doenças apresenta uma lógica diferente na produção de sintomas, porém todas contribuem na construção de uma teoria sobre o feminino. Nas obras que tratam de temas sociais, antropológicos, artísticos e literários, Freud define o posicionamento da mulher em sua função social, assim como realiza afirmações marcantes sobre sua visão acerca do assunto. Encontram-se referências da feminilidade em figuras sedutoras e perigosas como a Medusa; e ao mesmo tempo, em figuras femininas representando a amor e a fertilidade. Freud descreve as mulheres como defensoras da instituição familiar, a ponto de negligenciarem as normas sociais. Esta maneira de ser, tipicamente feminina, não seria fruto apenas da cultura de uma civilização, mas segundo Freud, também tem origem em sua representação da sexualidade. Assim, os textos de Freud sobre a sexualidade feminina também são importante fonte das concepções sobre a mulher. O complexo de castração, advindo da investigação sobre as distinções anatômicas entre os sexos, gera conseqüências psíquicas que trazem uma forma de satisfação pulsional própria. Surge, portanto, a idéia de que Freud teria construído uma teoria falocêntrica, em que a mulher fica sempre na subordinação ao masculino (fálico). Procurando adentrar nesta crítica ao modelo freudiano, Birman propõe um novo olhar sobre a feminilidade, colocando-a como sexo originário. As definições de feminino, no entanto, podem levar os teóricos da psicanálise e da filosofia da psicanálise como David-Ménard a um estudo sobre a universalidade na construção da feminilidade em Freud e Lacan. Assim, o estudo da feminilidade e da mulher levam a um percurso por toda a obra freudiana e envolve a formação psicossexual e ambiente cultural.

Page generated in 0.2092 seconds