• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 101
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 109
  • 34
  • 29
  • 23
  • 23
  • 23
  • 22
  • 21
  • 20
  • 19
  • 18
  • 14
  • 14
  • 13
  • 11
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

A bioética e a prevenção da Aids para travestis

Kraiczyk, Juny 17 December 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Bioética, 2014. / Submitted by Guimaraes Jacqueline (jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2015-06-02T15:23:07Z No. of bitstreams: 2 2014_JunyKraiczyk.pdf: 5243547 bytes, checksum: f637413967cb2a9269da74d22e9a41e0 (MD5) 2014_JunyKraiczyk.pdf: 5243547 bytes, checksum: f637413967cb2a9269da74d22e9a41e0 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2015-06-02T15:39:18Z (GMT) No. of bitstreams: 2 2014_JunyKraiczyk.pdf: 5243547 bytes, checksum: f637413967cb2a9269da74d22e9a41e0 (MD5) 2014_JunyKraiczyk.pdf: 5243547 bytes, checksum: f637413967cb2a9269da74d22e9a41e0 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-06-02T15:39:18Z (GMT). No. of bitstreams: 2 2014_JunyKraiczyk.pdf: 5243547 bytes, checksum: f637413967cb2a9269da74d22e9a41e0 (MD5) 2014_JunyKraiczyk.pdf: 5243547 bytes, checksum: f637413967cb2a9269da74d22e9a41e0 (MD5) / O objetivo geral deste trabalho é produzir conhecimento acerca das estratégias de prevenção do HIV/AIDS, voltadas para as travestis, a partir da Bioética de Intervenção e da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUBDH). O alto índice de infecções pelo HIV e dos casos de aids entre as travestis implica no reconhecimento da gravidade da epidemia entre esta população, e, consequentemente, demanda questionamentos das estratégias de prevenção das políticas governamentais, com vista a atenuar os impactos deste fenômeno. Para tanto, este trabalho discorre sobre o fato de que as pessoas vivenciam seus corpos, gênero e suas sexualidades de diferentes maneiras, obrigando um novo olhar a tais processos, para definir o que é ou não é “natural” e agregar as “descontinuidades” e/ou “incoerências sexuais”, inclusive junto as políticas públicas. Nestes termos, o trabalho evidencia ainda que as violações dos direitos resultam na expectativa de morte e no risco de adoecimento em decorrência da aids e compõem as experiências subjetivas, fazendo dialogar os nexos de causalidade entre as dinâmicas sociais e o elevado risco para o HIV entre pessoas trans. A partir do histórico das políticas nacionais relacionadas às travestis, de experiências dos encontros e de programas de prevenção, afirma-se a necessidade de que as especificidades das travestis sejam consideradas na elaboração, planejamento e consecução das políticas de prevenção do HIV/AIDS em saúde, de modo que os princípios de equidade, justiça social, o respeito a dignidade da pessoa humana, sejam respeitadas. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The objective of this work is to raise awareness about HIV/AIDS prevention strategies, targeting the transvestite community from the Bioethics Intervention and the Universal Declaration of Human Rights (DUBDH). The high rate of HIV infections and AIDS cases within the transgender community, is evidence of the seriousness of the epidemic among this population, and therefore demands prevention strategies of government policies to mitigate the impacts of this phenomenon. This paper discusses the fact that people experience their bodies, sexuality and gender in different ways, challenging the perception and definition of what is "natural" and reflecting their human rights in public policies. Additionally, the work shows that violations of rights result in the expectation of death and the risk of falling ill due to AIDS and compose the subjective experiences, using arguments of the causal links between social dynamics and the high risk for HIV among transgender people. From the history of national policies related to the transgender individual and from experiences and encounters of prevention programs, it is stated the necessity that the specifics of transgender individuals are considered in the design, planning and implementation of HIV-aids prevention policies on health so that the principles of equity, social justice, and respect for human dignity are respected.
12

Carne, tinta e papel: a emergência do sujeito travesti público-midiatizado em Fortaleza (CE), no tempo dos hormônios/farmacopornográfico

Veras, Elias Ferreira January 2015 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2016-10-19T13:00:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 339030.pdf: 2710534 bytes, checksum: 3afbb950c358aabf6732cafcb3fed3d0 (MD5) Previous issue date: 2015 / Neste trabalho, analiso a emergência do sujeito travesti em Fortaleza (CE), seu surgimento como nova personagem público-midiatizada e estigmatizada, na passagem do tempo das perucas para o tempo dos hormônios, este último, chamado de tempo farmacopornográfico (virada da década de 1970 para 1980). Problematizo esse processo de subjetivação farmacopornográfico a partir de uma análise foucaultiana e de gênero-queer das fontes históricas (jornais, revistas, obras literárias, antropológicas e narrativas orais de travestis). Se, no tempo das perucas, o termo travesti designava uma prática eventual, restrita aos espaços privado e/ou público-temporário, no tempo farmacopornográfico, a palavra também passou a nominar um novo sujeito sexual, que ganhou inteligibilidade heteronormativa, em grande parte, graças aos meios de comunicação, como um "tipo" de homossexual marcado pela ambiguidade. Tal emergência foi acompanhada por discursos e práticas de excitação-fascínio e de controle-estigma. Nessa trama-tempo marcada por embates, as travestis produziram contra-discursos que contribuíram para rearranjar as normas de gênero, sexualidade, corpo e do público-privado em Fortaleza.<br> / Abstract : In this paper I analyze the emergence of the subject transvestite in Fortaleza (Ceará State), its appearance as a new public-mediatized and stigmatized character in the passage of the wigs times to the hormones-pharmacopornographic times (in the turn of the 1970s to 1980s). I problematize this process of pharmacopornographic subjectivity from a Foucault's analysis of gender-queer of historical sources (newspapers, magazines, literary, anthropological and oral narratives of transvestites). If, at the wigs times, the term transvestite designated an eventual practice, confined to private spaces and/or public-temporary ones, at the pharmacopornographic times the word also came to nominate a new sexual individual who got heteronormative intelligibility, largely by the media, as a "type" of homosexual marked by ambiguity. Such emergence was accompanied by speeches and practices of excitation-fascination and control-stigma. At this plot-time marked by clashes, transvestites produced counter-speeches that contributed to rearrange gender norms, sexuality, body, and public-private in Fortaleza.
13

Avec ou sans fard modèles, performances et effets des personnages travestis de la trilogie "Les cahiers de Céline" de Michel Tremblay

Busilacchi, Simon January 2012 (has links)
Quand on entend parler des travestis de Michel Tremblay, l'on pense à des hommes maquillés à outrance qui s'habillent en longues robes à paillettes, un boa de plumes autour du cou. L' image nous fait sourire, car nous nous souvenons facilement des prestations théâtrales burlesques qui ont contribué à les rendre populaires. En contrepartie, les romans de l'auteur sont moins connus, bien qu'ils livrent des informations sur ces personnages. Par ce mémoire, nous proposons d'examiner la construction des travestis dans la trilogie romanesque Les cahiers de Céline . Notre objectif principal est de déterminer les motifs inhérents à leur formation identitaire. En se fardant, les travestis n'ont plus à assumer leur identité d'homme québécois homosexuel. Ajoutons à cela que chacun des travestis a sa propre genèse, d'où la nécessité de relever la singularité de son parcours. Pour ce faire, nous avons divisé notre mémoire en trois volets : nous analysons d'abord les influences culturelles et émotives à l'origine du travestissement; nous recensons ensuite les habitudes vestimentaires et attitudinales et nous examinons enfin la réception des performances. Dans le premier chapitre, nous mettons en lumière les sources imaginaires de l'identité fictive. Les travestis trouvent des avantages à se déguiser en femme. Afin de les connaître, nous avons établis [i.e. établi] deux catégories, soit l'idéal-type et le type repoussoir. Pour les travestis de l'idéal-type, soit Babalu, Greta-la-Jeune, Hosanna, Mimi-de-Montmartre et Nicole Odéon, la conformité aux normes du genre les sécurise. Quant à ceux du type repoussoir, la Duchesse de Langeais, de Greluche, Greta-la-Vieille, Mae East et Jean-le-Décollé, la négation des idéaux féminins leur permet de gagner en considération. Pour ce qui est de la sous-catégorie des travestis-prostitués, nous confirmons l'hypothèse selon laquelle leur travestissement correspond aux fantasmes d'une clientèle avant de répondre à des aspirations personnelles. Au deuxième chapitre, les travestis affichent, par leurs prestations, leur inclinaison pour certains stéréotypes populaires. Notons que plus une icône féminine possède un répertoire de gestes flamboyants plus il est susceptible qu'elle soit choisie par les travestis, car ils éprouvent de la facilité à imiter ce qui est déjà caricatural. Nous constatons que ceux du type repoussoir sont plus enclins à créer de nouveaux personnages que ceux de l'idéal-type, qui doivent se soumettre à des règles plus contraignantes en matière de travestissement. Malgré ces différences, il arrive aux travestis repoussoirs d'être moins ridicule [i.e. ridicules] que ceux de l'idéal-type. Pour ces derniers, s'ils dénigrent leur modèle, c'est à leur insu, la médiocrité témoignant du clivage entre fantasme de consécration sociale et réalité performative. Le troisième chapitre s'intéresse à la façon dont les performances sont reçues par l'entourage. Selon les témoignages, nous constatons que les travestis restent marqués par leur condition sociale et économique. D'une part, ils connaissent mal les références culturelles qu'ils imitent, car elles sont trop éloignées de leur réalité. D'autre part, leur modeste revenu les empêche d'acheter les mêmes accessoires de marque portés par les artistes qu'ils affectionnent. De leur propre aveu, les travestis reconnaissent devoir exagérer leur performance pour se faire remarquer, jusqu'à se rendre ridicule [i.e. ridicules]. Cela peut paraître paradoxal pour ceux de l'idéal-type, mais la beauté ne leur assure pas le succès contrairement à la laideur. En effet, dans le bordel du Cycle des cahiers , les plus laides sont les plus demandées. Des hommes hétérosexuels s'intéressent à ces travestis afin de vivre une expérience subversive. La laideur devient exotisme, mais aussi une marque d'expérience, l'usure représentant le poids d'une vie difficile. La Duchesse étend ce constat à toutes ses consoeurs qu'elle juge médiocres, par leur apparence et par leur talent d'actrice. Le déguisement n'est au final qu'une activité ludique où la dimension spectaculaire théâtrale est plus importante que la dimension identitaire liée au sexe/genre. Et comme au théâtre, le personnage ne peut exister que du moment où son public est satisfait.
14

Travestilidades: incursões sobre envelhecimento a partir das trajetórias de vida de travestis da cidade do Recife

COSTA, Cicera Glaudiane Holanda 28 August 2013 (has links)
Submitted by Felipe Lapenda (felipe.lapenda@ufpe.br) on 2015-03-11T14:09:03Z No. of bitstreams: 2 DISSERTAÇÃO Cícera Glaudiane Holanda Costa.pdf: 12956369 bytes, checksum: 87b8f6bf1d9c5056a46b09f9c4032d00 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-11T14:09:03Z (GMT). No. of bitstreams: 2 DISSERTAÇÃO Cícera Glaudiane Holanda Costa.pdf: 12956369 bytes, checksum: 87b8f6bf1d9c5056a46b09f9c4032d00 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Previous issue date: 2013-08-28 / A experiência travesti suscita diversas reflexões referentes à dicotomia masculino/feminino através da (re)construção de uma imagem, que ao mesmo tempo dialoga e pontua uma ruptura com a lógica dominante de gêneros. Esse corpo travestido estabelece uma linguagem que narra experiências, e ganha significados a partir da cultura que está inserido e é atualizado e alterado a partir dela. Neste sentido, esta pesquisa tem como perspectiva contribuir para discussões dos processos de construção das travestilidades, assim como refletir sobre questões que problematizam a representação do corpo, do gênero e da sexualidade no cotidiano. Procura, nesta direção, conhecer os significados atribuídos pelas travestis ao processo de envelhecimento a partir de suas experiências. As experiências aqui, percebidas como uma construção discursiva cotidiana constituída tanto individual como coletivamente, são acessadas através de elementos trazidos nos discursos e na observação de fotografias e material audiovisual produzido em contextos diferentes nos encontros com as interlocutoras. O material audiovisual foi utilizado como importante instrumento para mediar os diálogos com as travestis. Através das falas de quatro interlocutoras faz-se um mergulho em suas trajetórias de vida percebendo similitudes e diferenças em cada experiência relatada. Essas trajetórias são compreendidas com base nas novas discussões sobre curso da vida, enfatizando a ideia em que qualquer ponto da trajetória de vida precisa ser analisado de uma perspectiva dinâmica, como consequência de experiências passadas e expectativas futuras, e de uma integração entre os motivos pessoais e os limites do contexto social e cultural correspondente. Desse modo, é possível perceber como na vivência de suas travestilidades existem especificidades que interferem no curso da vida e que atuam em um movimento pendular para a apreensão de imagens, tanto positivas como negativas, sobre envelhecimento.
15

Que mulher é essa?: identidade, política e saúde no movimento de travestis e transexuais / Wich woman is this ? Identity, politics and health in the brazilian trans movement

Mario Felipe de Lima Carvalho 01 March 2011 (has links)
Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo a Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro / O objeto desta dissertação é explorar os discursos militantes relativos à diferenciação entre as identidades coletivas de travestis e transexuais no âmbito do movimento de travestis e transexuais brasileiro e sua repercussão nas demandas e proposições de políticas públicas de saúde, mais especificamente no que tange às transformações corporais. Realizei entrevistas semi-estruturadas com ativistas reconhecidas como lideranças desse movimento, tendo como principais eixos: trajetória militante, diferenciação entre travestis e transexuais, organização do movimento, agenda política, transformações corporais e demandas relativas à saúde. Além disso, realizei etnografias em encontros gerais do movimento LGBT, assim como nos específicos de travestis e transexuais, com destaque para o XVI e XVII Encontro Nacional de Travestis e Transexuais (ENTLAIDS), realizados no Rio de Janeiro em 2009 e em Aracaju em 2010; a V Conferência Regional para América Latina e Caribe da ILGA (International Lesbian and Gay Association), realizada em Curitiba em 2009; e a I Marcha Nacional Contra a Homofobia, realizada em 19 de maio de 2010 em Brasília. A partir dos resultados das entrevistas e das etnografias, busco construir um histórico do movimento de travestis e transexuais no Brasil, no qual é possível localizar a emergência das categorias identitárias e seus conflitos. Assim, minha investigação passa pela análise da relação com categorias estigmatizantes como a prostituição e, especialmente, das capacidades de incorporação ou de apropriação de discursos médicos e psiquiátricos na construção de identidades, o que inclui a influência de fatores de classe e de acesso a serviços de saúde especializados, notoriamente o processo transexualizador no SUS. A análise das principais demandas do movimento me levou a uma relação entre políticas de reconhecimento e processos de purificação. Por fim, busco compreender o processo de construção de uma carreira militante no movimento de travestis e transexuais. / The goal of this work is to explore the discourses of Brazilian travesties and transexuais activists on the distinction between the social identities of travesties and transexuais and their impact on the demands and proposals of public health policies, specifically in relation to body modifications. I conducted semistructured interviews which. main subjects addressed were: militant path, differentiation between travestis and transexuais, organization of the movement, the political agenda, body modifications and demands on health. In addition, I conducted ethnographic observations during meetings of the LGBT movement, as well as during meetings of Brazilian Trans Movement, especially the XVI and XVII National Meeting of Transvestites and Transsexuals (ENTLAIDS) held in Rio de Janeiro in 2009, and in Aracaju in 2010; the Fifth Regional Conference for Latin America and the Caribbean of ILGA (International Lesbian and Gay Association), held in Curitiba in 2009, and I National March Against Homophobia, held on May, 19th 2010 in Brasilia. Based on this work, I reconstruct the history of the Trans Movement in Brazil, where it is possible to locate the emergence of travestiand transexual as identity categories and the political conflicts they produce. My analysis focus on the relationship between theses identity categories and stigmatizing ones like prostitution, and especially on the capacity of incorporation or appropriation of medical and psychiatric discourses in the construction of social identities. This includes the influence of social class and access to specialized health services, notably the process of health care for transsexuals in the Brazilian public health system. Finally, the analysis of the main demands of the movement led me to establish a link between recognition policies and processes of purification.
16

A representação simbólica de travestis na mídia: uma análise do período entre 2000 e 2014 no Jornal Folha de S. Paulo / The symbolic representation of travestis in the media: an analysis of the period between 2000 and 2014 in the Folha de S. Paulo newspaper

Augusto, Annelize Pires 30 October 2017 (has links)
Submitted by Annelize Pires Augusto null (annepires456@hotmail.com) on 2018-04-08T18:44:50Z No. of bitstreams: 1 Dissertação Annelize Pires.pdf: 1332930 bytes, checksum: a0c9c0d61f9d7ac00993b2a40d9ad0cf (MD5) / Approved for entry into archive by Lucilene Cordeiro da Silva Messias null (lubiblio@bauru.unesp.br) on 2018-04-10T12:39:37Z (GMT) No. of bitstreams: 1 augusto_ap_me_bauru.pdf: 1332930 bytes, checksum: a0c9c0d61f9d7ac00993b2a40d9ad0cf (MD5) / Made available in DSpace on 2018-04-10T12:39:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 augusto_ap_me_bauru.pdf: 1332930 bytes, checksum: a0c9c0d61f9d7ac00993b2a40d9ad0cf (MD5) Previous issue date: 2017-10-30 / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / Esta pesquisa tem por objetivo analisar como o jornal diário Folha de S. Paulo, a partir da publicação de matérias produz uma construção e uma reprodução da imagem dos indivíduos travestis enquanto representantes simbólicos que fazem parte da sociedade e estão inseridos na cultura em que vivemos. O córpus da pesquisa compreende matérias publicadas no jornal Folha de S. Paulo durante o período de janeiro de 2000 a dezembro de 2014. A fundamentação teórica utilizada se baseará na antropologia interpretativa de C. Geertz, nos conceitos de identidade de D. Cuche e em outros teóricos que possam contribuir para a realização desta pesquisa. Busca-se examinar como os elementos presentes nas matérias buscam representar a imagem e a realidade dos indivíduos travestis enquanto participantes da construção cultural da sociedade. E como o diário se apropria de tais construções sociais para que possa formular seus textos. / This research aims to analyze how the daily newspaper Folha de S. Paulo, from the publication of stories produces a construction and reproduction of the image of travestis individuals as symbolic representatives that are part of society and are embedded in the culture in which we live. The research corpus includes articles published in the newspaper Folha de S. Paulo during the period January 2000 to December 2014. The theoretical basis used will be based on the interpretive anthropology of C. Geertz, on the concepts of D. Cuche's identity and on other theorists who can contribute to this research. It seeks to examine how the elements present in the articles seek to represent the image and reality of transvestite individuals as participants in the cultural construction of society. And how the diary appropriates such social constructions so that he can formulate his texts. / FAPESP: 2015/26945-7
17

Que mulher é essa?: identidade, política e saúde no movimento de travestis e transexuais / Wich woman is this ? Identity, politics and health in the brazilian trans movement

Mario Felipe de Lima Carvalho 01 March 2011 (has links)
Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo a Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro / O objeto desta dissertação é explorar os discursos militantes relativos à diferenciação entre as identidades coletivas de travestis e transexuais no âmbito do movimento de travestis e transexuais brasileiro e sua repercussão nas demandas e proposições de políticas públicas de saúde, mais especificamente no que tange às transformações corporais. Realizei entrevistas semi-estruturadas com ativistas reconhecidas como lideranças desse movimento, tendo como principais eixos: trajetória militante, diferenciação entre travestis e transexuais, organização do movimento, agenda política, transformações corporais e demandas relativas à saúde. Além disso, realizei etnografias em encontros gerais do movimento LGBT, assim como nos específicos de travestis e transexuais, com destaque para o XVI e XVII Encontro Nacional de Travestis e Transexuais (ENTLAIDS), realizados no Rio de Janeiro em 2009 e em Aracaju em 2010; a V Conferência Regional para América Latina e Caribe da ILGA (International Lesbian and Gay Association), realizada em Curitiba em 2009; e a I Marcha Nacional Contra a Homofobia, realizada em 19 de maio de 2010 em Brasília. A partir dos resultados das entrevistas e das etnografias, busco construir um histórico do movimento de travestis e transexuais no Brasil, no qual é possível localizar a emergência das categorias identitárias e seus conflitos. Assim, minha investigação passa pela análise da relação com categorias estigmatizantes como a prostituição e, especialmente, das capacidades de incorporação ou de apropriação de discursos médicos e psiquiátricos na construção de identidades, o que inclui a influência de fatores de classe e de acesso a serviços de saúde especializados, notoriamente o processo transexualizador no SUS. A análise das principais demandas do movimento me levou a uma relação entre políticas de reconhecimento e processos de purificação. Por fim, busco compreender o processo de construção de uma carreira militante no movimento de travestis e transexuais. / The goal of this work is to explore the discourses of Brazilian travesties and transexuais activists on the distinction between the social identities of travesties and transexuais and their impact on the demands and proposals of public health policies, specifically in relation to body modifications. I conducted semistructured interviews which. main subjects addressed were: militant path, differentiation between travestis and transexuais, organization of the movement, the political agenda, body modifications and demands on health. In addition, I conducted ethnographic observations during meetings of the LGBT movement, as well as during meetings of Brazilian Trans Movement, especially the XVI and XVII National Meeting of Transvestites and Transsexuals (ENTLAIDS) held in Rio de Janeiro in 2009, and in Aracaju in 2010; the Fifth Regional Conference for Latin America and the Caribbean of ILGA (International Lesbian and Gay Association), held in Curitiba in 2009, and I National March Against Homophobia, held on May, 19th 2010 in Brasilia. Based on this work, I reconstruct the history of the Trans Movement in Brazil, where it is possible to locate the emergence of travestiand transexual as identity categories and the political conflicts they produce. My analysis focus on the relationship between theses identity categories and stigmatizing ones like prostitution, and especially on the capacity of incorporation or appropriation of medical and psychiatric discourses in the construction of social identities. This includes the influence of social class and access to specialized health services, notably the process of health care for transsexuals in the Brazilian public health system. Finally, the analysis of the main demands of the movement led me to establish a link between recognition policies and processes of purification.
18

Nas margens do corpo, da cidade e do Estado: educação, saúde e violência contra travestis / On the margins of the body,city and state: education, health and violence against travestis

Maria Isabel Zanzotti de Oliveira 20 October 2015 (has links)
Esta pesquisa visa descrever como determinadas demandas por cidadania são construídas e reivindicadas por travestis e transexuais, tendo como base a etnografia de uma residência coletiva localizada numa região da cidade de Campinas /SP na qual a principal atividade econômica é o comércio sexual. Portanto, este trabalho tem como finalidade compreender como estas pessoas vivem e fazem a política a partir das margens, visto que estas mulheres trans representam as fronteiras do corpo e da cidadania residindo em uma localidade que também é uma fronteira física, social e simbólica. Deste modo, observamos ao longo desta dissertação os grupos sociais que compõem esta vizinhança, incluindo as travestis e transexuais, que, apesar de em determinados contextos estarem situados às margens da Cidade e do Estado, também fazem parte de um conjunto de circuitos políticos, religiosos e econômicos externos a esta região. Assim, esta pesquisa descreve as redes que conectam esta localidade, as pessoas trans e o movimento de prostitutas locais, ao circuito político composto por movimentos sociais, pesquisadores, artistas, ONGs, partidos políticos, políticos profissionais e, por fim, aos agentes do Estado na construção e articulação de demandas que são específicas das mulheres trans, especialmente as relativas a saúde, educação e combate à violência. / This research aims to describe how certain demands for citizenship are constructed and enforced by travestis and transsexuals, starting from the ethnography of a collective residence located in a region in the city of Campinas/SP which the main economic activity is the sex trade. Therefore, this work has the purpose understand how this people lives and makes the political from the margins, since these women trans represent the boundaries of the body and of citizenship residing in a location that is also a frontier physical, social and symbolic. In this way, we observed throughout this dissertation the social groups that build this neighborhood, including the transvestites and transsexuals, although in certain contexts they are situated on the margins of the City and of the State are also part of a set of circuits political, religious and economic external to this region. Thus, this study describes the networks that connect this region, people trans and the movement of local prostitutes, to political circuit composed of social movements, researchers, artists, NGOs, political parties, professional politicians and, finally, to the agents of the State in the construction and articulation of demands that are specific to women trans, especially those relating to health, education and the fight against violence.
19

ExperiÃncias educacionais e sociais de travestis no Cearà : um estudo comparado em Juazeiro do Norte e Canindà / Experiencias educacionales y sociales de travestis en cearÃ: un estudio en Juazeiro do Norte y CanindÃ

Antoniel dos Santos Gomes Filho 18 July 2017 (has links)
CoordenaÃÃo de AperfeÃoamento de Pessoal de NÃvel Superior / Diversos sÃo os campos do saber que buscam produzir conhecimentos acerca das questÃes de gÃnero e sexualidade, tema que, nos Ãltimos anos, vem emergindo academicamente e socialmente. A educaÃÃo nÃo se furta deste fluxo de produÃÃo de conhecimento, assim a presente dissertaÃÃo, alicerÃada sobre o paradigma da transdisciplinaridade na educaÃÃo e histÃria comparada, teve como objetivo: Investigar, a partir das histÃrias de vida das travestis participantes da pesquisa, como aconteceram as experiÃncias educacionais e sociais nos municÃpios de Juazeiro do Norte e Canindà no Estado do CearÃ. ConvÃm lembrar que os itinerÃrios metodolÃgicos que nortearam esta investigaÃÃo foram embasados numa concepÃÃo qualitativa, tendo como mÃtodo a histÃria oral, com foco nas histÃrias de vida das travestis participantes. Em relaÃÃo aos itinerÃrios teÃricos, realizou-se um movimento histÃrico em relaÃÃo Ãs concepÃÃes da sexualidade nos mais diversos tempos e espaÃos sociais ocidentais, uma vez que, para se compreender o fenÃmeno humano da sexualidade na contemporaneidade, à necessÃrio compreender as relaÃÃes de continuidade e ruptura. TambÃm se realizou uma reflexÃo sobre o espaÃo escolar, como um lÃcus de disputas polÃticas e sexuais na atualidade. Temas como currÃculo e homofobia foram refletidos em conexÃo com a instituiÃÃo escolar e a sociedade de modo geral, pois compartilha-se do pressuposto de que a escola nÃo à uma instituiÃÃo neutra. ApÃs todo esse processo investigativo, pode-se considerar que, em relaÃÃo à categoria corpo, as travestis participantes apresentaram uma convergÃncia em relaÃÃo aos processos de modificaÃÃo corporal, principalmente no que tange à utilizaÃÃo de fÃrmacos (hormÃnios) para construÃÃo de um corpo feminino. Em relaÃÃo à categoria educaÃÃo, as participantes apresentaram experiÃncias semelhantes, em relaÃÃo ao fato de que o ensino fundamental e mÃdio foi marcado por corporeidades masculinas, o que, segundo as participantes, foi fundamental para conclusÃo desses nÃveis escolares. As participantes apontaram que mesmo nÃo tendo passado por transformaÃÃes corporais enquanto ainda estavam no espaÃo escolar, passaram por preconceitos, discriminaÃÃo e estigmatizaÃÃo. As experiÃncias do cotidiano, subdivididas nas categorias: famÃlia, religiÃo, mercado e ambiente de trabalho, foram na contramÃo da literatura especializada. As experiÃncias familiares das participantes foram marcadas tanto por momentos de exclusÃo, mas tambÃm por momentos de acolhimento familiar, em especial pelas figuras maternas. Pode-se perceber que as experiÃncias religiosas sÃo marcadas por diversas expressÃes religiosas, que vÃo desde o catolicismo popular, atà a inserÃÃo em religiÃes protestantes e de matriz afro-brasileira. As travestis em relaÃÃo ao mercado de trabalho apresentaram experiÃncias diversificadas, principalmente no mercado informal, uma vez que hà uma dificuldade de inserÃÃo no mercado formal. Em relaÃÃo à prestaÃÃo de serviÃos sexuais por algumas participantes, nÃo se constitui como Ãnica fonte de renda e sobrevivÃncia das travestis dos municÃpios de Juazeiro do Norte e CanindÃ. / Diversos son los campos del saber que buscan producir conocimientos acerca de las cuestiones de gÃnero y sexualidad, tema que, en los Ãltimos aÃos, està emergiendo acadÃmicamente y socialmente. La educaciÃn no se sustrae de este flujo de producciÃn de conocimiento. De eso modo, la presente tesis de maestrÃa, cimentada en el paradigma de la transdisciplinariedad en la educaciÃn y la historia comparada, tuvo como objetivo investigar, a partir de las historias de vida de las travestis participantes de la encuesta, como sucedieron sus experiencias educativas y sociales en los municipios de Juazeiro do Norte y Canindà en el Estado de CearÃ. Conviene recordar que los itinerarios metodolÃgicos que guiaron esta investigaciÃn se basan en una concepciÃn cualitativa, que tiene como mÃtodo la historia oral, con foco en las historias de vida de las travestis participantes. Con respecto a los itinerarios teÃricos, se realizà un movimiento histÃrico en relaciÃn a las concepciones de la sexualidad en los diversos tiempos y espacios sociales occidentales, una vez que, para entender el fenÃmeno humano de la sexualidad en el mundo contemporÃneo, es necesario comprender las relaciones de continuidad y ruptura. TambiÃn se realizà una reflexiÃn a respecto del espacio escolar, en cuanto un lÃcus de disputas polÃticas y sexuales en la actualidad. Hubo la reflexiÃn de temas como el currÃculo y la homofobia en relaciÃn con la instituciÃn escolar y la sociedad en general, pues se comparte del presupuesto de que la escuela no es una instituciÃn neutra. DespuÃs de todo este proceso investigativo, se puede considerar que, concerniente a la categorÃa de cuerpo, las travestis participantes presentaron una convergencia en los procesos de modificaciÃn corporal, principalmente con respecto a la utilizaciÃn de medicamentos (hormonas) para la construcciÃn de un cuerpo femenino. En la categorÃa de educaciÃn, las participantes presentaron experiencias similares, en relaciÃn al hecho de que la enseÃanza primaria y secundaria fueron marcadas por corporeidades masculinas, lo que, segÃn ellas, fue fundamental para el logro de diploma de estos niveles escolares. Estas seÃalaron que a pesar de no tener pasado por transformaciones corporales mientras estaban en el espacio escolar, pasaron por los prejuicios, la discriminaciÃn y la estigmatizaciÃn. Las experiencias de la vida cotidiana, que se subdividen en las categorÃas: familia, religiÃn, mercado y medio ambiente de trabajo, fueron en contra de la literatura especializada, en algunos aspectos. Sus experiencias familiares fueron marcadas tanto por momentos de exclusiÃn, como tambiÃn por momentos de acogimiento familiar, especialmente por las figuras maternas. Se puede percibir que las experiencias religiosas son marcadas por diversas expresiones, que van desde el catolicismo popular, hasta la inserciÃn en religiones protestantes y de matriz afrobrasileÃa. En relaciÃn al mercado de trabajo, las participantes presentaron experiencias variadas, principalmente en el mercado informal, una vez que hay una dificultad de inserciÃn en el mercado formal. A respecto de la prestaciÃn de servicios sexuales por algunas, no se constituye como Ãnica fuente de ingresos y la supervivencia de las travestis de los municipios de Juazeiro do Norte y CanindÃ.
20

Nas margens do corpo, da cidade e do Estado: educação, saúde e violência contra travestis / On the margins of the body,city and state: education, health and violence against travestis

Oliveira, Maria Isabel Zanzotti de 20 October 2015 (has links)
Esta pesquisa visa descrever como determinadas demandas por cidadania são construídas e reivindicadas por travestis e transexuais, tendo como base a etnografia de uma residência coletiva localizada numa região da cidade de Campinas /SP na qual a principal atividade econômica é o comércio sexual. Portanto, este trabalho tem como finalidade compreender como estas pessoas vivem e fazem a política a partir das margens, visto que estas mulheres trans representam as fronteiras do corpo e da cidadania residindo em uma localidade que também é uma fronteira física, social e simbólica. Deste modo, observamos ao longo desta dissertação os grupos sociais que compõem esta vizinhança, incluindo as travestis e transexuais, que, apesar de em determinados contextos estarem situados às margens da Cidade e do Estado, também fazem parte de um conjunto de circuitos políticos, religiosos e econômicos externos a esta região. Assim, esta pesquisa descreve as redes que conectam esta localidade, as pessoas trans e o movimento de prostitutas locais, ao circuito político composto por movimentos sociais, pesquisadores, artistas, ONGs, partidos políticos, políticos profissionais e, por fim, aos agentes do Estado na construção e articulação de demandas que são específicas das mulheres trans, especialmente as relativas a saúde, educação e combate à violência. / This research aims to describe how certain demands for citizenship are constructed and enforced by travestis and transsexuals, starting from the ethnography of a collective residence located in a region in the city of Campinas/SP which the main economic activity is the sex trade. Therefore, this work has the purpose understand how this people lives and makes the political from the margins, since these women trans represent the boundaries of the body and of citizenship residing in a location that is also a frontier physical, social and symbolic. In this way, we observed throughout this dissertation the social groups that build this neighborhood, including the transvestites and transsexuals, although in certain contexts they are situated on the margins of the City and of the State are also part of a set of circuits political, religious and economic external to this region. Thus, this study describes the networks that connect this region, people trans and the movement of local prostitutes, to political circuit composed of social movements, researchers, artists, NGOs, political parties, professional politicians and, finally, to the agents of the State in the construction and articulation of demands that are specific to women trans, especially those relating to health, education and the fight against violence.

Page generated in 0.0391 seconds