• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 104
  • 3
  • Tagged with
  • 107
  • 77
  • 25
  • 21
  • 20
  • 18
  • 17
  • 15
  • 14
  • 13
  • 13
  • 11
  • 10
  • 10
  • 9
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
31

Transexualidades: experiências possíveis de constituição subjetiva em relação ao gênero / Transexualities: possible experiences of subjective constitution in relation to gender

Jesús, Bento Manoel de 25 October 2017 (has links)
Submitted by Liliane Ferreira (ljuvencia30@gmail.com) on 2018-03-05T12:47:07Z No. of bitstreams: 2 Tese - Bento Manoel de Jesús - 2017.pdf: 2146043 bytes, checksum: 4ba1e8f45569892f934e7bafdfb72274 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Approved for entry into archive by Luciana Ferreira (lucgeral@gmail.com) on 2018-03-05T12:49:36Z (GMT) No. of bitstreams: 2 Tese - Bento Manoel de Jesús - 2017.pdf: 2146043 bytes, checksum: 4ba1e8f45569892f934e7bafdfb72274 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Made available in DSpace on 2018-03-05T12:49:36Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Tese - Bento Manoel de Jesús - 2017.pdf: 2146043 bytes, checksum: 4ba1e8f45569892f934e7bafdfb72274 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2017-10-25 / This is a qualitative research that aimed to problematize about gender identity in transsexuality experiences, considering these experiences as possibilities of gender identifications. Based on the conception that identities are constructed, and that the construction of identity is an intrinsic part of the process of subjectivation, the research focused on some specific points, such as the discussions about identity, body and gender, as well as the material and social resources involved in the Processo Transexualizador (Sexual Reassignment Process), in which these themes allow us to think about the possibilities and the limitations of the process of construction of the gender identities in transsexuality experiences. According to the research, the emergence of transsexualities is linked to the way of life in cities, a context of technological development and favorable to the coexistence between different identities, but at the same time produces the most diverse conditions of inequality, stigmatization and social exclusion. In this paradoxical situation, transsexualities are conceived from a prism of naturalness of the gender, to a perspective that considers gender as a historical and cultural construction. In this way, different strands of know-power affect transsexualities, both those that consider such experiences as pathology, as is the case of medical knowledge, and those that conceive them as possible forms of gender identifications, such as the theory of performativity by Judith Butler. As for the Processo Transexualizador, it is a resource offered by the Brazilian public health service, which is based on the principles of universality, integrality and equity in care. However, the implementation of this resource is still guided by the notion of a diagnosis of transsexuality, Gender Dysphoria. In summary, this study sought to reflect on the experiences of transsexuality, to talk about gender, to discuss these issues in relation to some fields of know-power, trying to argue that, rather than something exotic, deviant or pathological, transsexualities, as well as cissexual experiences, are possibilities of subjective constitution in relation to gender, that is, they are forms of gender identity. / Esta é uma pesquisa de cunho qualitativo que objetivou problematizar sobre identidade de gênero em experiências de transexualidade, considerando essas experiências como possibilidades de identificações de gênero. Tendo como norte a concepção de que as identidades são construídas, e que a construção identitária é parte intrínseca do processo de subjetivação, a pesquisa focalizou alguns pontos específicos, como as discussões sobre identidade, corpo e gênero, bem como os recursos materiais e sociais envolvidos no Processo Transexualizador, no que esses temas nos permitem pensar sobre as possibilidades e as limitações do processo de construção das identidades de gênero em experiências de transexualidade. De acordo com a pesquisa, a emergência das transexualidades está vinculada ao modo de vida nas cidades, um contexto de desenvolvimento tecnológico e favorável à convivência entre diferentes identidades, mas que ao mesmo tempo produz as mais diversas condições de desigualdade, estigmatização e exclusão social. Nesta situação paradoxal, as transexualidades são concebidas desde um prisma de naturalidade do gênero, até uma perspectiva que considera gênero como uma construção histórica e cultural. Dessa maneira, diferentes vertentes de saber-poder incidem sobre as transexualidades, tanto as que consideram tais experiências como patologia, como é o caso do saber médico, quanto as que as concebem como formas possíveis de identificações de gênero, a exemplo da teoria da performatividade de Judith Butler. Quanto ao Processo Transexualizador, trata-se de um recurso ofertado pelo serviço de saúde pública do Brasil, que tem como base os princípios de universalidade, integralidade e equidade no atendimento. Contudo, a efetivação desse recurso ainda é guiada pela noção de um diagnóstico de transexualidade, a Disforia de Gênero. Em síntese, este estudo buscou refletir sobre as experiências de transexualidade, falar sobre gênero, discutir essas questões em relação a alguns campos de saber-poder, procurando argumentar que, ao invés de algo exótico, desviante ou patológico, as transexualidades, tanto quanto as experiências cissexuais, são possibilidades de constituição subjetiva em relação ao gênero, ou seja, são formas de identidade de gênero.
32

Bastidores e estreias: performers trans e boates gays abalando a cidade / Backstages and premieres: trans performers and gay nightclubs shaking the city

Juliana Frota da Justa Coelho 18 September 2009 (has links)
Conselho Nacional de Desenvolvimento CientÃfico e TecnolÃgico / Esse trabalho interpela as performances realizadas por transformistas, travestis e drag queens que tÃm lugar nas boates gay de Fortaleza, mais especificamente na boate Divine, localizada no Centro da cidade. Nelas, a definiÃÃo binÃria macho- masculino e fÃmea-feminino à desestruturada, acarretando em configuraÃÃes de gÃnero que podem ser consideradas, por muitos, abjetas. No intuito de problematizÃ-las, realizou-se uma discussÃo sobre a construÃÃo dos padrÃes naturalizantes de gÃnero e sexualidade a partir de teorias que os desconstrÃem, a exemplo dos estudos queer. Uma etnografia dos espaÃos onde essas performances acontecem foi feita por meio de um diÃlogo com a Antropologia Urbana, dentro de um recorte temporal que compreende a primeira metade da dÃcada de 70 atà os dias atuais. As narrativas biogrÃficas de performers e outras pessoas que exercem importantes papÃis nesse contexto contribuem para o entendimento da relevÃncia dos espetÃculos trans tambÃm nas singularidades de cada experiÃncia. Por fim, questiona-se o alcance subversivo e/ou legitimador dessas performances. / This paper interpellates the performances of transformists, transvestites and drag queens in the gay nightclubs of Fortaleza, more specifically, the nightclub Divine, located in the city downtown. In such places, the binary definition of male-masculine and female-feminine is deconstructed, bringing gender configurations that can be considered by many people as abjects. Willing to critically approach this theme, a discussion was initially made about the naturalizing construction standards of gender and sexuality through theories that deconstruct these very standards, as the queer studies, for example. The relation of the capital city of Cearà with those establishments that carry out this kind of spectacles dialogues with the Urban Anthropology, in a time interval that initiates in the beginning of the seventies and goes until the current days. The biographical narratives of performers and other people who exert important functions in this context also contribute to the understanding of the range the âtrans spectaclesâ in the singularities of each experience. Finally, the aspects of subversion and/or legitimacy of these performances is questioned.
33

Andrea Tonacci: do teatro das verdades às cenas de ficção em Interprete Mais, Pague Mais e Serras da Desordem / Andrea Tonacci: from the Theatre of Truths to the Scenes of Fiction.

Luciana Giannini Canton 29 October 2014 (has links)
A presente pesquisa analisa e compara o processo criativo de dois filmes de Andrea Tonacci: Interprete Mais, Pague Mais (1974-1995) e Serras da Desordem (2006), com foco na relação do cineasta com os atores documentados, investigando a questão da encenação, performatividade e teatralidade. No primeiro filme, ao documentar a crise de um grupo de teatro, Tonacci explora a teatralidade inerente à realidade que documenta, resultando em uma presentificação que só existe através de seu registro cinematográfico. No segundo filme, ele encena a vida de um índio com o próprio índio, encontrando na reconstituição da vida do outro uma narrativa essencialmente autobiográfica. A comparação dos dois procedimentos visa ao confronto e a uma possível aproximação entre as diferentes formas de mise en scène/mise en présence no ato de filmar do cineasta, bem como a um entendimento das diferentes formas de encenar/presentificar o real no cinema de ficção e documentário. / This work analizes and compares the creative process of two films by Andrea Tonacci: Play More, Pay More (1974-1995) and Hills of Disorder (2006), focusing on the relationship between the filmmaker and the actors, by exploring the notions of staging, theatricality and performativity. On the first film, while showing the crisis faced by a theater group, Tonacci exposes the teatricality inherent to the reality portrayed, resulting in a presentification that only exists through his cinematic device. On the second film, by enacting the story of a native Brazilian, played by the native himself, he finds on the reconstruction of the life of the other a narrative that is essencially autobiographic. A comparison of the two procedures aims at the confrontation and possible approach of these two forms of mise en scène/mise en présence on the very act of filming, through an understanding of the diferent forms of staging/presenting the real on documentary and fiction films.
34

Um teatro sem espetáculo em Carmelo Bene

Oliveira, Luis Fabiano de January 2017 (has links)
Esta dissertação se propõe a discutir o conceito de teatro sem-espetáculo a partir da produção artística e teórica de Carmelo Bene, de conceitos-chave do teatro contemporâneo e das filosofias da diferença, especialmente a obra dos autores Gilles Deleuze e Félix Guattari. O teatro sem-espetáculo é o título de um livro publicado por Carmelo Bene logo após sua atuação como curador da seção teatro da Bienal de Veneza 1989. Na ocasião, Bene realizou uma série de experimentações cênicas a portas fechadas, sem a presença de público, contando com a participação de vários convidados, como atores, músicos, técnicos de som, escritores. O livro é constituído de uma série de ensaios escritos por Bene e por intelectuais convidados a participar destas experimentações. A dissertação não tem o objetivo de definir o que é um teatro sem espetáculo, mas sim investigar as singularidades da obra do pluriartista italiano a partir desse conceito e, assim, dialogar com outros conceitos-chave do teatro contemporâneo, tais como representação, presença, acontecimento, performatividade. Ao final, há a constituição de uma aliança por parte do mestrando em relação a Carmelo Bene e Antonin Artaud, especialmente naquilo que Jacques Derrida definiu como “a impossibilidade de representação do pensamento”.
35

Big data, meio e linguagem novas tecnologias e práticas linguísticas / Big data , medium and language new technologies and linguistic practices

Santos, Vinícius Vargas Vieira dos 29 April 2016 (has links)
Submitted by Marlene Santos (marlene.bc.ufg@gmail.com) on 2016-08-31T20:54:09Z No. of bitstreams: 2 Dissertação - Vinícius Vargas Vieira dos Santos - 2016.pdf: 1721860 bytes, checksum: d9133355c0bd533b0b6fee0bbeb0f5ad (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Approved for entry into archive by Luciana Ferreira (lucgeral@gmail.com) on 2016-09-01T12:13:50Z (GMT) No. of bitstreams: 2 Dissertação - Vinícius Vargas Vieira dos Santos - 2016.pdf: 1721860 bytes, checksum: d9133355c0bd533b0b6fee0bbeb0f5ad (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Made available in DSpace on 2016-09-01T12:13:50Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertação - Vinícius Vargas Vieira dos Santos - 2016.pdf: 1721860 bytes, checksum: d9133355c0bd533b0b6fee0bbeb0f5ad (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2016-04-29 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / Big data, Meio e Linguagem: Novas tecnologias e práticas linguísticas aims to assimilate possible relationships between new digital media and certain conceptual aspects of language, such as meaning and performativity. Big data is a term that refers to digital data gathering, which characterized mass communication media in the past two decades, and it is directly related to the current configuration of Web 2.0 technology services platform. Complex contemporary objects such as big data call for methodological development to meet their super diverse natures. Therefore, it was the goal of this research to expand disciplinary boundaries, searching for theoretical basis in technology studies in the purpose to understand the nature of new media supports. Devices such as computers and mobile phones, with access to the World Wide Web, are increasingly transforming the landscape of linguistic exchanges, enabling communication practices to take place through them. This is why we understand the very computational structure as the medium (media) through which language happens, from then on this structure’s design features (affordances) are stimulating semantic anchoring and linguistic performativity. The scales of excessive volume and variety of digital data and its high speed, which characterize the big data, change the social context settings, and thus causing updates on language. After all, contexts in virtual environments collapse because in assuming the characteristics of the medium they reveal themselves as super diverse, simultaneous, fragmented, unstructured, missing family markers, exceeding traditional scales of time, space and social reach. / Big data, Meio e Linguagem: Novas tecnologias e práticas linguísticas objetiva assimilar possíveis relações entre novas mídias digitais e certos aspectos conceituais da linguagem, como significado e performatividade. Big data é o termo que se refere ao acúmulo de dados digitais que caracterizou as mídias de comunicação em massa nas duas últimas décadas e está diretamente relacionado à atual configuração da plataforma de serviços de tecnologia Web 2.0. Objetos contemporâneos complexos, como big data, nos remetem à consequente necessidade de conceber metodologias que correspondam a suas naturezas superdiversas. Por conseguinte, teve-se em vista, na presente pesquisa, a necessidade de se expandir fronteiras disciplinares, buscando em estudiosos das tecnologias subsídios teóricos para compreensão da natureza dos novos suportes midiáticos. Aparelhos como computadores e celulares com acesso à World Wide Web estão aceleradamente transformando o panorama das trocas linguísticas, possibilitando que práticas comunicacionais, a cada dia mais, realizem-se através dos mesmos. É neste ponto que se compreende a própria estrutura computacional como o meio (mídia) através do qual se efetiva a linguagem, a partir de então suas características próprias de design (affordances) passam a estimular a ancoragem semântica e a performatividade linguística. As escalas de desmedido volume e variedade de dados digitais e altos índices de velocidade que caracterizam o big data modificam as paisagens de contexto social, provocando, consequentemente, atualizações nas escalas da linguagem. Afinal, contextos em ambientes virtuais entram em colapso, pois ao assumir as próprias características do meio, revelam-se superdiversos, simultâneos, fragmentados, não estruturados, ausentes de marcadores familiares, excedendo escalas tradicionais de tempo, espaço e alcance social.
36

Linguagem e identificação : uma contribuição para o debate sobre ações afirmativas para negros no Brasil / Language and identity : a contribution to the discussion on affirmative actions for black people in Brazil

Muniz, Kassandra 02 December 2009 (has links)
Orientador: Kanavillil Rajagopalan / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem / Made available in DSpace on 2018-08-14T05:00:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Muniz_Kassandra_D.pdf: 1332593 bytes, checksum: 3634791648d14747b489209ad9d48a69 (MD5) Previous issue date: 2009 / Resumo: Nesta tese, defendemos que a noção de raça foi ressignificada positivamente para atender às reivindicações do povo negro, uma vez que no contexto sócio-político atual do Brasil, é impossível dissociar as políticas públicas das políticas de identidades. Neste sentido, a polarização entre brancos e negros constituiu e constitui até hoje a grande estratégia do movimento social negro para adquirir uma força política que até então estava diluída no discurso da miscigenação, e mascarada pelo mito da democracia racial. A "essencialização" da identidade negra foi e ainda é um trunfo lingüístico e político importante para adquirir direitos negligenciados historicamente. A fim de verificar como a linguagem é primordial para se saber quem pode ser beneficiado pela reserva de vagas, modalidade de ação afirmativa privilegiada por esta pesquisa, foram analisados os documentos e resoluções de 4 universidades, a saber UNEB, UFBA, UERJ e UNB. A flutuação lingüística encontrada nestes documentos revelou que também as universidades encontram dificuldades para definir, ou melhor, delimitar as possibilidades de existências negras no Brasil. À indagação de alguns pesquisadores, geralmente contra essas ações, sobre o fato de que temos hoje muito mais pessoas se identificando como negras, uma das respostas a que esta pesquisa chegou é que o processo de identificação é estratégico. / Abstract: In this dissertation, we argue that the notion of race has been positively resignified to meet claims of black people, once in the current Brazilian social and political contexts, it is impossible to detach public politics from identity politics. In this sense, the divide between whites and blacks has been the major strategy of black social movement so as to acquire the political force that had been blurred with the discourse of miscegenation, and disguised under the racial democracy myth. The "essencialization" of black identity stands out as an important linguistic and political trump to acquire historically neglected rights. In order to verify how language is fundamental in the identification of those who should be eligible for undergraduate positions under the race criterion, an affirmative action that is our target here, we analyzed the documents and decisions of four Brazilian universities, the Federal Universities of Bahia and Brasília, and the state universities of Bahia and Rio de Janeiro. The linguistic fluctuation evidenced in such documents demonstrates that the universities themselves face difficulties to define or delimitate the boundaries of black subjectivities in Brazil. To the question that some scholars raise - those who are against affirmative actions - concerning the fact that nowadays many more persons identify themselves as black, one of the responses that this dissertation has formulated is that the process of identification is strategic. / Doutorado / Linguistica / Doutor em Linguística
37

O ato político por trás da drag queen: desmontando o essencialismo dos gêneros / The political act behind a Drag Queen: deconstructing the essentialism of genders

Nathalia Sato Campana 29 May 2017 (has links)
O gênero é uma construção social, entretanto, ainda hoje ele é compreendido através de uma visão essencializadora e naturalizadora que se baseia em um aparato de saberes biológicos para reiterar a existência de um alinhamento entre gênero, sexo, prática sexual e desejo. Se enquadrar nesse alinhamento significa estar em consonância com as normas vigentes na nossa sociedade, e todos(as) aqueles(as) que fogem ou provocam nele deslocamentos são tidos(as) como inferiores e indesejáveis, não sendo reconhecidos como seres inteligíveis e estando, então, passíveis de exclusão. O objetivo principal desse estudo constitui em compreender a relação entre a construção parodística das personagens Drag Queens e a construção social dos papéis de gênero, dando prosseguimento à tentativa de desvendar as trajetórias e as compreensões sobre o gênero em pessoas que se encontram fora dos limites impostos pela lógica binária que valida apenas a existência do masculino e feminino, colocando-os como opostos e passíveis de categorização.2 Através do ato estético-político da construção da figura da Drag Queen acredita-se ser possível estar e cruzar a fronteira dos gêneros, tendo uma identidade ambígua ou indefinida e explicitando o caráter artificialmente imposto das identidades fixas, sendo um meio para mapear dispositivos que funcionem em prol da ruptura das ontologias e possibilitem outras formas de vivências que resistam às categorizações socialmente construídas, trazendo potência para a promoção de uma multiplicidade de possibilidades de existência / The term gender is a \"social construction\", however, it\'s still currently understood through an essential and naturalizing vision which is based on an apparatus of biological knowledges to reaffirm the existence of an alignment between gender, sexual orientation, sexual intercourse and desire. Fitting in with such alignment means being in consonance with actual social standards, and all those who avoid or arouse displacements are considered smaller and unwanted, not being recognized as intelligible human beings and, thus, being subject to exclusion. The main goal of this thesis consists on building a relation between the travesty/burlesque construction of the Drag Queens\' characters and the social construction of gender roles, continuing on in the attempt to unravel trajectories and understandings regarding the gender of people who find themselves outside the limits imposed by the binary logic which only validates the existence of male and female genders, placing them as opposites and eligible for categorization3. Through the aesthetic-political act of the construction of the Drag Queen\'s figure it\'s believed it\'s possible to be on and across the genders\' border, possessing an ambiguous or undefined identity and exposing the artificially imposed character of the fixed ones, therefore being a way of mapping devices that work for the rupture of ontologies and enable other ways of living which are able to stand up to socially constructed categorizations, bringing about enough power to promote the plurality of other possible existences
38

Papai ou mamãe? Uma discussão dos papéis parentais em homens trans que engravidaram / Dad or mom? A discussion of parental roles in transgender men who became pregnant

Aquinoã Abigail Pederzoli 05 June 2017 (has links)
O presente texto consiste em uma apresentação de reflexões acerca da problemática da utilização ora do aspecto substancializante do gênero ora da identidade de gênero como critério para discernir e decidir as práticas parentais. Tomando a experiência trans como recorte empírico, desenvolverei uma reflexão sobre como o gênero se articula com o desempenho parental, dentro de um contexto de legitimação social e política. A ideia central do texto é problematizar as parentalidades trans em sua relação com o gênero, analisando as concepções de paternidade e maternidade que perpassam a experiência gestacional. Teoricamente, de um lado, pretendemos discutir a possibilidade da parentalidade ser um ato performativo, utilizando a teoria de performatividade de Butler e fazendo aproximações das discussões sobre funções materna e paterna propostas por Lacan. De outro lado, utilizaremos os conceitos de performatividade e paródia como uma proposta que escapa ao discurso heteronormativo. Para tanto, foram utilizadas entrevistas semiestruturadas com homens trans. O fenômeno trans joga com a produção e recriação de novas relações sociais. Torna-se possível reinventar as relações de gênero dentro de um domínio heterossexual, fazendo-nos questionar a binariedade a que o sistema sexo/gênero está submetido, porém a parentalidade é ainda reconhecida por uma assimetria de gênero: o pai e a mãe / This study aims at presenting reflections on the problematic use of the substantial aspect of gender as well as gender identity as a criterion for discerning and deciding parental practices. Taking the transgender experience as the empirical excerpt, a reflection on how gender articulates with parental performance within a context of social and political legitimacy will be developed. The main idea of the text is to problematize the transgender parenting in its relationship with gender, analyzing the conceptions of paternity and maternity that permeate a gestational experience. Theoretically, we intend to discuss the possibility of parenting as being a performative act, using Butlers performativity theory and linking it with discussions about the maternal and paternal role proposed by Lacan. On the other hand, the concepts of performativity and parody as a proposal that escapes heteronormative discourse will be used. For that matter, semi-structured interviews with transgender men were used. The trans phenomenon plays with the production and re-creation of new social relations. It becomes possible to reinvent the gender relations within a heterosexual domain, making us question the binarity to which the sex / gender system is submitted, being represented by the gender asymmetry in parenthood: the father and the mother
39

Plus ultra: o corpo no limite da comunicação / Plus ultra: the body at the limit of communication

Araujo, Oriana Maria Duarte de 17 May 2012 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-26T18:11:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Oriana Maria Duarte de Araujo.pdf: 11775459 bytes, checksum: 173717ee0e5e171b80f3e3fce459e90a (MD5) Previous issue date: 2012-05-17 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / In the last twenty years, much has been said about the limits of communication. Researchers such as Muniz Sodré, Helena Katz and Christine Greiner have discussed designations (biomedia and bodymedia, among others) to describe what can be considered a new field of research and its respective processes of sensitive communication. To this end, the starting point is microcommunication, perceptions and the production of subjectivities. These studies combine transdisciplinary networks whose analyses unite cognitive actions of the body, performative actions and their respective political implications for daily life. In tune with Michel Foucault s proposals (1984; 1985; 1988; 2006; 2011), a biopolitical communication that is, above all, organized on bodymedia, is sought. To transit through these epistemological fields, this thesis presents a theoretical construction that builds on the authors cited, relating them to practical experiments that tested, over four years, the limits of corporal communication based on rowing activities in rivers in five regions of Brazil. The material was documented in different medias, generating videos, drawings, text and photographs that constitute the body of this research / Nos últimos vinte anos muito se tem discutido acerca dos limites da comunicação. Pesquisadores como Muniz Sodré, Helena Katz e Christine Greiner, tem discutido nomeações (biosmidiático, corpomídia, entre outros) para descrever o que poderia ser considerado um novo campo de pesquisa e seus respectivos processos de comunicação sensível. Neste viés, o ponto de partida são as microcomunicações, as percepções e a produção de subjetividades. Tais estudos tecem redes transdisciplinares cujas análises aliam ações cognitivas do corpo, ações performativas e suas respectivas implicações políticas na vida cotidiana. Em sintonia com as propostas de Michel Foucault (1984; 1985; 1988; 2006; 2011), busca-se reconhecer uma comunicação biopolítica que se organiza em primeira instancia no corpomídia. Para transitar por estes campos epistemológicos, esta tese apresenta uma construção teórica que parte dos autores citados relacionando-os a experimentos práticos que testaram, durante quatro anos, os limites da comunicação corporal a partir de remadas realizadas em rios de cinco regiões do Brasil. O material foi documentado em diferentes midias, gerando vídeos, desenhos, textos e fotografias que constituem o corpus desta pesquisa
40

Escritas performativas: textualidades criadas por corpos e espaços. / -

Sofia Rodrigues Boito 04 July 2018 (has links)
Este estudo tem como objetivo rever o modo de produção textual em processos de criação para a cena performativa. Partimos, assim, do seguinte problema: seria possível engajar o corpo na atividade de escrita? A fim de responder a essa pergunta, traçamos uma breve história do corpo e de sua relação com a escrita desde a modernidade, utilizando estudos de teóricos como Georges Vigarello e David Le Breton. O intuito é demonstrar que a visão cartesiana do homem cindido - em que mente e corpo são instâncias separadas - é uma construção histórica e que pode, portanto, ser questionada e combatida. Nossa hipótese é que processos de escrita que envolvam uma experiência corporal farão emergir textualidades que se efetivam em gestos e implicam em gestualidades. Ou seja, textos cuja compreensão não se dá apenas de forma racional, mental, mas que também atingem o leitor, ou o ouvinte, em sua materialidade corporal. Com o objetivo de verificar essa hipótese relacionamos, então, diversas práticas de escrita e as obras delas resultantes - processos e textualidades que analisamos à luz da noção de gesto, tal qual concebida pelo crítico literário Dominique Rabaté. Dentre os artistas estudados, modernos e contemporâneos, estão: Charles Baudelaire, André Breton, Georges Perec, Cao Guimarães e Myriam Lefkowitz. O estudo das obras desses autores acabou por revelar transformações históricas: a transformação da relação do homem com seu corpo, assim como a transformação dos espaços da vida cotidiana desses homens. Assim, as práticas empreendidas pelos artistas estudados servem para mostrar tanto o resultado do \"progresso\" da visão racionalista do mundo, quanto a necessidade da invenção de novas estratégias para superá-la. Por fim, a partir dos estudos de caso, refletimos sobre a possibilidade de transpor tais práticas corporais na criação de textos para obras cênicas performativas. Focamos, então, na última etapa do trabalho, em experimentos feitos pela própria pesquisadora. É importante salientar que os resultados obtidos não pretendem formalizar ou cristalizar um modelo para a dramaturgia performativa, pelo contrário, têm como intuito abrir novos horizontes para que se invente outras formas de provocar, criar e fazer emergir textualidades para a cena. / This study aims to reconsider the text production in performative theater\'s creative processes, dressing the following question: would it be possible to consider the practice of the body in the writing activity? Using studies from Georges Vigarello and David Le Breton, we retraced the history of the connections between body and writing, from modernity to contemporaneity, in order to prove that the separation between body and mind is a historical construction that can be questioned and fought. Our hypothesis is that performative processes, which engage the writer\'s body in an experience, will generate performative texts, which accomplish gestures. That is, texts that wouldn\'t have only a rational comprehension, but would also touch the reader, or listener, in his corporeality. With the objective of verifying this hypothesis we connected different writing practices and their results - processes and textualities analyzed under the concept of gesture, as conceived by the author Dominique Rabaté. The analysis of works from artists such as Charles Baudelaire, André Breton, Georges Perec, Cao Guimarães and Myriam Lefkowitz, showed the transformation in the relation between human beings and their bodies, as well as the transformation of the everyday life\'s environment. Thus, the study of these artists\' practices evidence the result of the \"progress\" of the rationalist mentality, and the need of creating new ways to overcome it. Lastly, from these case studies we propose a reflection about the possibility of importing those practices to a performative theater creation process, focusing, in the last part of this work, in experiments made by the researcher. It is important, nevertheless, to emphasize that the results from this study are not to be considered as a crystalized format for the performative playwright, on the contrary, this research aims to open new horizons for the invention of other ways to provoke, create and make emerge textualities for the stage.

Page generated in 0.0959 seconds