• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 16
  • Tagged with
  • 16
  • 10
  • 8
  • 7
  • 7
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Entre o “new society” e o “ xilindró”: discursos construtores de masculinidades e feminilidades na folha do norte do paraná (1965 -1973)

Silva, Gessica Aline 27 March 2018 (has links)
Submitted by Helena Bejio (helena.bejio@unioeste.br) on 2018-07-27T11:53:23Z No. of bitstreams: 2 Gessica_Silva_2018.pdf: 2406572 bytes, checksum: fe9487e32d3adb18115257fe159a556c (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Made available in DSpace on 2018-07-27T11:53:24Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Gessica_Silva_2018.pdf: 2406572 bytes, checksum: fe9487e32d3adb18115257fe159a556c (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2018-03-27 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / The present dissertation starts from questions about the limits and borders between genders, the exchanges and negotiations that involve the constitution of subjects. In this way, we analyzed the models of masculinities and femininities presented by the social column and the police column in the newspaper of the city of Maringá called Folha do Norte do Paraná between the years of 1965 and 1973. From the theoretical reference of Gender Studies, thinking about the production of masculinities and femininities, the concept of performativity of the author Judith Butler and Michel Foucault's positions on the constitution of knowledge, powers and subjects, we focused on the approach of some subjectivities that served as model and reference, being emphasized in the speeches of the press. In this context, the figures of “good men”, "ladies of society", "sluts" and "drunks" were constituted in an opposite, extreme and complete way between one and another. Through these dualities in relation to the masculine and feminine performances conveyed by the newspaper, we observed how the context of Maringá was articulated, in which the newspaper was produced, with its content and the production of meanings and subjects. When analyzing the constructions of gender present in the newspaper we noticed that these were not unanimous or corresponding directly to the region’s reality, being in fact, one of the possible readings of that time, associated and influenced by the groups involved in the production of these meanings. / A presente dissertação parte de questões acerca dos limites e fronteiras entre os gêneros, das trocas e negociações que envolvem a constituição dos sujeitos. Dessa maneira, procuramos analisar os modelos de masculinidades e feminilidades apresentadas pela coluna social e a coluna policial do jornal maringaense Folha do Norte do Paraná entre os anos de 1965 e 1973. A partir do referencial teórico dos Estudos de Gênero, pensando na produção de masculinidades e feminilidades, do conceito de performatividade da autora Judith Butler e das colocações de Michel Foucault sobre a constituição dos saberes, poderes e sujeitos, privilegiamos a abordagem de algumas subjetividades que serviam de modelo e referência, sendo enfatizados nos discursos da imprensa. Nesse contexto, as figuras dos “homens de bem”, das “senhoras da sociedade”, das “vadias” e dos “bebuns” eram constituídas de maneira oposta, extrema e completar entre uns e outros. Por meio dessas dualidades em relação às performances masculinas e femininas veiculadas pelo periódico, observamos como se articulava o contexto da cidade de Maringá, na qual o Jornal era produzido, com o seu conteúdo e a produção de sentidos e sujeitos. Ao analisar as construções de gênero presentes no periódico notamos que estas não eram unânimes ou correspondiam diretamente a realidade da região, se configurando, na verdade, como uma das leituras possíveis de sua época, associada e influenciada pelos grupos envolvidos na produção desses sentidos.
2

Um estudo intercultural sobre sentidos de feminilidades no bairro de Puraquequara/AM

Santos, Thiago Silva dos 31 October 2016 (has links)
Submitted by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2017-03-07T13:46:42Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertação - Thiago Silva dos Santos.pdf: 1163915 bytes, checksum: 857da48af31a5fb8b64744a856d83bbb (MD5) / Approved for entry into archive by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2017-03-07T13:47:00Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertação - Thiago Silva dos Santos.pdf: 1163915 bytes, checksum: 857da48af31a5fb8b64744a856d83bbb (MD5) / Approved for entry into archive by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2017-03-07T13:49:55Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertação - Thiago Silva dos Santos.pdf: 1163915 bytes, checksum: 857da48af31a5fb8b64744a856d83bbb (MD5) / Made available in DSpace on 2017-03-07T13:49:55Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertação - Thiago Silva dos Santos.pdf: 1163915 bytes, checksum: 857da48af31a5fb8b64744a856d83bbb (MD5) Previous issue date: 2016-10-31 / CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / This study sicks understand the meanings of femininitys from a cross-cultural study in Puraquequara neighborhood in the city of Manaus / AM. I had as a general objective: to understand the femininity of meanings produced by the residents of the neighborhood Puraquequara and analyze how interculturalism contributes to construction of sense and specifically: Identify the femininity of meanings built by the residents; Understanding how femininities are experienced and structured by the local culture; Analyze intercultural aspects in the local femininities construction. With this, the choice of site survey is due to the intense cultural process that the Amazon region has passed, which set up a multicultural society, directly influencing the natural production of femininity senses. He sought to build a thought about the meanings and cultural and intercultural aspects presented, always looking at the context that the woman was inserted. I bring this work the mark of social practices, historical, cultural and struggle that women have experienced and experience in Puraquequara neighborhood. However, I emphasize that the buildings are not linear, are timeless and are reconfigured from the time the woman is part of a social or cultural group. In this way, move away from a uniform perspective, universalizing or binary constitution of subjects. To reflect on the above aspects, I have relied on the Historical-Cultural perspective developed by Lev Vygotsky, which comprises the subject as a historical being, social and cultural, which builds and is built by relationships a relational being. The methodology used in the research is based on life stories of five women. six interviews were conducted, but for analysis were five used by the empirical saturation criterion. Data were analyzed from the identification of Significance Cores, a technique proposed by Aguiar and Ozella (2001). We use the language as the main tool for understanding the meaning of the interviewees production. The meanings produced about femininity involve a complex process and timeless, there is no linearity. They used his power agency to empoderarem front of the cultural contexts marked by a lack of access and structuring of neighborhood living. They built and were built by social relations and practices, as well as interculturalidades crossings that fomented its power agency. / O presente trabalho busca compreender os sentidos de feminilidades a partir de um estudo intercultural realizado no bairro de Puraquequara, no município de Manaus/AM. Tive como objetivo geral: compreender os sentidos de feminilidade produzidos pelas moradoras do bairro Puraquequara e analisar como a interculturalidade contribui para construção desses sentidos e, objetivos específicos: Identificar os sentidos de feminilidade construídos pelas moradoras; compreender como as feminilidades são vivenciadas e estruturadas pela cultura local; analisar os aspectos interculturais na construção das feminilidades locais. A escolha do local de pesquisa se deve ao intenso processo cultural que a região amazônica passou, o qual configurou uma sociedade multicultural, influenciando diretamente na produção singular de sentidos de feminilidade. Buscou-se construir um pensamento sobre os sentidos e os aspectos culturais e interculturais apresentados, olhando sempre para o contexto que a mulher estava inserida. Trago neste trabalho as marcar das práticas sociais, históricas, culturais e de luta que as mulheres vivenciaram e vivenciam no bairro de Puraquequara. Contudo, ressalto que as construções não são lineares e se reconfiguram a partir do momento em que a mulher se insere em um grupo social ou cultural. Dessa maneira, me afasto de uma perspectiva uniforme, universalizante ou binária da constituição dos sujeitos. Para refletir sobre os aspectos citados, me baseei sob a Teoria Histórico-Cultural desenvolvida por Lev S. Vigotsky, o qual compreende o sujeito como um ser históricosocial e cultural, constrói e é construído pelas relações, sendo portanto, um ser relacional. A metodologia utilizada na pesquisa se baseia em histórias de vida de cinco mulheres. Foram realizadas seis entrevistas, mas para análise foram utilizadas cinco, através do critério de saturação empírica. Os dados foram analisados a partir da identificação dos Núcleos de Significação, técnica proposta por Aguiar e Ozella (2001). Utilizamos a linguagem como principal instrumento para compreensão da produção de significado das entrevistadas. Os sentidos produzidos sobre feminilidade envolvem um processo complexo e atemporal, não há linearidade. Utilizaram do seu poder de agência para se empoderarem frente aos contextos culturais marcados pela falta de acesso e de estruturação do bairro que moram. Construíram e foram construídas pelas relações e práticas sociais, bem como atravessamentos interculturais que fomentaram seu poder de agência.
3

Construindo meninas com capricho: anÃlise dos modelos de feminilidades da marca Capricho na seÃÃo Instagram da leitora

SHAMARA PAIVA MENDES 00 June 2018 (has links)
nÃo hà / Esta pesquisa intenta analisar, sob o viÃs teÃrico frankfutiano, as construÃÃes de modelos de feminilidades produzidas e divulgadas atravÃs dos conteÃdos de Ca pricho, no site da Editora Abril, a partir da seÃÃo Instagram da Leitora, afim de entender de que modo se delineiam as [des][re]construÃÃes de feminilidades forjadas nesses espaÃos. Capricho, como marca, produzirà novas significaÃÃes e delinearà a imagem d e cumplicidade entre consumidora e marca, criando um processo de identificaÃÃo das consumidoras aos modelos de feminilidades que por ela sÃo apregoados. Foram analisadas 187 fotografias da seÃÃo Instagram da Leitora entre os meses de maio de 2015 e maio de 2016, alÃm da anÃlise dos prints da seÃÃo no site da editora Abril. Problematizou - se os posicionamentos e recortes feitos por Capricho a partir do material disponibilizado pelas jovens e utilizados na seÃÃo. A partir da anÃlise foi possÃvel identificar mo delos de feminilidades e corpo com um padrÃo acerca do que se esperava das publicaÃÃes das jovens. Inicialmente, optamos por agrupar as publicaÃÃes a partir dos tipos de fotografias em uma ficha de catalogaÃÃo que permitisse conhecer a quantidade de fotogr afias selecionadas por tipo, tais como selfies , fotos acompanhadas, fotos de paisagens, comidas, animais, etc. A partir da ficha de catalogaÃÃo foi possÃvel apontar quais imagens e textos da seÃÃo se adequavam aos objetivos da pesquisa. ApÃs a sistematizaà Ão e anÃlise do material, identificamos que os perfis das jovens sÃo catalogados e expostos a partir da prerrogativa de adequaÃÃo aos ideias da marca e que os critÃrios de publicaÃÃo fazem referÃncia direta a um corpo magro e bonito. Hà ainda a imagem de q ue Capricho legitima o empoderamento feminino e que os discursos, de boa parte desses perfis, diz de uma busca por aceitaÃÃo do prÃprio corpo e autonomia, todavia esse discurso de empoderamento se perde em meio aos ditames de ter um corpo âsaudÃvelâ e magr o, aceito pela jovem como o âÃâ, mas lapidado por exercÃcios, dietas e filtros que ressaltem as partes do corpo que nÃo precisariam de ajustes, como olhos, cabelos, pernas. As fragmentaÃÃes do corpo estÃo presentes em muitas fotografias selecionadas e most ram o corpo e as feminilidades marcados pelo servilismo e dependÃncia aos modelos ali propagados em um esforÃo constante para adequaÃÃo. Por fim, observamos, que apesar de haver uma tentativa de resistÃncia pelas jovens, os discursos e fotografias sÃo coop tados e utilizados para novos assujeitamentos.
4

Feminilidades e masculinidades: ressignificação e criação de novas identidades em romances contemporâneos / Femininities and masculinities: ressignification and creation of new identities in contemporary novels

Chatagnier, Juliane Camila 16 February 2018 (has links)
Submitted by Juliane Camila Chatagnier null (ju.chatagnier@gmail.com) on 2018-03-09T15:18:53Z No. of bitstreams: 1 TESE JULIANE CAMILA CHATAGNIER.pdf: 1517550 bytes, checksum: 0f619d1b031428befe6918444044f2af (MD5) / Approved for entry into archive by Elza Mitiko Sato null (elzasato@ibilce.unesp.br) on 2018-03-09T18:13:28Z (GMT) No. of bitstreams: 1 chatagnier_jc_dr_sjrp.pdf: 1517550 bytes, checksum: 0f619d1b031428befe6918444044f2af (MD5) / Made available in DSpace on 2018-03-09T18:13:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 chatagnier_jc_dr_sjrp.pdf: 1517550 bytes, checksum: 0f619d1b031428befe6918444044f2af (MD5) Previous issue date: 2018-02-16 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / A contemporaneidade tem colaborado com as mudanças na forma como as questões de gênero e sexualidade são vistas na sociedade. Padrões tradicionais vêm sendo quebrados e algumas formas de preconceito não se encaixam mais na comunidade. Hoje, muitos homens e mulheres não têm mais uma identidade única e fixa, e não configuram um par dual, e essa fragmentação das identidades de gênero possibilita a criação de ouras nomenclaturas. Com base nesse contexto de mudanças, as personagens de nosso corpus formam-se mulheres, homens, gays, lésbicas, e a construção do gênero é vista, então, como estratégia narrativa, na qual as escritoras procuram mostrar que há possibilidades para formação de gênero distinta dos padrões impostos pela matriz heteronormativa. Assim, realizamos uma análise de como essas configurações de gênero, masculinos ou femininos, são representadas na literatura, partindo da premissa de que as identidades de gênero sofrem rupturas com os modelos tradicionais e estão deslocadas, devido às diversas orientações sexuais presentes na contemporaneidade. Como corpus deste trabalho, escolhemos cinco obras, de escritoras norte-americanas, brasileiras e inglesas, a partir da década de 1970, a saber: Rubyfruit Jungle (1973), de Rita Mae Brown; The Front Runner (1974), de Patricia Nell Warren; Hotel Dulac (1984), de Anita Brookner; Duas iguais (1996), de Cíntia Moscovich e Sapato de salto (2006), de Lygia Bojunga. A configuração da identidade de gênero das personagens é analisada sob a luz da teoria da performatividade, de Judith Butler (1993; 2003; 2004; 2015), segundo a qual o gênero é constituído por meio da repetição de atos estilizados que se tornam inerentes ao indivíduo. Butler, juntamente à Rubin (1975), Wittig (1982; 1993) e Connell (2000), embasa, também, as questões relativas à construção da masculinidade e/ou feminilidade e Laclau (1990; 2004), Ortiz (1998; 2006) e Santos (1993; 2001), dentre outros, fundamentam o estudo a respeito das modificações ocorridas na sociedade, bem como essas interferem na construção da identidade de gênero. / Contemporaneity has contributed to changes in the way gender and sexuality issues are seen in society. Traditional patterns have been broken and some forms of prejudice do not fit into current society anymore. Today, some men and women have no longer a single, fixed identity, and no longer form a dual pair, and this fragmentation of gender identities makes it possible to create nomenclatures. Based on this context of change, the characters of our corpus are women, men, gays, lesbians, and the construction of gender is seen, therefore, as a narrative strategy, in which women writers try to show that there are possibilities for gender formation which differs from the patterns imposed by the heteronormative matrix. Thus, we perform an analysis of how these configurations of gender, male or female, are represented in literature, starting from a premise that gender identities suffer ruptures from traditional models and are displaced, due to diverse sexual orientations present in contemporary times. As a corpus of this work, we chose five works by American, Brazilian and English writers, beginning in the 1970s: Rubyfruit Jungle (1973) by Rita Mae Brown; The Front Runner (1974), by Patricia Nell Warren; Hotel Dulac (1984), by Anita Brookner; Duas iguais (1996), by Cíntia Moscovich and Sapato de salto (2006), by Lygia Bojunga. The configuration of the characters gender identity is analyzed in the light of Judith Butler's theory of performativity (1993, 2003, 2004, 2015), according to which gender is constituted through the repetition of stylized acts that become inherent to individual. Butler, along with Rubin (1975), Wittig (1982, 1993) and Connell (2000), also addresses issues related to the construction of masculinities and/or femininities, and Laclau (1990, 2004), Ortiz (1998, 2006) and Santos (1993), among others, ground the study on the changes that occurred in society, as well as these interfere in the construction of the gender identity.
5

A pedagogização de corpos a partir do body modification: produzindo feminilidades / Pedagogization the body from the body modification: producing femininities

Domingues, Josiane Vian January 2010 (has links)
Dissertação(mestrado)- Universidade Federal do Rio Grande, Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde, Instituto de Educação, 2010. / Submitted by EDUARDO PENA (edupenaa@hotmail.com) on 2012-10-23T00:09:31Z No. of bitstreams: 1 A PEDAGOGIZAÇÃO DE CORPOS A PARTIR DO BODY MODIFICATION.pdf: 1500737 bytes, checksum: 2ddde213f4ef98aeee97fe400f6d4cc0 (MD5) / Approved for entry into archive by Bruna Vieira(bruninha_vieira@ibest.com.br) on 2012-12-01T17:10:39Z (GMT) No. of bitstreams: 1 A PEDAGOGIZAÇÃO DE CORPOS A PARTIR DO BODY MODIFICATION.pdf: 1500737 bytes, checksum: 2ddde213f4ef98aeee97fe400f6d4cc0 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-12-01T17:10:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 A PEDAGOGIZAÇÃO DE CORPOS A PARTIR DO BODY MODIFICATION.pdf: 1500737 bytes, checksum: 2ddde213f4ef98aeee97fe400f6d4cc0 (MD5) Previous issue date: 2010 / Com essa dissertação tenho como objetivo principal problematizar como são produzidas as feminilidades sobre os corpos a partir das técnicas do body modification em dois espaços em que a pedagogia está atuando diretamente: na rua e no espaço virtual www.suicidegirls.com. Considero o body modification como sendo um conceito que remete a utilização de técnicas que façam com que os sujeitos adquiram características em seus corpos que em pouco se assemelhem ao biológico, seja a partir da aplicação de tatuagens, piercings, escarificações, brandings... Para responder tal proposta, considero a ciência como sendo aquela que é compreendida no discurso de quem a produz, em outras palavras, nas vontades de verdade dos sujeitos. A ciência aqui está baseada na produção de outros conhecimentos, outros valores nas sociedades, dessa forma, criando outras regras, a partir de outros saberes. É uma forma de reconduzir o saber que é aplicado em uma sociedade. Segundo essa perspectiva, pensar a produção de feminilidades, a partir da utilização de técnicas do body modification e desse modo de compreender a ciência, é colocar sob suspeita as metanarrativas que são construídas como verdade para as mulheres. Para tanto, fundamento esse estudo a partir da perspectiva dos Estudos Culturais e de Gênero, especificamente utilizando a vertente pós-estruturalista, com os estudos foucaultianos. Os estudos pautados sobre essa vertente consideram tanto os corpos quantos os gêneros dos sujeitos enquanto uma construção social e cultural, envolta em de relações de poder. Para desenvolver a pesquisa, utilizei instrumentos da pesquisa cartográfica e também da análise do discurso, sob perspectiva foucaultiana. Assim, com esse estudo utilizo dois espaços pedagógicos considerados informais, onde as relações acontecem, para analisar como são produzidas as feminilidades sobre os corpos com a utilização das técnicas do body modification: a Avenida Rio Grande, juntamente com o Largo Dr. Pio, na cidade de Rio Grande e o sítio virtual www.suicidegirls.com. Esses espaços me possibilitaram perceber as diferentes maneiras que as mulheres, ao utilizarem as técnicas do body modification, conduzem as suas feminilidades, seja seguindo as normas que são colocadas como verdade ou, ao contrário, criando outras formas de produzi-las. Em outras palavras, pude perceber que a utilização de piercings, tatuagens, dilatadores, escarificações e tantas outras técnicas do body modification até agora identificadas mostram que existem diferentes maneiras de se constituir feminina na sociedade. Algumas adeptas do body modification, tanto as que transitam em determinadas ruas da cidade do Rio Grande (RS) quanto aquelas que são modelos no www.suicidegirls.com, preconizam, em alguns casos, um rompimento, uma resistência às maneiras de produzir as feminilidades, construindo outras formas de ser mulher, seguindo outras condutas, outros modelos para os seus corpos. No entanto, algumas das mulheres entrevistadas apresentam um discurso de que tais técnicas são formas de potencializar as feminilidades legitimadas para elas. / With this dissertation, I aim to problematize how are produced the femininities of the bodies from the techniques of body modification in two areas in which teaching is directly acting: on the street and in cyberspace www.suicidegirls.com. I believe that the body modification as the use of techniques that make the people acquire characteristics in their bodies that resemble in some of their biological constitution, from the application of tattoos, piercings, scarification, brandings ... To put this work, I consider science as one that is understood in the discourse of those who produce it, in other words, the wills for truth of the subject and not the hegemonic, which presents the correct answer, the only legitimate, which was based on mathematical discoveries in the middle of the sixteenth century. The science here is based on the production of other knowledge, other values in society, creating other rules, from other knowledge. These, to produce knowledge, has educated and pedagogizing bodies, in other words, it produces the subject and sets their modes of being and acting in society. From this perspective, think about the production of femininities, from the use of techniques of body modification is put under suspicion the “metanarrativas” that are built as true for women. To this end, the foundation to work from the perspective of Cultural Studies and Gender, specifically using the present poststructuralist, with reference to the analysis of Michel Foucault. Studies had ruled on this case consider both the bodies and genders of the people as a social and cultural construction, involved in power relations. To develop the research, I used research instruments and also mapping of discourse analysis, Foucauldian perspective. So with this study using two pedagogical spaces considered informal, where relationships happen, to analyze how femininities are produced on bodies with the use of techniques of body modification: Avenida Rio Grande, along with the Largo Dr. Pius in City of Rio Grande and the site Virtual www.suicidegirls.com. These spaces allowed me to understand the different ways that women, by using the techniques of body modification, conduct their femininity, is following the rules that are placed as truth or, conversely, creating other ways to produce them. In other words, I could see that the use of piercings, tattoos, dilators, scarification and many other techniques of body modification identified so far show that there are different ways to provide women in society. Some devotees of body modification, both those who move in certain streets of Rio Grande (RS) as those who are models in www.suicidegirls.com, advocate, in some cases, a break up, a resistance to the ways of producing femininities by constructing other forms of being a woman, following other approaches, other models for their bodies. However, some of the women present a speech that such techniques are ways to enhance the legitimacy femininity to them.
6

Entre “seios aformoseados” e “viva sua beleza”: feminilidades em contraste na publicidade da imprensa feminina

Pereira, Charles Antonio 12 May 2017 (has links)
Submitted by Renata Lopes (renatasil82@gmail.com) on 2017-06-28T17:31:18Z No. of bitstreams: 1 charlesantoniopereira.pdf: 2568992 bytes, checksum: 31d35edfe08c6f46796f04cc0d64fc1a (MD5) / Approved for entry into archive by Adriana Oliveira (adriana.oliveira@ufjf.edu.br) on 2017-08-07T21:28:15Z (GMT) No. of bitstreams: 1 charlesantoniopereira.pdf: 2568992 bytes, checksum: 31d35edfe08c6f46796f04cc0d64fc1a (MD5) / Made available in DSpace on 2017-08-07T21:28:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 charlesantoniopereira.pdf: 2568992 bytes, checksum: 31d35edfe08c6f46796f04cc0d64fc1a (MD5) Previous issue date: 2017-05-12 / O objetivo do presente trabalho é refletir sobre o fenômeno da imprensa feminina a partir de um viés comparativo de duas revistas de períodos históricos distintos. Com base na análise das peças publicitárias de produtos cosméticos presentes em exemplares da década de 1920 da revista A Cigarra e do ano de 2016 da revista Marie Claire, buscarei demonstrar as permanências e descontinuidades nos discursos regulatórios a respeito das feminilidades vinculadas por essas publicações. Demonstrando assim que, apesar das inúmeras conquistas femininas no decorrer desses quase cem anos que separam essas publicações, muito do discurso publicitário da década de 1920 se apresenta de maneira semelhante nas publicações voltadas para as mulheres na atualidade, por vezes se reinventando em relação a forma, mas se mantendo fiel a um conteúdo historicamente implícito sobre o papel feminino hegemônico em nossa sociedade. / The objective of the present work is to reflect about the phenomenon of the female press from a comparative perspective of two women's magazines of different historical periods. Based on the analysis of the advertisements of cosmetic products present in copies of the 1920s of the magazine A Cigarra and copies of the year 2016 of Marie Claire, I will try to demonstrate the continuities and discontinuities in the regulatory discourses regarding feminities linked to these publications. Thus demonstrating that in spite of the innumerable female achievements in the almost 100 years that separate these publications, much of the advertising discourse of the 1920s is presented in the current publication, sometimes reinventing itself in relation to form, but remaining true to the implicit content in relation to women.
7

O verso e o reverso das relações escolares: um olhar de gênero sobre o uso dos tempos em uma escola municipal da cidade de São Paulo / The verse and reverse school relations: gender look at the use of time in a public school in São Paulo

Édna de Oliveira Telles 20 April 2005 (has links)
Este trabalho teve como objetivo investigar os significados de gênero presentes nas relações entre as crianças e destas com as pessoas adultas nos diversos tempos escolares. Trata-se de uma etnografia educacional que priorizou como campo de pesquisa uma classe de quarto ano do ciclo I (antigo primário) da escola pública municipal Carlos Drummond, na cidade de São Paulo. Na dissertação, os significados de gênero são discutidos a partir do diálogo com diversos autores/as, entre eles Scott, Connell, Nicholson, Giroux, Apple, Enguita e Thorne. A análise dos tempos escolares, que pretende evidenciar como a organização escolar concorre para uma disicplinarização pautada na construção de corpos escolarizados, tem a perspectiva foucaultiana como base. Da investigação, que foi desenvolvida em campo no decorrer de todo um ano letivo, constaram: observações sistemáticas do cotidiano dos tempos escolares, entrevistas semi-estruturadas realizadas com as crianças, questionários dirigidos às suas famílias e a sua professora, estudo de documentações acerca da escola. A análise de todo o material coletado nesse processo, em que as crianças foram vistas como personagens centrais e tiveram valorizadas suas experiências e opiniões, mostra como se produzem e reproduzem estereótipos de gênero pautados em relações de poder na escola. Demonstra, no entanto, que esse poder não é unilateral, que as crianças não necessariamente internalizam os estereótipos de que são vítimas em suas condições de gênero, raça/etnia, idade e classe social, reproduzindo-os em suas relações, mas opõem-se a eles, contestando-os e desenvolvendo formas de oposição. Foi possível destacar, ainda, que a organização dos tempos escolares, em sua extrema preocupação com o exercício do controle e da disciplinarização, não contempla a diversidade e a dinâmica dos diversos ritmos e significados vivenciados pelos alunos e pelas alunas na escola, avaliando-os/as com parâmetros distantes de sua realidade. Assim, ao contrário do desejado, tronou-se evidente também a ausência de um questionamento crítico sobre a organização dos tempos na escola, sobre gênero e poder, revelando que o pensamento educacional tem dificuldade para acompanhar as mudanças históricas e a dinâmica das relações sociais, bem como a transformação das mesmas, o que muitas vezes o impede de contribuir para a construção de uma sociedade mais democrática. / The purpose of this research was to investigate the meanings of gender as they emerge in the relationships among children and between children and adults in different school times. This is an educational ethnography that has prioritized as research field a forth grade classroom (former elementary school) at the municipal public school Carlos Drummond in the city of São Paulo. In the dissertation, the meanings of gender are discussed in the dialog with different authors, like Scott, Connell, Nicholson, Giroux, Apple, Enguita and Thorne. The analysis of school times, which aims at making evident how school organization contributes to promote disciplinarization based on the construction of schooled bodies, is founded on a foucaultian perspective. The investigation took place during a whole school year and comprised: systematic observations of the routine of school times, semi-structured interviews with children, questionnaire directed to children´s families and teacher, study of documentation about the school. The analysis of all the material collected in this process, in which children were regarded as main characters and had their experiences and opinions valued, show how gender stereotypes based on power relations in school are produced and reproduced. However, it gives evidence that this power is not unilateral, that children do not necessarily internalize the stereotypes they are victims of, in their condition of gender, race/ethnics, age and social class, reproducing them in their relations, but they offer resistance to them, refute them and develop opposition techniques. It was also possible to emphasize that the organization of school times, in its extreme concern about control and disciplinarization, does not contemplate the diversity and the dynamics if the different rhythms and meanings lived by the student at school, evaluating them according to parameters that are far from their reality. Thus, oppositely to what one might desire, it became evident also the absense of critical debate about the organization of school times, about gender and power, revealing that the educational thinking has difficulty to follow the historical changes and the dynamics of social relations, as well as their transformation, what a times prevent it from contributing to the construction of a democratic society.
8

'Na minha época as meninas estavam no comando': a constituição de feminilidades na Escola de Guardas Mirins 'Tenente Antônio João', na cidade de Ponta Grossa, Paraná

Almeida, João Paulo Leandro de 06 June 2017 (has links)
Submitted by Eunice Novais (enovais@uepg.br) on 2017-09-13T22:06:13Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) Joao Paulo Landro Almeida.pdf: 9237458 bytes, checksum: f58c4f8b17aa4f39f8dcad44552bd8bf (MD5) / Made available in DSpace on 2017-09-13T22:06:13Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) Joao Paulo Landro Almeida.pdf: 9237458 bytes, checksum: f58c4f8b17aa4f39f8dcad44552bd8bf (MD5) Previous issue date: 2017-06-06 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / A pesquisa compreende como se articulam os significados de feminilidades e as espacialidades nas memórias das alunas egressas da Escola de Guardas Mirins 'Tenente Antônio João', na Cidade de Ponta Grossa, Paraná. Esta instituição foi criada na década de sessenta pelo senhor Epaminondas Xavier de Barros, com o propósito de possibilitar a acensão social de meninos, contando com o apoio de diversas pessoas e organizações da sociedade. A escola incorporou em sua organização elementos do espiritismo kardecista, militarismo e da maçonaria, as quais se colocaram dentre colaboradores para a fundação e manutenção da mesma. Ideias e ideais advindas destes grupos, fazem parte da composição do aparato metodológico institucional, que defende os elementos estudar, trabalhar e progredir como trinômio base para a formação e convívio em sociedade das pessoas assistidas. Esta ideia linear acendente, pelas espacialidades da instituição conectase a formação moral, baseada no trinômio disciplina, hierarquia e evangelização Crista e por elementos conectados ao ideal de liberdade, igualdade e fraternidade. No decorrer da história deste espaço, diversas foram as alterações para manter e ampliar o caráter assistencial de apoio a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, dentre elas está a inclusão de meninas como discentes, onze anos posteriores a sua criação. As espacialidades desta instituição em seu funcionamento como contraturno social, evidenciou no início deste século, meninas ocuparem o comando da hierarquia militarizada organizacional de discentes. Assim, estas espacialidades criadas para meninos, possibilitam a constituição de feminilidades específicas, arreigadas por regras de controle que se respeitadas com performances condizentes com o de guarda mirim, possibilitam ocupar a centralidade nas relações de poder que constituem este espaço. Apresenta-se pelas lembranças guardadas nas memórias das alunas egressas como espaço complexo, performático e paradoxal, uma conjuntura aberta para a constituição de múltiplas feminilidades, onde a emoção toma conta da ressignificação conflitando, passado, presente e futuro destas guardas mirins. / The research includes how to articulate the meanings of Femininities and espacialidades in the memories of the young egressas from School of Guards Guards 'Tenente Antônio João', in the city of Ponta Grossa, Paraná. This institution was created in the 1960s by Mr Epaminondas Xavier de Barros, with the purpose to enable the social acensão of boys, with the support of various people and organizations in society. The school has incorporated into its organization elements of the Spiritism Kardecist, militarism and of freemasonry, which arose among employees for the foundation and maintenance of same. Ideas and ideals that come from these groups, are part of the composition of the methodological apparatus, which advocates the study, work and progress as a trinomial base for training and socialising in the company of people assisted. This idea acendente linear, by espacialidades the institution connects the moral formation, based on the trinomial discipline, hierarchy and evangelization Crest and by elements connected to the ideal of liberty, equality and fraternity. In the course of history in this space, several changes have been to maintain and expand the character of support for children and adolescents in situation of social vulnerability, among them is the inclusion of girls as learners, eleven years after its creation. The espacialidades of this institution in its operation as contraturno, revealed at the beginning of this century, girls occupy the command of the hierarchy militarised organizational learners. Thus, these espacialidades created for boys, enable the constitution of femininities specific, established by rules of control that if met with performances consistent with the corps mirim, allow occupy the central place in power relations that constitute this space. It is presented by the memories stored in the memories of the young egressas as space complex, performing and paradoxical, an environment open to the establishment of multiple femininities, where emotion takes care of resignification conflitando, past, present and future of these young guards.
9

Feminilidades na escola: a teoria da prática e a discussão sobre gênero e desempenho escolar / Femininities in school: the theory of practice and the discussion about gender and educational performance

Barbosa, Jaqueline Aparecida 22 August 2016 (has links)
Submitted by Cássia Santos (cassia.bcufg@gmail.com) on 2016-10-10T11:35:46Z No. of bitstreams: 2 Dissertação - Jaqueline Aparecida Barbosa - 2016.pdf: 4522113 bytes, checksum: 916bbc7b2318e757795d51aa395653ed (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Approved for entry into archive by Luciana Ferreira (lucgeral@gmail.com) on 2016-10-10T15:54:33Z (GMT) No. of bitstreams: 2 Dissertação - Jaqueline Aparecida Barbosa - 2016.pdf: 4522113 bytes, checksum: 916bbc7b2318e757795d51aa395653ed (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Made available in DSpace on 2016-10-10T15:54:33Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertação - Jaqueline Aparecida Barbosa - 2016.pdf: 4522113 bytes, checksum: 916bbc7b2318e757795d51aa395653ed (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2016-08-22 / This master’s thesis, developed in the Graduate Program in Education of FE/UFG, in the Line of Research “Education, work and social movements”, aimed at comprehending, guided by gender studies, how girls deal with poor school performance. We based on the Theory of Practice by Pierre Bourdieu as the theoretical and methodological background to develop a qualitative research. The participants of this research were children with ages ranging from 9 to 10 from two public schools in Goiânia. There were also 240 hours of observation divided among classrooms, interactions between children in the patio and between teachers in the teacher’s room, meetings with families, and student performance evaluation meetings. We carried out semi-structured interviews with teachers and students. The results showed the devaluation of a specific type of femininity, the one that is affirmed in the excess of female vanity, and, according to some children, would be the worthy part of being a girl. Few girls strongly confronted the rules imposed by the school, being the indifference the most recurring way of resistance. The symbolic violence performed by one of the schools on female bodies was also an important aspect to be considered when dealing with this theme. / Esta dissertação, desenvolvida no Programa de Pós Graduação em Educação da FE/UFG, na Linha de Pesquisa "Educação, trabalho e movimentos sociais", resulta de pesquisa que, ancorada nos pressupostos dos estudos de gênero, teve como objetivo compreender como as meninas lidam com o mau desempenho escolar. Partindo da teoria da prática de Pierre Bourdieu como referencial teórico-metodológico, a pesquisa, de natureza qualitativa, abrangeu crianças com idades entre 9 e 10 anos de duas escolas públicas do município de Goiânia. A coleta de dados contou com cerca de 240 horas de observação divididas entre sala de aula, interação entre as crianças no pátio, acompanhamento da sala de professores/as, reuniões com as famílias e conselhos de classe. Foram realizadas ainda entrevistas semi-estruturadas com docentes e crianças. A realização da pesquisa apontou, como resultados: a desvalorização de um tipo específico de feminilidade, aquela que se afirma por meio da vaidade considerada excessiva e que, segundo algumas crianças, seria o que faria “valer a pena” ser menina; poucas meninas enfrentaram ostensivamente as regras impostas pelas escolas, sendo a oposição por meio da indiferença o modo mais recorrente de resistência; a violência simbólica da intervenção de uma das escolas sobre os corpos femininos.
10

Feminilidades homossexuais no ambiente escolar: ocultamentos e discriminações vividas por garotas / Homosexual femininities on the scholar environment: concealing and discriminations lived by girls.

Maria Cristina Cavaleiro 03 December 2009 (has links)
Este estudo tem por objetivo compreender o papel das relações de gênero e da sexualidade na edificação concreta e simbólica do cotidiano da escola para indagar pelas complexas tramas de significados e normas culturalmente disponíveis na definição das identidades e nos modos como as feminilidades homossexuais são vividas, produzidas, mantidas e reproduzidas por garotas, entre 16 e 17 anos, que se consideram lésbicas, homossexuais ou bissexuais, em uma escola pública estadual de ensino médio na cidade de São Paulo.Tratase de uma pesquisa de caráter exploratório, de natureza qualitativa, que examinou os modos pelos quais as garotas elaboram suas experiências, como vivenciam as interações, a sociabilidade e constroem suas identidades no ambiente escolar. Na investigação empírica realizada na instituição escolar, diversos métodos foram utilizados para coleta de dados: observações, questionários, entrevistas individuais semi-estruturadas e grupos de discussão. Para entender a escola como espaço sócio-cultural na produção de identidades sexuais e de gênero, bem como a validação de determinadas formas de viver as masculinidades, feminilidades e a sexualidade, além dos conceitos de gênero e sexualidade, foram fundamentais as reflexões teóricas sobre os processos identitários e de socialização, experiência e estigma. Espaço e tempo foram considerados elos de um mesmo fluxo de formação, relação e aprendizagens. Os resultados obtidos evidenciaram que os usos do espaço e do tempo na escola definem estratégias de condutas e organizam socializações, determinam o aceitável e o impróprio. Nesse processo, foi possível notar tensões, táticas e astúcias que oportunizavam o questionamento da heteronormatividade na escola, mas a escola e as relações escolares nela presentes evidenciavam arranjos sutis para o exercício do controle, da vigilância e da garantia de um cotidiano quase inteiramente heterossexual. Esta discriminação das feminilidades homossexuais ocorre mediante uma coação peremptória visando ocultação, silenciamento e dissimulação das formas de viver a sexualidade não-heterossexual, bloqueando e impedindo vínculos de amor e afeto entre as garotas. Em seus processos de socialização da sexualidade a estigmatização ocorre de forma velada e ambígua interpelando-as para uma experiência discreta, separada, legitimando a transformação de diferenças em desigualdades. / This study aims to comprehend the role of gender and sexuality relations on the concrete and symbolical conception of the scholar quotidian, to inquire, by the complex treads of meanings and cultural available rules about the definition of identities and about the ways in which the homosexual femininities are lived, produced, kept and reproduced by girls in their 16s or 17s, who considerate themselves lesbians, homosexuals or bisexuals, in a public high school in the state of São Paulo. It is a research with an exploratory background, with a qualitative nature, which examined the ways that the girls elaborate their experiences, how they live the interactions, the sociability and build their identities on the scholar environment. On the empiric investigation accomplished on the scholar institution, a number of methods were used to gather the data: observations, questionnaires, individual and semi-structured interviews, and, also, discussion groups. To the understanding of school as a sociocultural space that produces sexual and gender identities, and to the understanding of the validation of some specific ways to experience the masculinities, femininities and the sexuality, besides the concepts of gender and sexuality, the theoretical reflections about the identificatory and socialization processes and about experience and stigma were mandatory. Space and time were considered links of a same flux of formation, relation and learning. The obtained results show that the usage of space and time in school defines strategies of procedures and organizes socializations, determines what is acceptable and what is not proper. In this process, it was possible to notice tensions, tactics and guiles which made possible the questioning of the heteronormativity in school, but the school and its relations clearly showed subtle arrangements to the controlling and surveillance of the questioning and to the guarantee of a quotidian which can be considered almost heterosexual. This discrimination of the homosexual femininities occurs through an assertive coercion, which tries to hide, mute and dissimulate the ways there is to live a non-heterosexual sexuality, blocking and stopping bonds of love and affection between the girls. In its processes of sexuality socialization, the stigmatization occurs in a hidden and ambiguous way, dragging them to a experience which becomes discreet, separated, legitimating the transformation of differences into inequalities.

Page generated in 0.0788 seconds