• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 80
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 82
  • 82
  • 33
  • 30
  • 17
  • 17
  • 14
  • 13
  • 12
  • 12
  • 12
  • 12
  • 11
  • 11
  • 11
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

Corpos, escola & sexualidades: um olhar sobre um programa de orientação sexual / Body, school and sexualities: a view about a Sexual Orientation Program

Paulo Melgaço da Silva Júnior 18 December 2008 (has links)
O presente estudo pretende investigar como o Projeto Saúde nas Escolas proposto pela Secretaria Municipal de Educação em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Duque de Caxias foi recebido e desenvolvido por uma Escola da Rede Municipal. Buscou detectar como a Escola planeja e desenvolve seu programa de orientação sexual e se este vem proporcionando aos/às alunos/as possibilidades plurais de construção de suas identidades sexuais e do exercício de suas sexualidades. A geração de dados se fez por meio de análise documental, entrevistas, questionário, observação e grupo focal. Levantou opiniões de 3 implementadoras, 3 responsáveis por ministrar oficinas, 2 orientadoras educacionais, 1 diretora de escola, 8 professores/as e 6 alunos/as. A análise dos resultados permitiu identificar a preocupação em desenvolver um programa de orientação sexual centrado no direito, respeito ao próximo e na cultura, enfatizando a importância do cuidado de si, da saúde e da prevenção de doenças, assim como as múltiplas possibilidades da sexualidade entre os/as jovens. Este estudo apoiou-se principalmente na concepção de identidade na pós-modernidade de Stuart Hall; na visão socioconstrucionista de identidade desenvolvida por Luiz Paulo da Moita Lopes e Tomaz Tadeu da Silva; nos conceitos de sexualidade desenvolvidos por Deborah Briztman, Guacira Louro, Jeffrey Weeks e Judith Butler; nos modos de pensar as masculinidades de Elisabeth Badinter e Robert Connell. A pesquisa constatou que o discurso e a prática preconizados pelo projeto saúde nas escolas, assim como o programa de orientação sexual, além de investirem na promoção da saúde, visam fornecer subsídios que apóiam a construção das identidades sexuais e autonomia no exercício das sexualidades. / This study aims at investigating how Health at Schools project, which is proposed by Caxias` Education Secretariat, in association with Health Secretariat, was accepted and developed by a government school. It attempted to understand how the school plans and develops its sexual educational program and if it offers the students a range of possibilities so that they can construct and experience automously their sexual identities. The data were collected by documental analysis, interviews, questionaries, observation and focus groups. It verified opinions of the three planners, three workshop leaders, two educational counselors, one school director, eight teachers and six students. The analysis of the results allowed us to identify a concern in developing a sexual orientation program focusing on human rights, respect towards the others and culture emphasizing self care, health care and disease prevention, as well as, multiple sexuality possibilities among youth. This research was mainly based on Stuart Halls identity conception, Luiz Paulo Moita Lopes` and Tomaz Tadeu da Silva`s socioconstructivist identity approach, Deborah Britzman`s,Guacira Louro`s, Jeffrey Weeks`and Judith Butler`s sexualities conceptions, as well as Elizabeth Badinter`s and Robert Connell`s ways of thinking masculinities. The study concluded that both discourse and practice emphasized during the development of the Health at Schools project and Sexual Orientation Program, besides aiming at health quality, also meant to promote sexual identity construction and sexual experiences.
42

Sopa de letrinhas? : movimento homossexual e produção de identidades coletivas nos anos 90 : um estudo a partir da cidade de São Paulo

Facchini, Regina, 1969- 28 June 2002 (has links)
Orientador: Guita Grin Debert / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciencias Humanas / Made available in DSpace on 2018-08-01T15:30:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Facchini_Regina_M.pdf: 19134629 bytes, checksum: 505c297a132b67a8e9407d9cbf90bff6 (MD5) Previous issue date: 2002 / Resumo: A presente dissertação é um estudo sobre o movimento homossexual na segunda metade dos anos 90, realizado a partir da cidade de São Paulo, com o intuito de estabelecer um diálogo e contribuir para os estudos a respeito de movimentos sociais e ONGs no contexto brasileiro pós-"redemocratização". O trabalho procura compreender a dinâmica interna ao campo do movimento e os processos envolvidos na produção de identidades coletivas, que têm se expressado, nos últimos anos, através de uma multiplicação de siglas e categorias classificatórias. Para tanto, a pesquisa retoma o histórico do movimento homossexual brasileiro e se detém mais demoradamente sobre a trajetória, a organização, a dinâmica interna e as relações externas de um único grupo, o CORSA - Cidadania, Orgulho, Respeito, Solidariedade e Amor - Grupo de Conscientização e Emancipação das Minorias Sexuais, acompanhado, em campo, entre os anos de 1997 e 1999. O enfoque principal da dissertação está na compreensão dos processos problemáticos, no entanto fundamentais, de construção de identidades coletivas, como forma, inclusive, de refletir sobre as possibilidades e limites das ações coletivas / Abstract: The present masters dissertation is a study concerning the homosexual movement during the second half of the nineties. lt was conducted primarily in the city of Sao Paulo. Its intention is to both establish a dialogue with and contrlbute to the studies on social movements and NGOs in the Brazilian context following the return to the democratic regime. It is an attempt to comprehend the internal dynamics of the field in which the homosexual movement is situated and the processes involved in the production of collective identities that have expressed themselves, during the past few years, through a multiplicity of abbreviations and classficatory categories. In order to accomplish these objectives, research recovered the past of the homosexual movement in Sao Paulo, concentrating particularly on the history, organization, internal dynamics, and external relations of a single group denominated CORSA - Cidadania, Orgulho, Respeito, Solidariedade e Amor - Grupo de Conscientização e Emancipação das Minorias Sexuais [CORSA - Citizenship, Pride, Respect, Solidarity and Love - Consciousness, Raising, and Emancipation of Sexual Minorities Group]. Ethnographic field work was conducted on this group ftom 1997 to 1999. The main focus of this dissertationis on the comprehension of the problematic although fundamental processes of constructing collective identities as a means, among other things,of reflecting on the limits and possibilities of collective action / Mestrado / Mestre em Antropologia Social
43

Análise da investigação dos determinantes do comportamento homossexual humano / Investigation of the determinant of the homosexual human behavior analysis

MENEZES, Aline Beckmann de Castro 21 July 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2011-03-23T21:19:19Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / Item created via OAI harvest from source: http://www.bdtd.ufpa.br/tde_oai/oai2.php on 2011-03-23T21:19:19Z (GMT). Item's OAI Record identifier: oai:bdtd.ufpa.br:121 / CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / The behavior determination debate lasts since Antiquity, usually based in dichotomic arguments. Actual tendency of behavior determination comprehension points out to an interacionist perspective, analyzing genetic, biological and environmental influences combined over behavior. Many empirical researches have been developed to identify which factors are responsible for a specific behavior. Considering impossible to make a complete study of human behavior determinants, it was chosen to focus into a specific padron the homosexual behavior. Since Antiquity until nowadays, homosexual behavior determinants have been debated. Besides, this subject concerns to a large amount of people and reflects in important social issues. The present study had the purpose of analyzing which are the empiric evidences about homosexual behavior determination, through three stages: (1) historic evolution of the behavior determination, with emphasis on the methodologies applied; (2) presentation and discussion of the main research strategies about homosexual behavior determination, with emphasis on the critical analysis of data; (3) discussion of research implications and possible empirical follow-up. A bibliographic search was conducted, identifying six main research strings: hormonal measures, hormonal effects, genetic, cerebral functioning, animal models and environmental effects. Each research methodology and results were critically analyzed. Then, politics influence over research and the ethical consequences of data release were discussed; as existing data were organized into a proposal to understand the phenomena. It is expected to have contributed to a general description of the actual stage of homosexual behavior determinants as to a critical perspective over methodologies applied. / O debate sobre os determinantes do comportamento perdura desde a Antiguidade, sendo usualmente estruturado dicotomicamente. A tendência atual de compreensão de determinação comportamental direciona-se para o interacionismo, analisando as influências genéticas, biológicas e ambientais sobre o produto final. Várias pesquisas empíricas têm sido conduzidas para identificar a quais fatores se deve a emissão de um comportamento específico. Em virtude da impossibilidade de estudar por completo os determinantes do comportamento humano, optou-se pelo recorte de um padrão específico o comportamento homossexual. Desde a antiguidade até a atualidade, os determinantes do comportamento homossexual têm sido alvo de debates. Além disso, este é um tema relacionado a um número expressivo de indivíduos na população e possui implicações sociais importantes a partir dos achados científicos na área. O presente trabalho objetivou analisar quais as evidências empíricas existentes acerca da determinação do comportamento homossexual, a partir de três etapas gerais: (1) a evolução histórica do debate sobre a determinação do comportamento, destacando as principais metodologias empregadas nessa trajetória; (2) apresentação e discussão das principais linhas de pesquisa sobre determinação do comportamento homossexual, enfatizando a análise crítica dos dados obtidos; (3) discussão das implicações das pesquisas apresentadas e possíveis encaminhamentos empíricos. Foi realizado um amplo levantamento bibliográfico, com ênfase em trabalhos empíricos abordando os determinantes do comportamento homossexual. Foram identificadas seis linhas de pesquisa principais, categorizadas como: medidas hormonais, efeitos hormonais, genética, funcionamento cerebral, modelos animais e efeitos ambientais. A metodologia e os resultados de cada pesquisa apresentada foram analisados. A partir da análise realizada, pôde-se discutir as influências políticas na pesquisa científica, as implicações éticas da divulgação dos resultados e organizar os dados existentes em uma proposta de compreensão do fenômeno. Espera-se contribuir para uma descrição do panorama geral do estudo dos determinantes do comportamento homossexual bem como para uma postura crítica frente às metodologias utilizadas e as conclusões veiculadas.
44

Diferenças de gênero em crianças: uma comparação entre diferentes metodologias / Gender differences in children: a comparison among different investigative methodologies

MENEZES, Aline Beckmann de Castro 11 April 2011 (has links)
Submitted by Cleide Dantas (cleidedantas@ufpa.br) on 2014-05-05T16:22:34Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) Tese_DiferencasGeneroCriancas.pdf: 1505074 bytes, checksum: 862db7f8257a475c7db2303207154f06 (MD5) / Approved for entry into archive by Ana Rosa Silva (arosa@ufpa.br) on 2014-05-08T14:39:59Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) Tese_DiferencasGeneroCriancas.pdf: 1505074 bytes, checksum: 862db7f8257a475c7db2303207154f06 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-05-08T14:39:59Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) Tese_DiferencasGeneroCriancas.pdf: 1505074 bytes, checksum: 862db7f8257a475c7db2303207154f06 (MD5) Previous issue date: 2011 / Há uma literatura vasta sobre dimorfismo sexual no comportamento infantil, incluindo estudos sobre padrões atípicos de gênero ou não conformidade de gênero. A proposta deste trabalho surgiu a partir de discussões sobre a relação entre gênero e comportamento homossexual. Contudo, percebeu-se a necessidade de ampliar o conhecimento sobre as diferenças de gênero entre crianças, a partir da utilização de diferentes metodologias na investigação de comportamentos típicos de gênero e da influência destas diferenças para as relações sociais infantis. Foram realizados três estudos. No primeiro, comparou-se as metodologias de observação e entrevista, sendo verificado que a maioria das brincadeiras ocorriam de forma intra-sexual, havendo algumas brincadeiras predominantes de um sexo específico. Percebeu-se, ainda, que o conteúdo dos relatos nas entrevistas sofreu influência do contexto sócio-cultural. No segundo estudo foram aplicados dois instrumentos padronizados de medidas de gênero, encontrando que há brincadeiras predominantemente preferidas por cada sexo e que a criança tende a se identificar e preferir brincar com crianças do mesmo sexo. No terceiro estudo foi realizada a análise do comportamento não verbal de díades mistas a partir de três protocolos distintos, onde os resultados indicaram que há diferenças entre os sexos quanto aos comportamentos em si, mas que o esforço comunicativo e o rapport tenderam a ser similares. Desta forma, foi encontrado que há muitas similaridades no comportamento geral entre os sexos, contudo em análises pormenorizadas pode-se perceber que há padrões específicos de cada sexo, especialmente no que se refere aos estilos de brincadeira e em padrões não verbais. Por fim, os diferentes métodos utilizados possuem vantagens e desvantagens devendo estas ser consideradas nas escolhas e combinações metodológicas de pesquisas futuras. / There is an extended literature about sexual dimorphism in child behavior, including studies regarding atypical gender patterns or gender non-conformity. This study proposal was elaborated upon discussions about the relation between gender and homosexual behavior. However, it was noted the need to broaden the knowledge over child gender differences through different methodologies in the investigation of gender typical behavior and the influence of these differences upon children social relations. There were made three studies. In the first one, the methodologies of observation and interview were compared, in which it was verified that most playful behaviors occurred among children of the same sex and that some were more common for a specific gender. It was also observed that the contend of interviews were culturally influenced. In the second study two structured instruments were applied to measure gender, being found that there are some plays preferred by each sex and that the child usually identify itself and prefer to play with children of the same sex. In the third study the non-verbal behavior of mixed dyads was analyzed using three different protocols. The results indicated differences between sexes regarding behaviors but the communication effort and the rapport was similar. In general, it was found that there are many similarities in the general behavior between sexes, however in deeper analysis it is possible to identify specific patterns of each gender, especially regarding play styles and non-verbal behavior. Finally, the methods used have advantages and disadvantages that must be considered when choosing and combining methodologies for future researches.
45

Quem é esse rapaz que tanto androginiza? Transgressões vestimentares nas homossexualidades não-hegemônicas / Who is that boy that androgynizes that much? Dress transgressions in non-hegemonic homosexualities

Meneses, Emerson Silva 25 June 2019 (has links)
O trabalho investiga as formas contemporâneas de disrupção da homossexualidade hegemônica no Brasil praticadas por gays efeminados, e em específico o papel das escolhas vestimentares como instrumento político de performance de homossexualidades contra-hegemônicas. A pesquisa se inicia por uma revisão de literatura por meio da qual procuramos colocar em perspectiva os vínculos entre moda e homossexualidade masculina ao longo da história do Brasil, evidenciando os diferentes sentidos historicamente atribuídos ao uso da moda como expressão de homossexualidades. Em seguida, procedemos a entrevistas pessoais em profundidade com cinco homens gays efeminados residentes na cidade de São Paulo, que não se encaixam no padrão heteronormativo hegemônico, com foco em seus usos vestimentares. Por meio da análise percebemos seu questionamento em relação às tentativas sociais de universalização, ou padronização, da performance de homossexualidade masculina. O estudo contribui para um melhor entendimento dos homossexuais masculinos contemporâneos que se opõem às coerções de uma masculinidade hegemônica / This research investigates the contemporary forms of disruption of hegemonic homosexuality practiced in Brazil by effeminate homosexuals, and particularly the role of dress as a political instrument of performance of counter-hegemonic homosexualities. The research begins with a literature review through which we try to put into perspective the links between fashion and male homosexuality throughout Brazilian history, emphasizing the different meanings that have been historically attributed to fashion as a homosexuality sign. Next, we conducted in-depth personal interviews with five effeminate gay men living in the city of São Paulo who do not fit into the hegemonic, heteronormative pattern, focusing on their dress uses. Through the analysis of the interviews we assess their questioning of social attempts of standardization of male homossexual performances. The study contributes to a better understanding of contemporary gay individuals who react to the coercions of a hegemonic masculinity
46

Orientação afetivo-sexual e desenvolvimento humano: relato de pessoas sobre a infância, adolescência, relações familiares e sociais

Oliveira, Felipe Ganzert [UNESP] 25 February 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:29:00Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-02-25Bitstream added on 2014-06-13T18:58:18Z : No. of bitstreams: 1 oliveira_fg_me_bauru.pdf: 736264 bytes, checksum: b2b3c373a1cbfa2873ccbdeb84470d89 (MD5) / Universidade Estadual Paulista (UNESP) / A sexualidade é um fenômeno complexo e até o momento não existe uma teoria que explique, por si só, como ocorre o desenvolvimento da sexualidade, uma vez que o estudo da sexualidade necessita de uma visão multidisciplinar, envolvendo os aspectos biológicos, sociais e psicológicos do desenvolvimento. Partindo de um referencial teórico da análise do comportamento, pode-se considerar que o comportamento sexual, assim como qualquer outro comportamento, é determinado pelos três níveis de seleção, ou seja, é resultante de uma carga genética, somado a um histórico de aprendizagem e ao contexto onde o indivíduo está inserido. Este estudo descritivo teve como objetivo investigar, por meio de relatos de jovens homossexuais e heterossexuais, as opiniões pessoais sobre o desenvolvimento da sexualidade e da orientação afetivo-sexual na infância e adolescência. Participaram oito pessoas com idades entre 22 e 28 anos, sendo quatro homens e quatro mulheres. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevistas e os relatos obtidos foram analisados em conteúdo resultando nas seguintes categorias: Categoria 1 - relatos sobre o período da infância e adolescência, evidenciando a influência dos modelos comportamentais no desenvolvimento das relações sociais afetivas; Categoria 2 - relatos sobre a relação com familiares, marcada por conflitos, com vínculos afetivos estabelecidos tanto com a figura da mãe quanto a do pai, além da relação com os demais familiares; Categoria 3 - educação sexual: relatos sobre a educação familiar e escolar e a influência na sexualidade, destacando a influência dos aspectos culturais, além das contingências de reforçamento no desenvolvimento humano, além de levantar a participação da escola quanto influência no processo do desenvolvimento humano e, consecutivamente, no desenvolvimento sexual; Categoria 4 - relatos sobre sexualidade... / Sexuality is a complex phenomenon, and there isn't a theory that explains, in itself, as is the development of sexuality, simnce the study of sexuality requires a development. From a analysis of behavior view, it can be considered that sexual behavior, as well as any other behavior, is determined by the three levels of selection, or is the result of a genetic load, coupled with a history of learning and the context in which the individual belongs. This descriptive study aimed to investigate, through reports of young homesexuals and heterosexuals, personal opinions on the development of sexuality and sexual-affective orientation in childhood and adolescence. Eight people participated, aged between 22 and 28 years, four men and four women. The data was collected through interviews and reports were evaluated in content resulting in the following categories: Category 1 - Reports on the period of childhood and adolescence, highlighting the influence of behavior models in the development of affefctive social relations; Category 2 - Reports on the relationship with family, market by conflict, with established emotional ties with mother and father, addressing the relation with the family; Category 3 - Sex education: report on education and family and school influences on sexuality, highlighting the influence of cultural aspects, besides the reinforcement contingencies in human development, besides raising the characteristics of the school on the process of human development and consecutively in sexual development; Category 4 - Reports about sexuality in human development, raising the participants' understanding about sexuality, and the reports related to the early episodes of sexuality; Category 5 - Reports of sexuality current and future expectations, which demonstrated the importance of family, friends and loving couples in the development of sexual identy. At the end of the study, concluded... (Complete abstract click electronic access below)
47

A sexualidade como aspecto inclusivo : uma proposta de intervenção para pais e professores de jovens com deficiência mental.

Albuquerque, Paloma Pegolo de 26 May 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2016-06-02T19:46:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 1449.pdf: 1236546 bytes, checksum: b2422f4cda0db7d4ce5b948af0eb14c6 (MD5) Previous issue date: 2007-05-26 / Universidade Federal de Minas Gerais / The matter of sexuality in mental retardation still generates mistakes and prejudices. Parents and teachers, for example, often find difficulties over this subject, depriving people with mental retardation of having effective access to sexual orientation and, therefore, of reaching more autonomy and personal fulfillment. This work had as main objective to investigate what parents and teachers think about the sexuality of their sons and daughters as well as students with mental retardation, aiming to draw and introduce an intervention proposal. First of all, 17 parents and 23 teachers from one special school were interviewed with regards to picking necessary information to subsequent intervention. It was aimed, by means of a semi-structured interview script made by the researcher, to know more about the participants viewpoints and opinions about issues related to sexuality in general, to sexuality in mental retardation and to sexual education/orientation behavior towards their children/students, as well as their main needs and doubts. Then, a course named "Sexuality and mental retardation" was offered to two groups of participants: one for parents and other for teachers. The course was carried out on weekly meetings, summing up eight meetings with each group (two months on the whole). Such meetings had a theoretical part and moments to discuss the difficulties and needs related by participants, with discussions, dynamics, role-playing and problem-solving activities, movies and others. After the intervention, new interviews with the parents and teachers were made to check the effects of it. The qualitative analysis of the results was made based on information got in pre- and post-intervention and on the assessment of the questionnaire results about the course answered by the participants, that were grouped in categories; besides, all practical activities taken in the course were described and analyzed, like the Instrument for registration of sexual behaviors of children/students and the Activity in class for teachers. Some signs of changes in the participants' opinion were noticed, like an enlargement of reflections about the sexuality - mental retardation subject, and a perception of the importance of sexuality in the lives of people with mental retardation, as well as a greater attention and respect for their emotional-sexual interest and needs. Some attitude changes were also noticed, like a predisposition to act the right way when facing sexuality-related situations by means of a greater questioning of their role in this process; as well as an increase in confidence and preparation to deal with the subject. Besides, we noticed some behavior changes regarding sexual orientation, like an increase in dialogue about sexuality. Nevertheless, given the needs and difficulties presented by the populations of parents and teachers of people with mental retardation, new studies in the area are still recommended. / A questão da sexualidade na deficiência mental ainda gera equívocos e preconceitos. Pais e professores, por exemplo, freqüentemente encontram dificuldades diante dessa temática, privando as pessoas com deficiência mental de terem acesso efetivo à orientação sexual e, assim, alcançarem maior autonomia e realização pessoal. Esse trabalho teve como objetivo principal investigar o que pensam pais e professores de jovens com deficiência mental sobre a sexualidade da pessoa com deficiência mental, visando elaborar e implementar uma proposta de intervenção. Em primeiro lugar, foram feitas entrevistas com 17 pais e com 23 professores de uma escola especial para coletar informações necessárias à intervenção posterior. Buscou-se, por meio de um roteiro de entrevista semi-estruturada elaborado pela pesquisadora, conhecer mais acerca das visões e opiniões dos participantes sobre questões ligadas à sexualidade em geral, à sexualidade na deficiência mental e aos comportamentos de educação/orientação sexual para com seus filhos/alunos, bem como as principais necessidades e dúvidas existentes. Foi, então, oferecido um curso chamado Sexualidade e deficiência mental para dois grupos de participantes: um para os pais e outro para os professores. O curso foi realizado por meio de encontros semanais, resultando em oito encontros com cada grupo (dois meses ao todo). Tais encontros tiveram uma parte teórica e momentos para se trabalhar as dificuldades e necessidades relatadas pelos participantes, por meio de discussões, dinâmicas, atividades de role-playing, atividades de resolução de problemas, filmes e outras. Após a intervenção, foram feitas novas entrevistas com os pais e com os professores para verificar os efeitos da mesma. A análise qualitativa dos resultados foi feita com base nos dados obtidos nas entrevistas pré e pós-intervenção e nos resultados dos questionários de avaliação sobre o curso, respondidos pelos participantes, que foram agrupados em categorias; além disso, todas as atividades práticas realizadas no curso, como os Instrumentos para registro de comportamentos sexuais dos filhos/alunos e a Atividade em classe para os professores, foram descritas e analisadas. Foram percebidos alguns indícios de mudanças de opinião dos participantes, como uma ampliação das reflexões sobre o tema sexualidade deficiência mental, e uma percepção da importância da sexualidade na vida das pessoas com deficiência mental, bem como uma atenção e respeito maior por seus interesses e necessidades afetivos - sexuais. Foram notadas também algumas mudanças de atitudes, como uma predisposição a agir de forma adequada quando envolvido em situações relacionadas à sexualidade a partir de um maior questionamento do seu papel frente a esse processo; e também um aumento da segurança e preparo para lidar com o tema. Além do mais, foram percebidas algumas mudanças de comportamento referentes à orientação sexual, como um aumento do diálogo sobre sexualidade. Apesar disto, frente às carências e dificuldades apresentadas pelas populações de pais e professores de pessoas com deficiência mental são recomendados ainda novos estudos na área.
48

Breve olhar sobre a sexualidade na fala dos professores da educação de jovens e adultos

Bacco Junior, Arnaldo Martinez de [UNESP] 16 November 2009 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:24:34Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2009-11-16Bitstream added on 2014-06-13T19:31:15Z : No. of bitstreams: 1 baccojunior_am_me_arafcl.pdf: 742808 bytes, checksum: aaa25f64a4d60850d5df7aba566e2846 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O presente trabalho teve como objetivo discutir a necessidade de se trabalhar a temática da orientação sexual junto esse público. Especificamente, objetivou-se analisar se os professores da Educação de Jovens e Adultos observam mudanças comportamentais em seus alunos, no tocante à sexualidade, e se esses mesmos professores trabalham com as situações relativas à sexualidade na sala de aula e se estão preparados para assumi-la em sua prática docente, entendendo que a sexualidade faz parte do elenco dos temas transversais. O trabalho é composto por uma introdução à Sexualidade e à História da Orientação Sexual no Brasil, por um histórico da Educação de Jovens e Adultos no Brasil, pelo diagnóstico da formação de professores e pela análise das falas dos professores da Educação de Jovens e Adultos. A pesquisa utilizou entrevistas semi-estruturadas que, analisadas, possibilitou confirmar ou não as hipóteses elencadas. Entre os resultados obtidos, foi possível detectar a urgência da Orientação Sexual voltada para a Educação de Jovens e Adultos e a disposição dos professores em trabalhar com este tema. / This paper has a purpose to discuss the necessity to introduce the sexual education for this public. Especifically, the aim is a analysis if the teachers follow behaviour changes in her students related to sexuality, if they work with situations linked to sexuality in classrons and finally discover if they are prepared to use this practice understanding that sexuality is a part of the cross-cutting themes. It is composed by an a introduction to sexuality and History of Sexuality in Brazil and a overwiew about teacher`s training and her speechs. The search used semi-structured reports that once reconsidered give oportunity to confirm or not hypothesis. Among the results we detected the urgency of sexual matters linked to youth and adults education and the attitude of the teachers in order to develop this subject.
49

Religião e sexualidade: Uma análise do materia l de orientação sexual das organizações ecumênicas no Brasil

Roberto, Vera Maria 13 September 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-03T12:20:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Capa.pdf: 27628 bytes, checksum: 9cc8ad41e51974354aa2809905ec9233 (MD5) Previous issue date: 2004-09-13 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Este estudo surgiu da inquietação da autora sobre a eficiência da comunicação no ensino e orientação sexual nas comunidades religiosas. E como se dá tal ensino nas Organizações Ecumênicas. Para tanto, foram escolhidas organizações ecumênicas que tem como um de seus objetivos a educação à população e desenvolvem efetivo trabalho na área de educação e orientação sexual. As organizações ecumênicas, objeto deste estudo são: Conselho Latino Americano de Igrejas-CLAI, KOINONIA -Presença Ecumênica e Serviço, Coordenadoria Ecumênica de Serviço-CESE e Diaconia. Tal escolha não foi ao acaso, mas pelo fato das referidas organizações comporem a RES-Rede Evangélica de Solidariedade. Ao longo do estudo dos folhetos e livretos disponibilizados às Igrejas membros foi possível perceber a dificuldade de diálogo entre ciência e bíblia quando o assunto é sexualidade. Levantou-se a necessidade de novas teorias que dê conta de explicações coerentes sobre o que é sexualidade e como transmiti-la à comunidade religiosa, tornando, esse ensino, enriquecedor, verdadeiro e livre de preconceitos e discriminações. Verificou-se que a comunidade religiosa tem em sua forma de pensar alguns preceitos doutrinários, porém a aplicação de tais preceitos nem sempre é possível por viverem em uma sociedade que oferece possibilidades de práticas sexuais livres, mesmo sendo essas reprovadas pelo estilo de vida escolhido pelos cristãos. Eles, os cristãos, não estão imunes de tais práticas. Necessitando assim orientações esclarecedoras de seus líderes sobre o assunto, uma vez que esses são vistos como os que têm legitimidade para tratar qualquer assunto na comunidade.(AU)
50

Como e quando começar a orientação sexual na escola: a opinião dos professores do município de Embu-SP / How and when to start sexual education in school: the understanding of professors from the municipality of Embu, SP, Brazil

Jardim, Dulcilene Pereira [UNIFESP] January 2008 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-12-06T23:47:43Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2008 / A Orientação Sexual constitui-se na atualidade um tema transversal devendo permear todo o currículo escolar, num processo de intervenção pedagógica com o objetivo de transmitir informações e problematizar questões relacionadas à sexualidade. O professor é a peça chave para execução e sucesso desta intervenção, portanto, este estudo teve como objetivos identificar o conhecimento e a prática dos mesmos em relação à orientação sexual, bem como conhecer a opinião dos professores sobre o momento (Quando) e a maneira (Como) de iniciar as atividades de orientação sexual na escola. Trata-se de uma pesquisa descritivoexploratório, realizada em quatro escolas estaduais de ensino fundamental e médio do município de Embu das Artes, SP. A amostra foi constituída por 130 professores também participantes do Projeto de Extensão Universitária Corporalidade e Promoção da Saúde. A coleta de dados foi realizada em dois momentos distintos, sendo o primeiro por meio de um questionário, e o segundo, pela técnica de Grupo Focal. Os resultados apontam que os professores deste estudo consideram importante a orientação sexual, pois a escola mostra-se importante não somente para transmissão de informações, mas também para promover reflexão sobre essas questões e mudanças de conceitos e comportamentos sexuais, complementando a educação sexual recebida da família. Os professores reconhecem sua falta de preparo para a função não somente teórica e metodológica, mas também nas questões pessoais com suas áreas de interdição sobre o aspecto sexual. Soma-se, ainda, a falta de recursos materiais e de tempo para preparo das aulas, o que compromete o desenvolvimento do trabalho de orientação sexual na escola. Para eles, a orientação sexual deveria ter início desde o ingresso da criança na escola, ou seja, desde a 1ª série, em um processo contínuo e gradativo. Usando de linguagem apropriada para cada idade, respeitando o nível de maturidade da criança para absorção das informações transmitidas. A 5ª série foi apontada como a fase indicada para o aprofundamento das questões sobre sexualidade, pelo aumento da curiosidade dos alunos sobre o tema e por terem maior maturidade para discussão dos assuntos. Apesar de se considerarem despreparados para o desenvolvimento das atividades de orientação sexual, a maioria dos professores aborda o tema em sala de aula. As atividades sugeridas são: uso de dinâmicas e brincadeiras com auxílio de recursos áudio-visuais, através da leitura de textos e de discussões baseadas nas perguntas feitas pelos próprios alunos. Aproveitam, ainda, as situações do cotidiano escolar ou social trazidas pela mídia para suscitar discussões. Os docentes consideram-se aptos a discutirem todos os assuntos relacionados à sexualidade, porém, declaram ter mais habilidade para discussão de temas com enfoque biológico como Doenças Sexualmente Transmissíveis, gravidez, conhecimento sobre o corpo e métodos contraceptivos. Conclui-se que os professores precisam ser capacitados para conduzir os alunos em um processo contínuo e gradativo de aquisição de conhecimentos e de instrumentos que transformem este conhecimento em mudanças de comportamento. Desta forma, um desenvolvimento saudável da sexualidade deles, livre de riscos físicos, psíquicos e sociais poderá ser garantido. / Sexual Education is currently constituted of a transversal topic that should span the whole school curriculum, in a pedagogic intervention process aiming at providing information and addressing issues related to sexuality. The teacher is a key part in the accomplishment of this intervention, and should be prepared for the function. Therefore, this study aimed at identifying teachers' knowledge and practice concerning Sexual Education, as well as to know their opinion about the time (when) and manner (how) the Sexual Orientation should be started as a school activity. A descriptive-exploratory research was carried out in four state-run elementary and high schools in the municipality of Embu das Artes, SP. The sample was composed by 130 teachers who also took part in the Corporality and Health Promotion University Project. Data were collected at two distinct moments, firstly through a questionnaire, and then through the Focal Group technique. Results demonstrated that teachers consider Sexual Education at school to be important. To them, the school seems important not only to spread information, but also to promote reflection upon these issues and to promote changes of sexual behaviors and concepts. Thus, the school enhances the sexual education received from the family. Teachers acknowledge their lack of prepare for the function, which includes not only theoretical and methodological aspects, but also personal issues regarding their own sexual restraints. In addition to that is the lack of material resources and time for class preparation, what impairs the development of Sexual Education tasks at school. In their opinion, Sexual Education should start at the moment children are admitted to school, that is, in the first grade, in a continuous and gradual process, by using appropriate language for each age, and respecting the child’s maturity level to absorb the provided information. The fifth grade was pointed out as the appropriate age for in-depth education of sexuality-related issues because of the increase in curiosity for the topic, and also for having more maturity to discuss the topics. Despite the teachers feel unprepared for the development of Sexual Education activities at school, the most of them approach the insertion of the issue in the classroom. The activities suggested by them are: group dynamics and plays with audiovisual resources, readings, and discussions based on questions asked by the students themselves. They also use daily school and social life brought by the media to raise discussions. Teachers considered themselves able to discuss all the issues related to sexuality, however, reporting more ability to discuss topics of biological scope such as Sexually-Transmitted Diseases/AIDS, pregnancy, knowledge about the human body and contraceptive methods. It was concluded that teachers need to be properly instructed to lead students into a continuous and gradual process of knowledge acquisition and proper tools that turn this knowledge in behavior changes. Thus, a healthy development of sexuality, without physical, psychic and social risks can be assured. / BV UNIFESP: Teses e dissertações

Page generated in 0.1176 seconds