• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 10
  • Tagged with
  • 10
  • 5
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Vaqueiros do Sítio do Meio (Lagoa Grande/PE) e mamíferos nativos das Caatingas Pernambucanas: percepções e interações

VALLE, Yumma Bernardo Maranhão January 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:04:34Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo8156_1.pdf: 2836212 bytes, checksum: 1bb103feeb55f46888d525336bd895e0 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2007 / Este trabalho objetivou analisar a percepção e a interação da comunidade de vaqueiros do Sítio do Meio, distrito de Barra Bonita, município de Lagoa Grande, localizado na Depressão Sertaneja Pernambucana, acerca das espécies de mamíferos nativas, visando compreender as relações existentes entre esses dois grupos e identificar estratégias que enfatizem a conservação da fauna de mamíferos no local. Para tal, foi realizado um levantamento mastofaunístico na região, em duas campanhas: uma na estação seca e a outra na estação chuvosa (julho e setembro de 2004). Na abordagem etnobiológica os dados foram coletados, em três campanhas, através de entrevistas semi-estruturadas e pranchas de imagens da mastofauna local, que auxiliaram na identificação das espécies (julho/setembro de 2004 e dezembro 2006). Foram registradas 28 espécies de mamíferos no local. A população estudada (sertanejos) demonstrou um vasto conhecimento biológico, classificatório e utilitário destas espécies nativas. Particularmente de informações referentes ao comportamento e à dieta foram descritas de maneira muito elucidativa pela maioria dos entrevistados, demonstrando um profundo conhecimento dos vaqueiros de Sítio do Meio sobre a mastofauna local. Em função do prejuízo ou não que os mamíferos podem causar ao gado e às culturas de subsistência, os mamíferos são percebidos localmente como malinos e não-malinos . As interações entre essas duas comunidades giram em torno de conflitos entre gado/onça/vaqueiro, invasão dos animais aos roçados, caça de subsistência, uso medicinal e espiritual da mastofauna e, ainda, a criação e o manejo de algumas espécies selvagens pelos moradores e o aproveitamento da pele de alguns animais, empregadas em utilidades domésticas. Como resultado de algumas dessas interações, determinadas espécies da mastofauna local já se encontram extintas ou em vias de extinção, como: a onça-de-bode (Puma conconlor), a onça-pintada (Panthera onca), o tatu-bola (Tolypeutes trincinctus) e o porco queixada (Tayassu pecari). Algumas estratégias utilizadas pela própria população, se incentivadas, podem atuar de maneira efetiva na conservação das espécies mastofaunísticas presentes no local
2

O "espet?culo do cabra macho" : um estudo sobre os vaqueiros nas vaquejada no Rio Grande do Norte

Aires, Francisco Janio Filgueira 18 July 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2014-12-17T13:54:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 FranciscoJFA.pdf: 1991383 bytes, checksum: afbb72385131d405ad201e4a47281ba7 (MD5) Previous issue date: 2008-07-18 / Coordena??o de Aperfei?oamento de Pessoal de N?vel Superior / This body of work discusses the gender meanings associated with cowboys while endorsing contemporary rodeos in Rio Grande do Norte as a recreational sport and a form of ludic expression. As a result, this research has focused on rodeo practices, aiming to understand the different aspects emphasizing masculinity: these associations being constructed through relationships, contexts and the competitiveness between participants. These gender meanings hinge on the desire for a wining performance and on the behaviour exhibited among cowboys outside the competitive ring in specific social settings such as parties and recreational time. The latter were the focus of the ethnographic research; direct observation and semistructured interviews with cowboys in rodeo stadiums were also used. Through qualitative analysis of the collected data, it was revealed that historically and socially different trajectories do not immediately cause a gender crisis in cowboys, but the assignment of new significance by the social acts in each historical context. However, the presence of cowboys leads to other models of masculinity configured by expressions and the insertion of new personas, not coming directly from field activities, but imbued by the symbolic elements of the cowboy persona, constructed throughout history / O presente trabalho, ao enfocar as vaquejadas contempor?neas no Rio Grande do Norte como atividade esportiva e como express?o l?dica, tem a proposta de pensar os significados associados aos vaqueiros, especialmente aqueles constru?dos na interface com as rela??es de g?nero. Por isso, esta pesquisa centrou sua abordagem nas pr?ticas dos vaqueiros nas vaquejadas, com o objetivo de compreender os diversos aspectos que apontam para a masculinidade, uma vez que os seus sentidos s?o constitu?dos pelos envolvimentos, rela??es e concorr?ncias entre os seus competidores. As significa??es s?o articuladas pela busca de uma performance para ser campe?o e pelas pr?ticas fora da pista de competi??o executadas entre os seus personagens no contexto das situa??es sociais espec?ficas, a saber: a festa e os momentos de lazer. Tais pr?ticas foram objeto da pesquisa etnogr?fica, com a observa??o direta e entrevistas semi-estruturadas com os vaqueiros nos parques de vaquejadas, o que nos conduziu a realizar a an?lise qualitativa dos dados coletados. A pesquisa tem revelado que as trajet?rias hist?ricas e sociais diversas dos vaqueiros n?o provocam imediatamente uma crise nas rela??es de g?nero, mas a forma??o de novos sentidos ressignificados pelos seus atores sociais em cada contexto hist?rico. A presen?a, portanto, dos vaqueiros conduz a outros modelos de masculinidade configurados por express?es e pela inser??o de novos figurantes, n?o exatamente advindos das atividades do campo, mas imbu?dos dos elementos simb?licos da figura do vaqueiro, constru?da ao longo da hist?ria
3

“Um boi Zepelim enfeitiçado...” : trajetória de vida do vaqueiro “Doutor de Vito” e as vaquejadas “pega-de-boi no mato” no sertão sergipano dos anos 1950

Santos, José Adeilson dos 23 March 2018 (has links)
The vaquejada manatee in the bush is a cultural manifestation of the environment of the northeastern sertões and, therefore, Sergipe. It is typical of the extensive cattle ranching environment, the "leather cycle" (19th century), before the process of occupation and settlement of the region with the breeding of livestock in the environment of the caatinga areas. It is secularly understood as a party, whose continuity up to the present day is carried out by sertanejos subjects as practice and representation - categories of analysis (by Roger Chartier) that serve as theoretical references. For this study we discuss the theme as an important expression of the cultures and regional identity of the men of the hinterland. In relation to other works, we differentiate our approach through the appropriation of the methodological theoretical resource of the biographical genre, allowing to highlight the trajectory of a subject of the rural environment. This is the character José Aloísio de Matos, an octogenarian cowboy from the Sergipe municipality of Aquidabã, known by the nickname Doctor de Vito, whose life history is marked as a man of the creative activity. And as a result of this work, he learned to search for loose cattle "in the bushes." Practice that became entertainment of handle and vaquejada of handle in the bush and by her, this cowboy reached the legendary and mysterious Ox Zeppelin, projecting itself of fame. And for this purpose, valuing the sense of the challenge with the community vaqueirama. / A vaquejada pega-de-boi no mato é manifestação cultural do ambiente dos sertões nordestinos e, por conseguinte, sergipano. É própria do ambiente da pecuária extensiva, do ―ciclo do couro‖ (século XIX), perante o processo de ocupação e povoamento da região com a criação de gado à solta, no ambiente das áreas de caatinga. É secularmente compreendida como festa, cuja continuidade até os dias atuais é protagonizada pelos sujeitos sertanejos como prática e representação - categorias de análise (de Roger Chartier) que nos servem de referências teóricas. Por este estudo discutimos o tema como importante expressão das culturas e identidade regional dos homens do sertão. Em relação a outros trabalhos, diferenciamos nossa abordagem pela apropriação do recurso teórico metodológico do gênero biográfico, permitindo sobressair-se a trajetória de um sujeito do meio rural. Trata-se do personagem José Aloísio de Matos, um octogenário vaqueiro do município sergipano de Aquidabã, conhecido pela alcunha Doutor de Vito, cuja história de vida é marcada como homem da atividade criatória. E como próprio desse labor, aprendeu buscar gado solto ―nos matos‖. Prática que tornou-se entretenimento de pega e vaquejada de pega-de-boi no mato e por ela, este vaqueiro alcançou o lendário e misterioso boi Zepelim, projetando-se de fama. E para esta finalidade, valorando o sentido do desafio junto à comunidade vaqueirama. / São Cristóvão, SE
4

Rastros e memórias : etnografia dos vaqueiros do sertão (Floresta – PE)

Pereira, Renan Martins 20 April 2017 (has links)
Submitted by Ronildo Prado (ronisp@ufscar.br) on 2017-08-22T13:46:44Z No. of bitstreams: 1 DissRMP.pdf: 15095097 bytes, checksum: 3703e8ef76aeee35c9f43221a9d692f4 (MD5) / Approved for entry into archive by Ronildo Prado (ronisp@ufscar.br) on 2017-08-22T13:46:53Z (GMT) No. of bitstreams: 1 DissRMP.pdf: 15095097 bytes, checksum: 3703e8ef76aeee35c9f43221a9d692f4 (MD5) / Approved for entry into archive by Ronildo Prado (ronisp@ufscar.br) on 2017-08-22T13:47:00Z (GMT) No. of bitstreams: 1 DissRMP.pdf: 15095097 bytes, checksum: 3703e8ef76aeee35c9f43221a9d692f4 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-08-22T13:47:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DissRMP.pdf: 15095097 bytes, checksum: 3703e8ef76aeee35c9f43221a9d692f4 (MD5) Previous issue date: 2017-04-20 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / This dissertation is about the vaqueiros (cowboys) of the municipality of Floresta, sertão of Pernambuco (hinterland), Brazilian northeast, where I conducted my fieldwork from February to May 2016. It is an ethnography about the disputed position of being a vaqueiro, since perspectives that, far from considering it an historical resistance, covered by regionalism and traditionalism, demonstrate the ways in which, nowadays, many vaqueiros are vaqueiros without being true. It means to say that not everyone is in fact vaqueiros, vaqueiros mesmo, in other words, the real ones. In the face of these contradictions and evaluations, I divided the ethnography into three chapters. In the first, I bring a methodological discussion about how my friends characterized what should be, according to them, my analytical object par excellence. In this case, the real cowboy, original and authentic. Afterward, I will discuss some local strategies whose proposal is to turn the category vaqueiro in something essential. Then, I will see how it simultaneously multiply the same category in unexpected ways, in ways that couldn’t one day be imagined. For this reason, the second chapter analyzes how some interlocutors specifically innovate their relationships with the herd, the drought and the past. In the third and last, memory became the central theme of the discussion. According to my arguments, being a vaqueiro gains new senses in the present, taking into account the knowledge of wise storytellers, whose memories glorify them as more cowboys than others, because they lived in old times, the revered past. At the end of the same chapter, it is the human-animal relationships that gain prominence, in the context of the pegas de boi no mato or vaquejada. My contribution is that, in addition to being disputed and prestigious, being a vaqueiro is also an inventive and procedural position. In this sense, the category in question gains a plastic nature in my ethnographic analysis, whose proposal is to understand that there isn’t only the prospect of the end – that the vaqueiros are disappearing or being transformed into something other than the masters of ancient times – but also the actual perspectives of some cowboys who, in turn, do not consider themselves deserters of what they conventionally call tradition, understood as the resource of memory in which are drawn the traits that equate, and at the same time, differentiate all of them from whom is more true, given the uncertainties of being a vaqueiro in the future. / Esta dissertação é sobre os vaqueiros do município de Floresta, sertão de Pernambuco, onde realizei pesquisa de campo de fevereiro a maio de 2016. Trata-se de uma etnografia a respeito da disputada posição de ser vaqueiro desde perspectivas que, longe de considerarem-na uma resistência histórica coberta de regionalismos e tradicionalismos, demonstram as maneiras pelas quais, hoje em dia, uns se dizem vaqueiros sem serem de verdade ou dizem que outros os são para imediatamente asseverarem o contrário. Ou ainda, que só alguns poucos são de fato e de direito vaqueiros, vaqueiros mesmo. Diante dessas contradições e avaliações, dividi a etnografia em três capítulos. No primeiro, trago uma discussão metodológica a respeito de como os meus amigos e amigas sertanejas caracterizavam o que deveria ser, segundo eles(as), o meu objeto analítico por excelência. Neste caso, o vaqueiro de verdade, original e autêntico. A partir daí, deparei-me com estratégias que essencializavam a categoria ser vaqueiro para, simultaneamente a isso, multiplicá-la de formas que talvez um dia não fossem possíveis de serem imaginadas. Por essa razão, o segundo capítulo analisa como alguns interlocutores inovavam de forma específica as suas relações com o rebanho, a seca e o passado. No terceiro e último, a memória protagoniza a discussão. Por meio dela, ser vaqueiro ganha novos sentidos, levando em conta o conhecimento de sábios contadores de histórias, cujas lembranças os glorificam como mais vaqueiros do que outros, pelo fato de terem vivido pegas de boi de outrora. No final do mesmo capítulo, são as relações humano-animal que ganham protagonismo, no contexto das vaquejadas de pega de boi no mato. Minha contribuição é que, além de disputada e prestigiada, ser vaqueiro é também uma posição inventiva e processual. Nesse sentido, a categoria em questão ganha textualmente uma natureza plástica, a fim de compreender que não há somente a perspectiva do fim – de que os vaqueiros estão desaparecendo ou se transformando noutra coisa que não os afamados senhores do tempo de antigamente –, mas também as perspectivas dos vaqueiros de hoje que, por sua vez, não se consideram desertores do que convencionalmente chamam de tradição, por eles entendida como o recurso da memória em que se desenham os traços que os igualam e, ao mesmo tempo, os desassemelham de quem é mais verdadeiro diante das incertezas de ser vaqueiro no futuro.
5

Aboio no sertão paraibano: um canto no trabalho, um trabalho no canto.

Mendes, Adriano Caçula 25 March 2015 (has links)
Submitted by Morgana Silva (morgana_linhares@yahoo.com.br) on 2016-07-25T16:07:54Z No. of bitstreams: 1 arquivototal.pdf: 3917406 bytes, checksum: 84cf3bac7d4ce0c03e7c2bb543ec310e (MD5) / Made available in DSpace on 2016-07-25T16:07:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 arquivototal.pdf: 3917406 bytes, checksum: 84cf3bac7d4ce0c03e7c2bb543ec310e (MD5) Previous issue date: 2015-03-25 / This work results from a research about Aboio’s (cow herding) singing in the Paraiba’s high sertão (backwoods) region, especially in these cities: Sousa, Cajazeiras, Marizópolis, São João do Rio do Peixe among surrounding municipalities. The focus is on the adaptive processes that this kind of chanting undergoes in order to survive as a manifestation of the Vaqueiros’ (Cowboy) voice and culture. Interviews and ethnographic research has been done with Aboio’s singers of this region seeking for an understanding of musical and sociological changes that have occurred to cowboy culture and how they influence and construct reality for contemporary cowboy. It follows that the aboio, actually, is very different from that described by Mário de Andrade since he organized the folkloric research missions in 1938. The aboio has adapted to new contexts and to the changes brought by modernity and late modernity in order to ensure its survival in northeast backcountry culture. / Este trabalho é resultado de uma pesquisa sobre o canto de aboio na região do alto sertão paraibano, em especial, os municípios de Sousa, Cajazeiras, Marizópolis, São João do Rio do Peixe e municípios circunvizinhos. Foca-se nos processos adaptativos que o aboio passa para sobreviver enquanto manifestação da voz e da cultura do vaqueiro. Foram feitas entrevistas e pesquisa etnográfica com os cantadores de Aboio da região buscando uma compreensão das transformações musicais e sociológicas por que passa a cultura do vaqueiro e como as mesmas influenciam e constroem a realidade do vaqueiro contemporâneo. Concluiu-se que o aboio está muito diferente da prática descrita por Mário de Andrade desde que organizou as missões de pesquisas folclóricas em 1938, pois o aboio se adaptou aos novos contextos e às mudanças trazidas pela modernidade e modernidade tardia a fim de assegurar sua sobrevivência na cultura do sertanejo nordestino.
6

Desenhos de couro: registro e mem?ria dos desenhos no encouramento do vaqueiro sertanejo

Neiva, Suria Seixas 17 February 2017 (has links)
Submitted by Jadson Francisco de Jesus SILVA (jadson@uefs.br) on 2018-02-21T22:38:38Z No. of bitstreams: 1 NEIVASuriaSeixas_ DESENHOS_DE_COURO.pdf: 272955981 bytes, checksum: b4858840e27db87b17f281c3e9fda9f2 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-02-21T22:38:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 NEIVASuriaSeixas_ DESENHOS_DE_COURO.pdf: 272955981 bytes, checksum: b4858840e27db87b17f281c3e9fda9f2 (MD5) Previous issue date: 2017-02-17 / Coordena??o de Aperfei?oamento de Pessoal de N?vel Superior - CAPES / This dissertation presents the designs made from leather used by the brazilian northeast?s country cowboys: a type of surface design which can become a working gear but also a fashionable apparel. This tooled and carved leather has been made by generations in the sert?o and it is named here after ?desenho de couro?. The purpose of this work is to approach the manifestations of such ornamental leather technics considering their regional and historical presented aspects, or preexistences of its present form. The aesthetic and technical connections among the different expressions of the leather designs are understood through the survival dialetics of the images in the collective memory. This comes to be the art history methodology proposed by Warburg. Considering that is still possible to contact living masters of leather in activity, and to collect information regarding the technique transmission, this resource was used in order to understand the aesthetics and uses of that leather culture, which has its ancestral in the iberic-mudeyyan leatherwork. Both the documents of leather trade in the century XVIII, as well as of the history of the livestock in the Brazilian countryside corroborates with the hypotheses regarding the influence of the Iberian leather culture and its productive main points, today, in the Bahia countryside around Feira de Santana and Ipir?, as in Cariri from Pernambuco. The study of this leather design, more than a record of a Brazilian visual production, it is an living document of the national leather traditions and an outstanding element in the construction of the cowboy's identity as well as of an economic production and material culture of Brazil. / Esta disserta??o apresenta o desenho do encouramento dos vaqueiros sertanejos do nordeste: um desenho de superf?cie, de natureza indument?ria, ora laboral, ora social, que ? produzido h? gera??es nos sert?es, denominado aqui como desenho de couro. O objetivo deste trabalho ? abordar as manifesta??es desse desenho ornamental em superf?cie de couro por seus aspectos regionais, presentes, e hist?ricos, ou preexistentes. As conex?es est?ticas e t?cnicas, entre as diferentes express?es dos desenhos de couro, consideraram a dial?tica da sobreviv?ncia das imagens na mem?ria coletiva ? isto ?, a metodologia de hist?ria da arte proposta por Warburg. Foi lan?ado m?o do recurso, ainda poss?vel, de contatar mestres do couro em atividade e coletar informa??es a respeito da transmiss?o das t?cnicas, est?ticas e usos dessa cultura coureira, que tem seus ancestrais na corioplastia ?bero-mudej?r. O respaldo documental de tr?nsitos comerciais de couro no s?culo XVIII bem como da hist?ria da pecu?ria no sert?o brasileiro, corrobora com as hip?teses aventadas a respeito da influ?ncia da corioplastia ib?rica e da sua concentra??o produtiva, hoje, no sert?o baiano dos arredores de Feira de Santana e Ipir?, como no Cariri pernambucano. O estudo do desenho de couro, para al?m do registro de uma produ??o visual brasileira, ? um documento vivo da corioplastia nacional e um elemento marcante na constru??o n?o apenas da identidade do vaqueiro como da produ??o da economia e da cultura material do Brasil.
7

O O léxico do ciclo d gado de Garanhuns

Tavares, Helenita Bezerra de Carvalho 12 June 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2015-05-14T12:39:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 ArquivoTotal.pdf: 2286524 bytes, checksum: 4ae502f9ea8ffa65aa9fa97cd9ee8a1a (MD5) Previous issue date: 2013-06-12 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / Esta disertación tiene como objetivo desarrollar un glosario de palabras y expresiones presentes en el hablar del profesional del ganado. El corpus que sirvió de base era el léxico empleado por personas conectadas a trabajar con el ganado y caballo (vaqueros y los Caballeros). Basado en el socio y etnolinguística de algunos aspectos del hablar del vaquero. Para obtener los contenidos, se hizo necesario hacer una base teórica en las ciencias del léxico a través de la variación regional, social y cultural. De trabajo hasta las lexías do hablar del vaquero, a través del ciclo de ganado, se pretende ver cómo se constituyeron las unidades y los factores que extralingüísticos, sociales y culturales, a interferir y a determinar el léxico. Para justificar el corpus, hizo una estudio del histórico del ciclo ganadero en una comunidad de vaqueros situada en la región de Garanhuns, Pernambuco, donde el Nordeste llovizna . Entre las fiestas, las que se destacan son el Vaquejada y coger del ganado. En estas bromas , la rutina es cambiada. La sumisión se rompe y se impone la lógica del coraje, la celebración y la alegría. La metodología empleada fue la recopilación de datos a través de entrevistas con cuestionarios, transcripción grafemática seguido por la descripción de las formas léxicas recogidas a través de consultas a los diccionarios etimológicos de sinónimos y etimológicos. Los entrevistados ejercen directamente algunas actividades en el sector de la cultura y del ganado salvaje de Pernambuco. Los datos recogidos se organizaron por campos semánticos como: el trabajo del vaquero con ganado; la fiesta del buey; diversión del vaquero; coger el buey; vaquejada; cabalgada; aboios y melodías. Hemos llevado a cabo el trabajo de campo durante la ocurrencia del partido en algunas comunidades rurales, junto a los caballeros y vaqueros enamorados de partidos ganados cuyo objetivo era examinar el corpus para ser usado en el glosario. El universo de la investigación incluyó 270 lexias. La elección de este tema sucedió por razón de la escasez de investigaciones respecto a el vocabulario y las lexías del vaquero. Además, comprendo que la investigación trae un contenido enraizado en la vida personal, por eso, el presente trabajo propone un enfoque en la vida cultural de esta investigadora que nació, creció y vive insertada en este universo. Otro punto es que es de fundamental importancia para preservar esta colección de la cultura popular y regional. / Esta dissertação objetivou elaborar um glossário de palavras e expressões presentes na fala do profissional do gado. O corpus que serviu de base foi o léxico utilizado pelas pessoas ligadas à lida do gado e do cavalo (vaqueiros e cavaleiros). Fundamenta-se na Sócio e Etnolinguística. Buscando-se contemplar os conteúdos, tornou-se necessário fazer um embasamento teórico das ciências do léxico, passando pela variação regional social e cultural. Trabalhando-se as lexias da fala do vaqueiro, através do ciclo do gado, pretendeu-se ver como essas unidades se constituíam e que fatores extralinguísticos, sociais e culturais, interferiam e determinavam esse léxico. Para fundamentação do corpus, fez-se um levantamento histórico do ciclo do gado, em uma comunidade de vaqueiros localizada na região de Garanhuns, Pernambuco, onde o Nordeste garoa . Dentre as festas, as que ganham destaque são a vaquejada e a pega de boi. Nessas brincadeiras , o ritmo da vida cotidiana é desfeita. A submissão é quebrada impondo-se a lógica da coragem, comemoração e da alegria. A metodologia usada foi à coleta de dados por meio de entrevistas feitas por meio de questionários, transcrição grafemática seguidas de descrição das formas lexicais coletadas através de consultas a dicionários de sinônimos e etimológicos. Os entrevistados exercem diretamente alguma atividade no âmbito da cultura do gado do agreste de Pernambuco. Os dados coletados foram organizados por campos semânticos como: a lida do vaqueiro com o gado; festas do boi: divertimento do vaqueiro; pega de boi; vaquejada; cavalgada; aboios e toadas. Foi realizado trabalho de campo durante a ocorrência da festa em algumas comunidades rural, junto aos vaqueiros cavaleiros e apaixonada por festas de gado cujo objetivo foi o levantamento do corpus que seria usado no glossário. O universo da pesquisa contou com 270 lexias. A escolha do tema justifica-se em razão de existir uma escassez de pesquisas sobre o vocabulário relativo às lexias do vaqueiro. Além disso, entendendo a pesquisa como uma empreitada que se arraiga à vida pessoal, o presente trabalho propõe uma abordagem cultural presente na vida da pesquisadora que nasceu, cresceu e vive inserida neste universo. Outro ponto é que é de fundamental importância para preservação desse rico acervo da cultura regional popular.
8

O tamanco e o vaqueiro: um estudo dos elementos espetaculares da dança dos vaqueiros do Marajó, em Belém do Pará

Azevedo, Maria Ana Oliveira de 29 May 2004 (has links)
Submitted by Glauber Assunção Moreira (glauber.a.moreira@gmail.com) on 2018-08-28T16:35:32Z No. of bitstreams: 1 MONOGRAFIA MARIA ANA.doc: 3677184 bytes, checksum: bf511d46584f8cd799568ede9754f4a9 (MD5) / Approved for entry into archive by Ednaide Gondim Magalhães (ednaide@ufba.br) on 2018-08-30T13:50:03Z (GMT) No. of bitstreams: 1 MONOGRAFIA MARIA ANA.doc: 3677184 bytes, checksum: bf511d46584f8cd799568ede9754f4a9 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-08-30T13:50:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 MONOGRAFIA MARIA ANA.doc: 3677184 bytes, checksum: bf511d46584f8cd799568ede9754f4a9 (MD5) / Este trabalho teve como objetivo principal a investigação de uma dança parafolclórica, denominada de Dança dos Vaqueiros do Marajó, que é interpretada por grupos parafolclóricos da ilha do Marajó e da cidade de Belém, do Estado do Pará. Buscando realizar um estudo dos seus elementos espetaculares, investigamos a indumentária, o acessório, a música, a coreografia, o sapateado com tamanco, além do movimento do galope e do gesto de laçar o boi. Para isso, foi analisado o grupo parafolclórico Os Baioaras, o qual tem essa dança em seu repertório de shows. Na Dança dos Vaqueiros do Marajó, os dançarinos executaram movimentos que ressaltaram o gesto cotidiano do vaqueiro marajoara, transportando-nos a uma imagem do homem do campo, construída coreograficamente. Para esse estudo tivemos que incurcionar na cultura cabocla do vaqueiro marajoara, considerando que alguns de seus aspectos estiveram presentes nessa dança. Buscamos também ampliar o discurso sobre o processo de organização dos grupos parafolclóricos no Estado do Pará. Este estudo possibilitou além do registro da Dança dos Vaqueiros do Marajó, a contribuição para a ampliação de novos conhecimentos no campo das Artes Cênicas. / This is a piece of work, which the main objective was the investigation of a “parafolclórica” dance. It was called “Marajó Cowboys Dancing”. “Parafolclóricos” groups from Marajó Island and Belém City, state of Pará, perform it. As we tried to make a study of its fantastic elements we investigated their garments, clothing requisites, music, choreography, the tap dance with their clogs also the movement of the gallop and the gesture of the cow’s lacing. For that reason the “parafolclórico” group – The Baioaras – was analysed. This group has this dance in its repertory of shows. In the Marajó Cowboys Dancing, the dancers performed some movements that pointed out the gestures of the “marajoara” cowboys. Making us go back to a countryman image. This visual was formed using choreography. In order to get information we had to get into the country people culture of the “marajoara” cowboy, considering that some of their aspects were present in this dance. We tried to increase the speech about the “parafolclóricos” groups organization process in the state of Pará. This work made possible the registration of “The Marajó Cowboys Dancing” as well as the contribution for the enlargement of new knowledge in the Scenic Arts area.
9

Caracteriza??o agron?mica, molecular e fitoqu?mica de Eplingiella Harley & J.F.B. Pastore

Silva, Anderson de Carvalho 29 June 2015 (has links)
Submitted by Ricardo Cedraz Duque Moliterno (ricardo.moliterno@uefs.br) on 2016-01-26T21:56:33Z No. of bitstreams: 1 TESE_Anderson_FINAL.pdf: 3427530 bytes, checksum: 027d12f66415d71dc327e860609665fe (MD5) / Made available in DSpace on 2016-01-26T21:56:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 TESE_Anderson_FINAL.pdf: 3427530 bytes, checksum: 027d12f66415d71dc327e860609665fe (MD5) Previous issue date: 2015-06-29 / Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Cient?fico e Tecnol?gico - CNPq / Coordena??o de Aperfei?oamento de Pessoal de N?vel Superior - CAPES / Funda??o de Amparo ? Pesquisa do Estado da Bahia - FAPEB / Eplingiella fruticosa (Salzm. Ex Benth.) Harley & JFB Pastore is an aromatic species, native, occurring in six states in northeastern Brazil (Bahia, Sergipe, Pernambuco, Paraiba, Rio Grande do Norte and Cear?). Popularly known as "alecrim de vaqueiro", is commonly found in street markets of the region and used to combat pain and seizures. Reviews in mice and in vitro studies show analgesic activity, vasodilating, cardioprotetiva, anti-inflammatory and larvicidal of its essential oil and of different types of the leaves extract. Recent studies show great variability in essential oil chemical composition of E. fruticosa, related to soil and climatic conditions and different plant organs. Thus, the species has great potential for exploration both agronomic, and by pharmaceutical companies. The aim of this study was to evaluate the vegetative propagation capacity and characterize previously Eplingiella genotypes, through morphological, agronomic, phytochemicals and molecular data. In Chapter I, two experiments were conducted: the first tested the effect of three substrates and the second evaluated five concentrations of IBA and three periods of cultivation. The design was a randomized block design with four replications. We evaluated survival percentage (% S), percentage of rooted cuttings (% EE), root length (CRE), number of shoots (NBE), dry mass of leaves (MSF), root dry weight (MSR) and total dry matter (MST). In Chapter II, twelve genotypes were collected, propagated vegetatively and transplanted. Twelve months after transplantation were assessed 12 quantitative traits, eight morphological and agronomic four. In Chapter III, the total DNA was extracted, then 20 primers were tested, of which nine were selected because they have better electrophoretic profiles agarose gel (2%). The binary matrix was computed in GEOCOMPAR II. It is estimated the diversity of the genetic structure parameters and the data were subjected to Bayesian analysis, and Neighbor-joining dendrogram and principal component analysis (PCA) based on matrix of Nei distances. And in Chapter IV, samples of 100g of leaves each repetition per genotype were used in the essential oil hydrodistillation in Clevenger type apparatus for three hours, quantifying the content. The identification of the compounds and their contents was performed by GC (FID) and GC / MS data 15 and the major compounds were used in diversity analysis. They have been made to cluster analysis and canonical variables, using as dissimilarity measure the Mahalanobis distance (D2). In the first experiment of Chapter I, significant differences were found for CRE, NBE, MSF, MSR and MST, with the best performance for the commercial substrate. In the second, positive effects have been identified both the addition of AIB as the cultivation time on the CRE variables, NBE, MSF and MSR, reaching maximum increment to the estimated concentration of 1.5 g L-1, at 60 days of cultivation. In Chapter II, there was significant variation by F test (p <0.01) for the CF features, LF, CBD, CBE, LP, and MFF MSF. The genotypes formed two groups for almost all variables, by Scott-Knott test (p <005), except for LP, which formed three. The EF002 and EF003 genotypes presented the highest levels for almost all variables. There was the formation of three groups for both UPGMA and for the canonical variables (CV). The characteristics that most contributed to the formation of groups were CBE, MFF and CF. The genotypes EF002, EF003, EF005 and EF012 stood out because they have higher genetic distances. In CHAPTER III, primers produced 131 polymorphic bands. The diversity index of Nei (Ne) ranged between 0.31 and 0.39, while Shannon (I) ranged between 0.33 and 0.48. The percentage coefficient of genetic differentiation (Gst) was 0.29. In AMOVA most of the variation was within populations (69%), while among populations was 27% and 4% among species, indicating a good genetic structure. The average value of Fst was 0.175, demonstrating intermediate differentiation between populations. The structure of the Bayesian analysis method revealed three possibilities for the formation of groups (K = 2; = 6; 8 =;), however, it presented many migrants and high level of mixing individuals. The dendrogram generated by the Neighbor-Joining method confirmed the formation of two groups, with good support for major clades (100%). PCA analysis in the first two axis explained 21.06% of the total variation among populations. Finally, in Chapter IV, the genotypes were classified into four clusters: 1 - EF001 genotypes, EF006, EF007, EF008, EF010, EF011 and EF012 with E-caryophyllene and bicyclogermacrene as major; 2 - EF002 and EF003 genotypes, with the majority same as the previous group, however, percentage with average about 30% higher; 3 - EF004 and EF005 genotypes that showed a greater production of E-caryophyllene; and 4 - with EF009 genotype, forming a single group to present ?-pinene as balanced majority and percentage among the rest. This result was confirmed by canonical variables, which explained 76% of the variation. The bicyclogermacrene compounds, 1,8-cineol, ?-copaene and spathulenol represented the most important variables for analysis. / Eplingiella fruticosa (Salzm. ex Benth.) Harley & J.F.B. Pastore ? uma esp?cie arom?tica, nativa, que ocorre em seis estados do nordeste brasileiro (Bahia, Sergipe, Pernambuco, Para?ba, Rio Grande do Norte e Cear?). Popularmente conhecida como ?alecrim de vaqueiro?, ? comumente encontrada em feiras livres da regi?o e utilizada no combate a dores e convuls?es. Avalia??es em camundongos e in vitro comprovam atividades analg?sicas, vasodilatadora, cardioprotetiva, antinflamat?ria e larvicida do seu ?leo essencial e de diferentes tipos de extrato de suas folhas. Estudos recentes apontam grande variabilidade na composi??o qu?mica do ?leo essencial de E. fruticosa, relacionada ?s condi??es edafoclim?ticas e aos diferentes ?rg?os vegetais. Sendo assim, a esp?cie apresenta grande pot?ncial de explora??o tanto agron?mica, quanto por ind?strias farmac?uticas. O objetivo geral deste estudo foi avaliar a capacidade de propaga??o vegetativa e caracterizar, previamente, gen?tipos de E. fruticosa, por meio de dados morfol?gicos, agron?micos, fitoqu?micos e moleculares. No CAP?TULO I, foram conduzidos dois experimentos: o primeiro testou o efeito de tr?s substratos e o segundo avaliou cinco concentra??es de AIB e tr?s per?odos de cultivo. O delineamento foi em blocos casualizado, com quatro repeti??es. Avaliou-se percentagem de sobreviv?ncia (%S), percentagem de estacas enraizadas (%EE), comprimento da raiz (CRE), n?mero de brota??es (NBE), massa seca de folhas (MSF), massa seca de raiz (MSR) e massa seca total (MST). No CAP?TULO II, doze gen?tipos foram coletados, propagados vegetativamente e transplantados. Doze meses ap?s o transplante foram avaliadas 12 caracter?sticas quantitativas, sendo oito morfol?gicase quatro agron?micas. No CAP?TULO III, o DNA total foi extra?do, em seguida 20 iniciadores foram testados, dos quais nove foram selecionados por apresentarem melhores perfis eletrofor?ticos em gel de agarose (2%). A matriz bin?ria foi computada no GEOCOMPAR II. Estimou-se os par?metros de diversidadee a estrutura gen?tica os dados foram submetidos ? an?lise Bayesiana, al?m de dendrograma Neighbor-joining e an?lise de componentes principais (PCA) com base na matriz de dist?ncias de Nei. E no CAP?TULO IV, amostras de 100g de folhas de cada repeti??o por gen?tipo foram utilizadas na hidrodestila??o do ?leo essencial, em aparelho tipo clevenger, durante tr?s horas, quantificando-se o teor. A identifica??o dos compostos e seus teores foi realizada por CG (DIC) e CG/EM e os dados de 15 compostos majorit?rios foram utilizados nas an?lises de diversidade. Foram procedidas an?lise de agrupamento e de vari?veis can?nicas, utilizando como medida de dissimilaridade a dist?ncia generalizada de Mahalanobis (D2).No primeiro experimento do CAP?TULO I, foram verificadas diferen?as significativas para CRE, NBE, MSF, MSR e MST, com melhor desempenho para o substrato comercial. No segundo, foram identificados efeitos positivos tanto da adi??o de AIB quanto dos tempos de cultivo sobre as vari?veis CRE, NBE, MSF e MSR, atingindo incremento m?ximo com a concentra??o estimada de 1,5 g L-1, aos 60 dias de cultivo. No CAP?TULO II, houve varia??o significativa, pelo teste de F (p<0,01), para as caracter?sticas CF, LF, CBD, CBE, LP, MFF e MSF. Os gen?tipos formaram dois grupos para quase todas as vari?veis, pelo teste de Scott-Knott (p<005), exceto para LP, que formou tr?s. Os gen?tipos EF002 e EF003 apresentaram as maiores m?dias para quase todas vari?veis. Houve a forma??o de tr?s grupos, tanto para UPGMA quanto para as vari?veis can?nicas (VC). As caracter?sticas que mais contribu?ram para a forma??o dos grupos foram CBE, MFF e CF. Os gen?tipos EF002, EF003, EF005 e EF012 se destacaram por apresentarem maiores dist?ncias gen?ticas. No CAP?TULO III, os iniciadores produziram 131 bandas polim?rficas. O ?ndice de diversidade de Nei (Ne) variou entre 0,31 e 0,39, enquanto Shannon (I) variou entre 0,33 e 0,48. O percentual do coeficiente de diferencia??o gen?tica (Gst) foi de 0,29. Na AMOVA a maior parte da varia??o ficou dentro das popula??es (69%), enquanto entre popula??es foi de 27% e entre esp?cies de 4%, indicando uma boa estrutura??o gen?tica. O valor m?dio de Fst foi 0,175, demonstrando diferencia??o intermedi?ria entre as popula??es. As an?lises de estrutura pelo m?todo Bayesiano revelou tr?s possibilidades de forma??o de grupos (K=2;=6;=8;), no entanto, apresentou muitos indiv?duos migrantes e elevado n?vel de miscigena??o. O dendograma gerado pelo m?todo de Neighbor-Joining confirmou a forma??o de dois grupos, com boa sustenta??o para os principais clados (100%). Na an?lise de PCA os dois primeiros axis explicaram 21,06% da varia??o total entre as popula??es. Por fim, no CAP?TULO IV, os gen?tipos foram classificados em quatro clusters: 1 - gen?tipos EF001, EF006, EF007, EF008, EF010, EF011 e EF012, com E-cariofileno e biciclogermacreno como majorit?rios; 2 - gen?tipos EF002 e EF003, com os mesmos majorit?rios que o grupo anterior, no entanto, com percentuais m?dios cerca de 30% superiores; 3 - gen?tipos EF004 e EF005, que evidenciaram uma maior produ??o de E-cariofileno; e 4 - com gen?tipo EF009, formando um grupo isolado por apresentar ?-pineno como majorit?rio e percentuais equilibrados entre os demais. Esse resultado foi confirmado pelas Vari?veis Can?nicas, que explicou 76% da varia??o. Os compostos biciclogermacreno, 1,8-cineol, ?-copaeno e espatulenol representaram as vari?veis de maior import?ncia para a an?lise.
10

Diversidade química, genética e estudo do potencial formicida de óleos essenciais de Eplingiella fruticosa (Salzm. Ex Benth) Harley & J.F.B. Pastore / Chemical and genetic diversity and study of the formicidal potential of the essential oils of Eplingiella fruticosa (Salzm. ex Benth.) Harley & J.F.B. Pastore

Silva, Dennis Crystian 11 October 2017 (has links)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / Eplingiella fruticosa Salzm. ex Benth., ex Hyptis fruticosa is a shrubby plant of the family Lamiaceae, found mainly on the coast of northeastern Brazil. This study aimed to characterize the chemical and genetic properties of the essential oil of E. fruticosa native to the state of Sergipe. Native populations were collected in 11 municipalities in the state of Sergipe. The essential oils from dry leaves were collected by hydrodistillation and analyzed by GC/MSFID. The mean essential oil content ranged between 0.75 and 1.28%. The chemical and clustering analysis of the essential oils revealed two clusters, based on the higher contents of constituents. The first cluster consisted of 15 plants and had bicyclogermacrene (6.29- 16.24%), spathulenol (7.59-15.23%), β-caryophyllene (5.77-12.97 %), and caryophyllene oxide (5.00-11.90%) as major constituents. The second cluster consisted of seven plants and had 1,8-cineol (8.96-15.51%), α-pinene (5.46-13.77%), and camphor (4,08-11.40%) as major constituents. The analysis of genetic diversity by ISSR comprised samples of 100 plants and used eight primers. Results of the clustering analysis by the Neighbor-Joining method formed three clusters: Cluster I, consisting of 50 plants, mainly from the municipalities of Areia Branca, Estância, Japaratuba, Moita Bonita, Pirambu, and Salgado; Cluster II, formed by 21 plants, nine representatives of the municipality of Itaporanga D'Ajuda and 13 representatives of other municipalities; Group III, made up of 29 plants, mainly from the municipalities of Malhada dos Bois and São Cristóvão. The lowest genetic distance was observed between plants EPF94 and EPF96 (0.250), and the highest genetic distance was observed between plants EPF50 and EPF96 (0.9778). The Shannon index presented a mean value of 0.42, and diversity was considered as moderate. Heterozygosity reached a mean value of 0.267 and was considered as low. The polymorphic information content (PIC = 0.253) was considered as moderately informative. The essential oils of four E. fruticosa genotypes were toxic to workers of Acromyrmex balzani, requiring 4.54-6.78 μL.L-1 of oil to cause 50% mortality of the ants. When applied alone, camphor and 1,8-cineol were more effective than the essential oil; conversely, β-caryophyllene and caryophyllene oxide were less toxic. Treatments reduced the survival rate of A. balzani throughout the exposure time, especially the essential oils of the genotypes EPF303 and EPF1103 and their respective constituents isolated, which presented the shortest lethal times. The treatments affected the ants' behavior, confirming the repellency of the essential oils tested in this study. Results revealed the existence of chemical variability among E. fruticosa plants of the state of Sergipe and intermediate genetic diversity among plants. The essential oils and the constituents isolated have the potential for the development of effective products to control leaf-cutting ants. / Eplingiella fruticosa Salzm. ex Benth., ex Hyptis fruticosa, é uma planta arbustiva da família Lamiaceae, encontrada principalmente na costa do nordeste brasileiro. Objetivou-se com o presente estudo realizar a caracterização química, genética e avaliar o potencial formicida do óleo essencial de plantas nativas de E. fruticosa do Estado de Sergipe. Foram realizadas coletas de populações nativas em 11 municípios do Estado de Sergipe. Os óleos essenciais foram obtidos de folhas secas por hidrodestilação e analisados por CG/EM-DIC. Os teores médios dos óleos essenciais variaram de 0,75 a 1,28%. Pela análise química e de agrupamento dos óleos essenciais, foi definido a formação de dois grupos, baseado nos maiores teores dos compostos. O primeiro grupo foi constituído por 15 plantas e caracterizou-se pela presença de biciclogermacreno (6,29-16,24%), espatulenol (7,59-15,23%), β-cariofileno (5,77-12,97%) e óxido de cariofileno (5,00-11,90%) como compostos majoritários. O segundo grupo foi constituído por sete plantas e caracterizado pela presença majoritária dos compostos, 1,8- cineol (8,96-15,51%), α-pineno (5,46-13,77%) e cânfora (4,08-11,40%). Para análise da diversidade genética por ISSR, amostras de 100 plantas foram analisadas utilizando oito primers. Os resultados da análise de agrupamento obtidos utilizando o método Neighbor Joining distribuíram os indivíduos em três grupos: o grupo I foi constituído por 50 plantas provenientes principalmente dos municípios de Areia Branca, Estância, Japaratuba, Moita Bonita, Pirambu e Salgado; o grupo II foi formado por 21 plantas, sendo nove representantes do município de Itaporanga D’Ajuda e 13 representantes de outros municípios; o grupo III foi formado por 29 plantas, sendo representado principalmente pelos municípios de Malhada dos Bois e São Cristóvão. A menor distância genética existente ocorreu entre as plantas EPF94 e EPF96 (0,250) e a maior ocorreu entre as plantas EPF50 e EPF96 (0,9778). O índice de Shannon apresentou um valor médio de 0,42 e a diversidade foi considerada moderada. A heterozigosidade atingiu um valor médio de 0,267 e foi considerada baixa. O conteúdo de informação polimórfica (PIC=0,253) é considerado moderadamente informativo. Os óleos essenciais de quatro genótipos de E. fruticosa mostraram-se tóxicos a operárias de Acromyrmex balzani e foram necessários 4,54-6,78 μL.L-1 de óleo para causar 50% de mortalidade nas formigas. Quando aplicados isoladamente, cânfora e 1,8-cineol foram mais potentes que os óleos essenciais, enquanto β-cariofileno e óxido de cariofileno foram menos tóxicos. Os tratamentos reduziram a sobrevivência de A. balzani ao longo do tempo de exposição, com destaque para os óleos essenciais dos genótipos EPF303 e EPF1103, assim como os respectivos constituintes isolados, que apresentaram os menores tempos letais. O comportamento de caminhamento das formigas foi alterado em função da aplicação dos tratamentos e verificou-se que os óleos essenciais testados são repelentes. Os resultados indicam que há variabilidade química entre as plantas de E. fruticosa do Estado de Sergipe, a diversidade genética das plantas foi intermediária e que os óleos essenciais e os constituintes isolados apresentam potencial para o desenvolvimento de produtos eficazes no controle de formigas cortadeiras. / São Cristóvão, SE

Page generated in 0.897 seconds