• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 84
  • 4
  • Tagged with
  • 88
  • 88
  • 79
  • 13
  • 11
  • 10
  • 9
  • 8
  • 8
  • 7
  • 7
  • 7
  • 7
  • 7
  • 6
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
31

[en] THE INTERIOR AT THE MARGIN: THE ROLE OF GENDER IN THE PROCESS OF PROFESSIONALIZING INTERIOR DESIGN / [pt] O INTERIOR À MARGEM: O PAPEL DO GÊNERO NO PROCESSO DE PROFISSIONALIZAÇÃO DO DESIGN DE INTERIORES

MARINA PIQUET FERNANDES 08 March 2019 (has links)
[pt] O interior à margem: o papel do gênero no processo de profissionalização do Design de Interiores analisa o processo de reformulação da Decoração, atividade originalmente doméstica, amadora e, crucialmente, feminina na nova disciplina e profissão conhecida atualmente como Design de Interiores. Este processo, ocorrido entre as útimas décadas do século XIX e as primeiras do século XX, foi resultado da incorporação de inovações técnicas e valores do Modernismo na Arquitetura e no Design. Foi também influenciado diretamente por outros aspectos da modernidade, como a distinção entre as esferas pública e privada, a urbanização acelerada, a produção em série e a revolução dos hábitos de consumo. Crucialmente, este processo foi marcado ainda por estratégias de legitimação do status profissional da atividade que tiveram como cerne a discriminação de gênero. Partindo da constatação que a maioria das publicações sobre o tema pesquisadas baseavam a História do Design de Interiores exclusivamente nos seus pontos de contato com a Arquitetura e na obra de consagrados arquitetos modernos, este trabalho busca analisar e evidenciar a contribuição determinante de mulheres à este processo. Em busca de uma abordagem feminista e feminina da História do Design de Interiores é destacada a importância da contribuição de mulheres desde lugares não profissionais de produção, assim como são apresentadas trajetórias de profissionais que obtiveram êxito na área apesar da oposição oferecida pelos estereótipos de gênero. / [en] The interior at the margin: the role of gender in the process of professionalizing Interior Design analyzes the process where Decoration, an activity originally domestic, amateur and, crucially, feminine was transformed in a new discipline and profession known today as Interior Design. This process, which occurred between the last decades of the 19th century and the first decades of the 20th century, was a result of the incorporation of technical innovations and values of Modernism in Architecture and Design. It was also directly influenced by other aspects of modernity, such as the distinction between the public and private spheres, urbanization, mass production, and emerging consumer habits. Crucially, this process was also marked by strategies to legitimize the professional status of the activity that had gender discrimination as its core. Based on the observation that the (relatively few) existing publications on the subject based a History of Interior Design exclusively in its points of contact with Architecture and in iconic modern male architects, this research analyzes and emphasizes the contribution of women to this process. In search of a feminist and feminine approach to the History of Interior Design, the importance of the contribution of women from non-professional places of production is highlighted, as well as the trajectories of professionals who have succeeded in the area despite the opposition offered by gender stereotypes.
32

[en] IT IS SOMETHING SOCIALLY CONSTRUCTED: GENDERS AND SEXUALITIES IN THE SCHOOL BETWEEN TEACHER AND STUDENT PERCEPTIONS / [pt] É ALGO SOCIALMENTE CONSTRUÍDO: GÊNEROS E SEXUALIDADES NA ESCOLA ENTRE PERCEPÇÕES DE DOCENTES E ESTUDANTES

RACHEL LUIZA PULCINO DE ABREU 25 November 2019 (has links)
[pt] As relações de gênero e sexualidades emergem no contexto escolar constantemente, nos corpos das estudantes e docentes, em diálogos tecidos dentro e fora das salas de aulas. Potencializadas por percepções envoltas a preconceitos e discriminações, as identidades de gênero e as sexualidades, habitam os espaços escolares entre tensões e resistências, buscando construir experiências em meio as regulações heteronormativas. Com objetivo de investigar as relações de gênero e as sexualidades na escola, realizamos uma pesquisa que partia do questionamento: Como as identidades de gênero e as sexualidades são compreendidas numa escola com alto nível índice de intolerância à diversidade de gênero e sexual e numa escola com baixo índice de intolerância por parte das estudantes? Para isso realizamos entrevistas com docentes de duas escolas públicas municipais, selecionadas partir de uma pesquisa mais ampla em que utilizamos questionários com estudantes do sétimo ano do ensino fundamental, em dez escolas municipais localizadas na zona sul da cidade do Rio de Janeiro. Assim, pretendíamos a partir do contato com as estudantes e docentes, entender como as identidades de gênero e as sexualidades são percebidas no cotidiano escolar. Partindo do referencial teórico de Michel Foucault, Joan Scott e Judith Butler sobre os gêneros e as sexualidades, construímos nosso olhar analítico problematizando as convergências e distanciamentos presentes nas entrevistas e questionários. Com isso, chegamos algumas considerações: (1) há diferenças nas formas como meninas e meninos percebem as diversidade sexual e os gêneros; (2) as meninas tendem a uma visão mais tolerante quanto aos gêneros e as sexualidades; (3) os meninos apresentam uma percepção mais preconceituosa e aceitando os estereótipos de gênero heteronormativos e a reprodução da lgbtfobia; (4) existem espaços para a problematização dos estereótipos de gênero e das sexualidades na ótica docente; (5) encontramos professoras e professores que conduzem discussões sobre os gêneros e as sexualidades nas escolas e que afirmam a importância destas temáticas para o currículo escolar. / [en] Gender relations and sexualities emerge in the school context constantly, in the bodies of students and teachers, in dialogues woven inside and outside the classrooms. Empowered by perceptions involving prejudices and discriminations, gender identities and sexualities, they inhabit the school spaces between tensions and resistances, seeking to build experiences in the midst of heteronormative regulations. In order to investigate gender relations and sexualities in school, we carried out a research based on the question: How are gender identities and sexualities understood in a school with a high level of intolerance to gender and sexual diversity and in a school with low rate of intolerance on the part of the students? To do this we conducted interviews with teachers from two municipal public schools, selected from a broader survey, where we used questionnaires with seventh-year primary school students in ten municipal schools located in the southern zone of the city of Rio de Janeiro. Thus, we intended from the contact with students and teachers, understand how gender identities and sexualities are perceived in school everyday. Starting from the theoretical reference of Michel Foucault, Joan Scott and Judith Butler on genres and sexualities, we construct our analytical gaze by problematizing the convergences and distances present in interviews and questionnaires. With this, we come to some final considerations: (1) there are differences in the way girls and boys perceive sexual diversity and gender; (2) girls tend to have a more tolerant view of gender and sexuality; (3) boys present a more prejudiced perception and accept heteronormative gender stereotypes and reproduction of lgbtfobia; (4) there are spaces for problematization of gender stereotypes and sexualities in the teaching perspective; (5) we find teachers who conduct discussions about gender and sexuality in schools and affirm the importance of these themes for the school curriculum.
33

[pt] DO CORPO POLÍTICO À POLÍTICA DO CORPO: A VIOLÊNCIA SEXUAL COMO PRÁTICA DE EXCLUSÃO DA DIFERENÇA NO GENOCÍDIO RUANDÊS DE 1994 / [en] FROM BODY POLITIC TO BODY-POLITICS: SEXUAL VIOLENCE AS A PRACTICE OF EXCLUSION OF DIFFERENCE IN THE RWANDAN GENOCIDE OF 1994

FERNANDA BARRETO ALVES 04 May 2012 (has links)
[pt] A presente dissertação apresenta a relação entre o processo de formação das identidades, as dinâmicas de gênero e as práticas de marginalização da diferença no genocídio ruandês de 1994. Mais especificamente, o objetivo principal é avaliar de que maneira a produção da diferença – em particular, a diferença de gênero – atua constitutivamente no imaginário local, permitindo a adoção da violência sexual fomentada pelo Estado ruandês. Nesse âmbito, demonstramos a interconexão entre o corpo político do Estado e a política do corpo, possibilitando a construção da identidade nacional baseada no gênero e inscrita no corpo físico do indivíduo. A pesquisa evidencia a violência sexual como uma prática política, informada por uma construção social calcada no gênero, na qual o corpo das mulheres Tutsis se torna objeto de intervenção estatal. O arcabouço teórico que fundamenta as análises parte das contribuições das perspectivas pós-estruturalistas de gênero, fundamentais para examinar como identidades móveis e plurais são combinadas e construídas social e culturalmente de modo a estabelecer uma interseção que delineia o perfil do grupo-alvo, informando os tipos de violência a serem perpetrados na tentativa de construção de uma comunidade homogênea e pura. / [en] The dissertation presents the relationship between the process of identity formation, gender dynamics and practices of marginalization of difference in the Rwandan genocide of 1994. More specifically, the main purpose is to assess how the production of difference - in particular, gender difference – acts constitutively in the local imaginary, allowing the adoption of sexual violence fostered by the Rwandan state. In this context, the research highlights the interconnection between the body politic and body-politics, allowing the construction of national identity based on gender and entered in the individual s physical body. Therefore, it is argued that sexual violence is a political practice, informed by a gendered social construction, in which Tutsi women s bodies becomes the object of state intervention. The theoretical framework underlying the analysis is based on the contributions of gender poststructuralist perspectives, contemplating the dynamic in which plural and mobile identities are combined and socially constructed in order to establish an intersection that outlines the profile of the target group, specifying the type of violence being perpetrated in an attempt to build a pure and homogenous community.
34

[en] THE RELATIONSHIP AMONG WORK VALUES, GENERATION, GENDER AND ADAPTATION TO WORK IN A PUBLIC COMPANY / [pt] AS RELAÇÕES ENTRE VALORES DO TRABALHO, GERAÇÃO, GÊNERO E ADAPTAÇÃO AO TRABALHO EM UMA EMPRESA PÚBLICA

FRANCISCO EDUARDO SANTOS RIZZO 27 April 2015 (has links)
[pt] O BNDES - empresa pública federal - passou por recentes transformações nos últimos anos, que resultaram em grande renovação de seu quadro funcional. Além do Programa de Desligamento Programado, a empresa ampliou seu quadro, tendo hoje 58 por cento dos empregados com menos de seis anos de serviço e 79 por cento com até 10 anos. A constatação dessas transformações no quadro profissional dessa organização motivou a realização deste trabalho que teve como objetivo identificar e compreender os valores relativos ao trabalho dos empregados do BNDES, bem como avaliar a existência de diferenças desses valores em função das mudanças geracionais, de gênero ou de adaptação ao trabalho. Buscou-se conhecer melhor eventuais especificidades do atual quadro funcional, o que pode auxiliar a formulação de políticas mais adequadas para a atração, motivação e retenção destes empregados. Para alcançar esse objetivo foi aplicado, a 262 empregados do BNDES, a Escala de Valores Relativos ao Trabalho (Porto e Tamayo, 2003), buscando comparar a hierarquia dos valores relativos ao trabalho dos empregados do BNDES de diferentes grupos, segregados pela geração, gênero e adaptação ao trabalho no BNDES. Os resultados das comparações revelaram, todavia, pequenas diferenças nas hierarquias e pouca diferenciação da intensidade destes valores em função das segregações aqui apresentadas, impossibilitando portanto, com a amostra obtida, concluir acerca da influência da geração, gênero ou adaptação ao trabalho na priorização dos valores relativos ao trabalho. / [en] Over the last few years, the BNDES – a public federal corporation– has gone through several transformations which resulted in an overall renovation of its workforce. In addition to the retirement incentive plan, the company has also greatly expanded its staff, and currently has 58 per cent of its employees with less than 6 years of service, and 79 per cent with less than 10 years. The observation of these transformations in the workforce of this organization inspired this study, which carries as its objective, the identification and comprehension of work values of the BNDES’ employees, as well as the evaluation of the existing differences of these values in relation to the changes in generation, gender and work adaptations. It seeks to better understand specific variations of its current staff, which could assist in the development of more adequate policies that attract, motivate and retain these employees. To accomplish this goal, a survey scaling work values (Porto e Tamayo, 2003) was applied to 262 employees of BNDES, seeking to compare the hierarchy of work values within the employee groups, segragated by generation, gender, and work adaptability. The results of these comparisons revealed insignificant differences within the hierarchy and little differentiation in the intensity of these values in relation to the segregations listed above, making it impossible, with the sample shown here, to observe the influence of generation, gender, or work adaptation in the prioritization of work values.
35

[en] NELSON RODRIGUES, ARTIST AND ARTISAN: REFLECTIONS ABOUT THE RODRIGUEANO DIALECTS CONSTRUCTION / [pt] NELSON RODRIGUES, ARTISTA E ARTESÃO: REFLEXÕES SOBRE A CONSTRUÇÃO DO DIALETO RODRIGUEANO

CARLOS EDUARDO VARELLA PINHEIRO MOTTA 20 October 2008 (has links)
[pt] Ao nos depararmos com o conjunto da obra de Nelson Rodrigues, observamos uma unidade que extrapola qualquer divisão por gênero. Antes de ser dramaturgo, romancista, contista ou cronista, Nelson é, acima de tudo, um escritor comprometido com a criação artesanal de uma língua própria, que chamaremos de dialeto rodrigueano. Ao longo deste trabalho, analisaremos as principais marcas textuais que compõe este complexo dialeto, tendo como objetivo primordial provar que as intenções artísticas do autor eram muito mais ambiciosas do que podem parecer aos leitores pouco iniciados em seu universo. / [en] When we come across with the set of Nelson Rodrigues workmanship, we observe a unit that surpasses any division by genre. Before becoming a playwright, novelist, short story writer or chronicler, Nelson is, above of everything, a writer compromised to the artisan creation of a proper language, that we will call rodrigueano dialect. Throughout this work, we will analyze the main textual marks that make up this complex dialect, with the primary aim to prove that the artistic intentions of the author were much more ambitious than may appear to readers as a little initiated in your universe.
36

[en] MASCULINITY IN THE CLINIC / [pt] A MASCULINIDADE NA CLÍNICA

RENATA STELLMANN DE SOUSA LIMA 27 March 2007 (has links)
[pt] Este trabalho tem como objetivo investigar os clientes masculinos e como eles têm reagido às recentes mudanças nas relações de gênero, segundo o olhar do psicólogo clínico. Para tanto, realiza-se, inicialmente, uma revisão dos estudos de gênero, dos estudos psicológicos de gênero e dos estudos da masculinidade à luz da perspectiva construtivista. Dado que a maior parte da bibliografia encontrada sobre estes temas é de origem estrangeira, apresenta-se em seguida um capítulo tratando das relações de gênero no Brasil, e os trabalhos desenvolvidos nesta área. Por fim, apresenta-se a pesquisa de campo, realizada com 10 psicólogos clínicos. Os principais resultados obtidos foram divididos em dois grandes temas. O primeiro, gênero na clínica, discute a clínica psicológica como espaço construtor de gênero e como os psicólogos vêm realizando isto. O segundo, as relações de gênero, discute alguns dilemas presentes no processo de mudança das relações de gênero, e qual pode ser o papel do psicólogo neste. / [en] The present thesis aims to investigate the male clients and how they have been reacting to recent changes on gender relations, trough the psychotherapists´ eyes. A theoretical review of existing gender studies, psychological studies of gender, and of masculinity studies, in the light of the constructivist perspective, is done initially. Since most of the available bibliography about those themes is of foreign origin, a chapter about the relations of gender and works developed in this area in Brazil, is presented next. Finally, the research carried out with 10 clinical psychologists is presented. The main results obtained from this research were divided in two main subjects. The first one, gender in the clinic, discusses the psychological clinic as a space of gender construction, and how the psychologists are doing this. The second one, relations of gender, discusses some present dilemmas in the process of gender relations´ changes, and which may be the psychologist´s role in that.
37

[en] IN THE WORKS OF PSEUDOCONCRETE: WHEN THE EMANCIPATORY DISCOURSES COVER THE REAL CONDITION OF PRECARIOUSNESS AND OVEREXPLOITATION OF FEMALE WORK IN ROCINHA - RJ / [pt] NAS TRAMAS DAS PSEUDOCONCRETICIDADES: QUANDO DISCURSOS EMANCIPATÓRIOS MASCARAM A REAL CONDIÇÃO DE PRECARIEDADE E SUPEREXPLORAÇÃO DO TRABALHO FEMININO NA ROCINHA-RJ

JÉSSICA SANTOS DA SILVA 14 December 2017 (has links)
[pt] Nos interessamos aqui por pesquisar o trabalho feminino a partir das noções do trabalho como afirmação e negação do ser em si, permeado por processos das pseudoconcreticidades, nos termos de Karel Kosik (1969), que se erguem em sociedade sob as mais variadas formas, incluindo os discursos emancipatórios. Pensar em pseudoconcreticidades, exige um pensar crítico e interessado. Nesse caso, interessado e interesseiro sobre o espaço. Assim, temos que olhares lançados sobre o mundo devem ser na tentativa de desvendá-lo, de ultrapassar suas aparências, frisando sempre que aparência e essência não são separadas e ambas compõem o real, o verdadeiro. A partir disso, propomos uma discussão e reflexão sobre as condições do trabalho feminino constantemente naturalizadas. Assim, nos inquietamos em investigar o trabalho da mulher, vez que nos interessamos por um cotidiano onde desenvolvem múltiplas atividades notadamente no âmbito do lar. Para tal, achamos conveniente nos debruçar e iniciar desenvolvendo um tópico sobre Trabalho e Espaço. Pretendemos nesse tópico levantar algumas considerações para, a partir disso, propormos uma discussão de gênero; em seguida, introduzimos um estudo de aproximação a partir do trabalho doméstico não-remunerado e em domicílio desenvolvido por mulheres da COOPA-ROCA (Cooperativa de Trabalho Artesanal e de Costura da Rocinha LTDA); acreditamos que o trabalho desenvolvido por essas mulheres é uma excelente oportunidade de aproximação, observação e pesquisa. / [en] We have an interest in researching the female work through the notions of afirmation and negation of the self. Permeated by the process of pseudoconcreticidade, in the terms of Karol Kosik (1969), Which is raised in the society by so many varied forms, including the emancipating discourses. Thinking about pseudoconcreticidade requires a critical and interested thought. In this case, interested and curious about the space. Thus, we believe that the looks released upon the world should be trying to uncover the world, overcoming its appearances, always emphatizing that appearance and essence aren t separated and both are part of the real, the true. From that on, we suggest a discussion and reflexion of the usually naturalized female work. Thus, we matter to investigate the female work, once we are interested about a routine where multiples activities are developed notedly at homeworking. For that, we thought appropriate to analyse and start developing a topic about work and space. On this matter we intend to raise some considerations to suggest a gender discussion; following, we introduced a study of approximation beginning from the unpaid homeworking developed by the women of COOPA-ROCA (cooperative of homemade work and sewing of Rocinha LTDA); we believe that the work developed by these women is an excelent opportunity of approach, observation and research.
38

[en] BRAZILIAN FEMALE EXECUTIVES IN GLOBAL ORGANIZATIONS: OPPORTUNITIES AND CHALLENGES FOR WOMEN LEADERSHIP / [pt] EXECUTIVAS BRASILEIRAS EM ORGANIZAÇÕES GLOBAIS: OPORTUNIDADES E DESAFIOS PARA A LIDERANÇA FEMININA

ANGELA MARIA DE PONTES 20 July 2017 (has links)
[pt] O presente estudo tem por objetivo analisar de que modo um grupo de mulheres executivas brasileiras, líderes em organizações globais, tem identificado as oportunidades (fatores que facilitam a liderança feminina), desafios (barreiras enfrentadas) e estratégias (modos de agir adotados para maximizar as oportunidades e superar os desafios) ao longo de suas carreiras. Para tanto, foi realizada uma pesquisa de campo, de natureza qualitativa, com oito mulheres em posição de alta liderança, por meio de entrevistas em profundidade e do método de análise de conteúdo. Os resultados demonstraram os desafios que precisaram ser superados, frente à condição de líder feminina, na visão das respondentes, bem como as oportunidades que permitiram emergir suas características pessoais diferenciadas que possibilitaram a conquista de resultados expressivos. A pesquisa evidenciou, ainda, a adoção de uma identidade profissional multifacetada de feminilidades e masculinidades sugerindo uma atitude de mudança comportamental. / [en] The objective of this study is to analyze how a group of Brazilian women executives, leaders in global organizations, have identified opportunities (factors that facilitate female leadership), challenges (barriers faced) and strategies (ways of acting adopted to maximize opportunities and overcome challenges) throughout their careers. For that, a qualitative field research was conducted with eight women in a high leadership position, through in-depth interviews and the content analysis method. The results demonstrated the challenges that had to be overcome, in view of the female leader, in the respondents view, as well as the opportunities that allowed them to emerge their differentiated personal characteristics that allowed the achievement of expressive results. The research also evidenced the adoption of a multifaceted professional identity of femininities and masculinities suggesting an attitude of behavioral change.
39

[en] SEXUALITY, POLITICS AND YOUTH: AN ETHNOGRAPHY OF THE CONFIGURATIONS OF THE EXPERIMENTATION OF THE SEXUALITY AND THE STUDENT MOVEMENT AMONG STUDENTS OF A PUBLIC SCHOOL / [pt] SEXUALIDADE, POLÍTICA E JUVENTUDE: UMA ETNOGRAFIA DAS CONFIGURAÇÕES DE EXPERIMENTAÇÃO DA SEXUALIDADE E DO MOVIMENTO ESTUDANTIL ENTRE ALUNOS DE UMA ESCOLA PÚBLICA

PAULA ALEGRIA BENTO 16 March 2017 (has links)
[pt] O campo de trabalho desta dissertação baseia-se em uma pesquisa etnográfica realizada entre os alunos de uma escola pública federal do Rio de Janeiro. Buscou-se privilegiar o olhar sobre as configurações de experimentação da sexualidade e das identidades de gênero e do movimento estudantil, bem como as suas relações com a tradicional instituição, professores, servidores e técnicos, e com o mundo para além dos seus muros. O eixo central desta investigação colocou-se no desafio de acompanhar e perceber as diversas formas de expressar-se, mover-se e afirmar-se através das performances de gênero, das práticas sexuais e das primeiras experimentações participativas de construção da ação política no âmbito escolar e nas suas relações com a realidade da sociedade contemporânea. Esta dissertação dedica-se a descrever antes territorialidades do que identidades, diferenças do que diversidade, singularidades do que totalidades. Ressalta-se também a percepção da ação como uma multiplicidade de outras ações entrelaçadas, atualizando o que vem a se chamar o ator-rede e operando conceitos indiscindíveis, como sociedade e indivíduo, natureza e cultura, humano e não-humano. / [en] The field of work that generated this dissertation is based on an ethnographic research conducted among students from a public school in Rio de Janeiro. It focuses on the configurations of the experimentation of the sexuality and the student movement, as well as its relations with the traditional institution, teachers, servants and technicians, and with the world beyond its walls. The central axis of this investigation was placed in the challenge to follow and understand the various ways to express themselves, to move and to assert itself through the gender performances, sexual practices and the first participatory trials construction of political action within school and in their relations with the reality of contemporary society. This dissertation is dedicated to describe before territorialities than identities, differences than diversity, singularities than totalities. We should point out the perception of the action as a multitude of other interwoven actions, updating what comes to be called the actor-network and operating concepts un-discernable, as society and the individual, nature and culture, human and non-human.
40

[en] RESISTANCES AND EMERGENCIES IN BIOLOGY DEGREES: DISCOURSES AND PRACTICES ON SEXUALITY AND GENDER / [pt] RESISTÊNCIAS E EMERGÊNCIAS NAS LICENCIATURAS DE BIOLOGIA: DISCURSOS E PRÁTICAS SOBRE SEXUALIDADE E GÊNERO

RAQUEL ALEXANDRE PINHO DOS SANTOS 25 May 2018 (has links)
[pt] Pensar sobre gênero e sexualidade na escola nos leva a refletir sobre a formação das professoras. O tema está presente? De que forma? Esta tese se debruça sobre as doze licenciaturas presenciais em Biologia da cidade do Rio de Janeiro, buscando entender e problematizar a presença institucional de tais temas. Assim, objetiva analisar: (1) como se estruturam essas licenciaturas; (2) como os temas de sexualidade e gênero estão presentes nos currículos oferecidos por elas; (3) quem são as professoras universitárias que abordam essas questões; e (4) que saberes docentes mobilizam. Para tanto, optou-se por uma pesquisa qualitativa, baseada em análise de documentos e entrevistas, realizadas com onze coordenadoras de graduação e cinco professoras universitárias. Verificamos uma baixa presença de disciplinas específicas para os temas de gênero e sexualidade. Encontramos duas: Educação e Gênero e Sexualidade Humana, de diferentes instituições, ambas eletivas. Através dos relatos das professoras, organizamos três formas de mobilizar sexualidade e gênero: (i) como operadores teóricos, (ii) como operadores da vida social, e (iii) como expressões de identidade. No lugar de compartilhar receitas de dinâmicas pedagógicas ou classificar sujeitas, o maior potencial dessas disciplinas é de serem um espaço-tempo de pensamento sobre a eu e sobre aquilo que a constitui. Por isso, talvez estejamos olhando para disciplinas curriculares etopoiéticas. Encontramos uma estreita relação entre o tema e as professoras que o lecionam. Mais do que requisito no currículo da instituição, o tema está fortemente vinculado a pessoas. Por fim, esta pesquisa articula uma breve reflexão sobre o desafio das relações interpessoais e a ética presente nos investimentos realizados pelas formações, trazendo elementos para uma didática que qualifique emoções e potencialize as relações no espaço acadêmico e, esperançosamente, escolar. / [en] Thinking about gender and sexuality in school leads us to reflect on teacher education. Is the theme present? What form? This thesis focuses on the twelve undergraduate Biology courses of the city of Rio de Janeiro, trying to understand and problematize the institutional presence of the issues of sexuality and gender. As such, it aims to understand: (1) how the biology courses are structured; (2) how the subjects of sexuality and gender are present in the curricula offered by them; (3) who are the university teachers that address these issues; and (4) which teachers knowledge they mobilize. A qualitative research was used, based on the document analysis and semi-structured interviews, conducted with eleven undergraduate coordinators and five university professors. We have recorded a low presence of specific classes for the topics of gender and sexuality in higher education. We have found two classes: Education and Gender and Human sexuality, of different institutions, both optional. Based on the reports of the teachers, we have organized three ways of mobilizing the concepts of sexuality and gender: (i) as theoretical operators, (ii) as social life operators, and (iii) as expressions of identity. Instead of sharing recipes of pedagogic dynamics or classifying individuals, the greatest potential of these disciplines is to be a space-time of thinking about the self and what constitutes it. For this, maybe we are facing etopoietical curricular disciplines. We have found a close relation between the theme and the teachers who teach it. More than the demand in the institutional curriculum, the theme is strongly linked to people. Finally, this research articulates a brief reflection about the challenge of interpersonal relations and the ethics present in the investments made by in the initial formations, bringing elements for a didactic education that qualifies emotions and fosters interpersonal relations in the academic and, hopefully, in the school space.

Page generated in 0.0545 seconds