• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 7
  • Tagged with
  • 7
  • 7
  • 7
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

[en] GOVERNMENTALITY AND INTERNATIONAL DEVELOPMENT: A CASE STUDY OF THE 1962 NORTHEAST AGREEMENT / [pt] A GOVERNAMENTALIDADE E O DESENVOLVIMENTO INTERNACIONAL: UM ESTUDO DE CASO DO ACORDO DO NORDESTE DE 1962

IGOR ANDRADE VIDAL BARBOSA 16 May 2011 (has links)
[pt] A presente dissertação parte dos estudos de Michel Foucault acerca da governamentalidade com o intuito de compreender a temática do desenvolvimento internacional e, mais especificamente, o Acordo do Nordeste firmado em 1962 entre os Estados Unidos e o Brasil. Tal acordo surge da convergência de dois projetos distintos de desenvolvimento: a Operação Nordeste e a Aliança para o Progresso. Os anos iniciais do Acordo, contudo, foram marcados por uma série de divergências entre seus órgãos executores, quais sejam, a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE) e a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID). Tendo em vista a noção de que o desenvolvimento é um dispositivo de saber- poder que rearticula a maneira de se pensar sobre os limites temporais da Modernidade, situando a diferença entre sujeitos autônomos (civilizados) e não-autônomos (bárbaros) no contexto das normalidades e anormalidades que caracterizam uma população, adota-se como hipótese a idéia de que as discordâncias entre a SUDENE e a USAID representavam uma disputa política em torno da delimitação das categorias que definem os casos normais e anormais de desenvolvimento. Nesse sentido, trata-se também de uma disputa acerca dos próprios limites da Modernidade. Para indicar os principais pontos que compunham essa disputa, fez-se necessária a análise e a comparação das diferentes teorias que balizavam a Operação Nordeste e a Aliança para Progresso. / [en] This dissertation uses Michel Foucault s study of governmentality with the purpose of understanding the issue of international development and, more specifically, the Northeast Agreement that was signed in 1962 between the United Stated and Brazil. This agreement results from the convergence of two distinct development projects: Operation Northeast and the Alliance for Progress. The initial years of the Agreement, however, were characterized by a number of disagreements between the two agencies that were responsible for its implementation, the Superintendency for the Development of the Northeast (SUDENE) and the United States Agency for International Development (USAID). Considering the notion that development is a dispositif of power and knowledge that refashions the way we think about the temporal limits of Modernity by placing the difference between autonomous (civilized) and dependent (barbarian) subjects in the context of the normalities and abnormalities that characterize any population, we assume the hypothesis that the discord between SUDENE and USAID represented a political dispute regarding the delimitation of categories that define the normal and abnormal cases of development. In this sense, it is also a dispute regarding the temporal limits of Modernity. The analysis and comparison of the different theories that guided Operation Northeast and the Alliance for Progress was necessary to indicate the main points of this dispute.
2

[en] FOUCAULT IN THE HISTORY OF SEXUALITY: ASPECTS OF AN UNFINISHED WORK / [pt] FOUCAULT NA HISTÓRIA DA SEXUALIDADE: ASPECTOS DE UM TRABALHO INACABADO

ANA PAULA DE ALMEIDA MUNIZ 14 January 2010 (has links)
[pt] Esta dissertação tem por objetivo traçar um percurso em torno da História da Sexualidade de Michel Foucault. Partindo de uma contextualização deste empreendimento no todo do projeto de Foucault, a dissertação destaca seu inacabamento: a morte de Foucault deixa como legado à filosofia o caráter urgente das questões que levanta em torno de três noções fundamentais, que caracterizam o que se convencionou chamar de período da ética. Subjetividade, sexualidade e natureza humana aparecem então como chaves para compreender a significação da História da Sexualidade no panorama da filosofia contemporânea. / [en] This dissertation aims to follow a path along Michel Foucault s History of Sexuality. By placing this undertaking within the context of Foucalt s project as a whole, the dissertation emphasizes its unfinished character: Foucault s death leaves a legacy to philosophy by revealing the urgent character of three basic notions, which form what is conventionally called the Ethics Period. Subejctivity, sexualilty and human nature are instrumental keys to the understanding of the History of Sexuality within the context of contemporary philosophy.
3

[en] THE CRITIQUE OF THE SUBJECT IN MICHEL FOUCAULTNULLS ARCHAELOGY / [pt] A CRÍTICA DO SUJEITO NA ARQUEOLOGIA DE MICHEL FOUCAULT

FABIANE MARQUES DE CARVALHO SOUZA 17 March 2004 (has links)
[pt] A crítica do sujeito na arqueologia de Michel Foucault tem, como foco principal, a investigação da emergência histórica das ciências humanas e a teorização da história arqueológica realizadas por Foucault respectivamente em Les mots et les choses e em Larchéologie du savoir. Essa dissertação procura desenvolver uma leitura sistemática da crítica que o filósofo francês faz à noção de sujeito no período em que concentra seus esforços na realização de uma história filosófica denominada arqueológica. Para tanto, foi necessário, primeiramente, além de reunir elementos da crítica empreendida por Foucault ao humanismo presente na filosofia moderna, explicar em que consiste o método histórico-filosófico denominado arqueológico, para, em seguida, tematizar a tentativa de uma, por assim dizer, desconstrução crítica da filosofia do sujeito moderno, tal como realizada por Foucault nas obras analisadas ao longo dessa pesquisa. / [en] The criticism of subject in Michel Foucaults archaeology, specially as shown in Les mots et les choses and L archéologie du savoir, has its focus on the investigation into the historical emergency of human sciences and the theoretical attempt to elaborate what the french philosopher calls an archeological history. This work intends to develop a systematic reading on Foucaults criticism of the notion of subject in the period in which the achievement of a new philosophical history an archeological history is his main concern. Considering this, we must not only put togheter the essential points of Foucaults criticism towards modern philosophical humanism, but also explain the foundations of his archeological method. The next step is an attempt to analize what could be called the critical deconstruction of the modern subject-philosophy achieved by Foucault in the works above.
4

[en] CONTROL IN THE NAME OF PROTECTION: CRITICAL ANALYSES OF DISCOURSES ABOUT INTERNATIONAL TRAFFICKING OF PERSONS / [pt] CONTROLE EM NOME DA PROTEÇÃO: ANÁLISE CRÍTICA DOS DISCURSOS SOBRE O TRÁFICO INTERNACIONAL DE PESSOAS

CAROLINE AUSSERER 25 July 2007 (has links)
[pt] Este trabalho analisa o funcionamento, as ambigüidades e as implicações políticas dos discursos mais correntes contemporâneos sobre o tráfico internacional de pessoas. Neste sentido, são escolhidos três exemplos de interpretação da questão: o tráfico como problema de crime organizado; o tráfico como problema moral; e o tráfico como problema de migração. Baseando-se em conceitos de Michel Foucault, o enfoque do trabalho está na inter-relação entre o estabelecimento de regimes de verdade por meio de discursos, e a produtividade destes, ou seja, dependendo da definição da questão, distintas formas de solucionar o assunto são reivindicadas. O trabalho adverte que os discursos analisados, embora se apresentem em nome da proteção das vítimas do tráfico, na verdade, são utilizados para justificar a instalação de mecanismos de controle no sentido foucaultiano. Assim, a pesquisa visa a desconstruir estes discursos para, deste modo, problematizar as práticas políticas atuais que se baseiam prevalentemente neles, e para possibilitar uma compreensão mais diferenciada do assunto complexo de tráfico humano. / [en] The present thesis analyses the working, the ambiguity and the political implications of contemporary discourses about trafficking in persons. Three examples were chosen to illustrate the most common interpretation of the issue: trafficking as a problem of organized crime, as a moral concern and as a question of migration. Based on concepts of Michel Foucault, the main focus of the investigation is the interplay between the establishment of regimes of truth by the discourses and their productivity. Depending on the definition of the issue there are different ways that claim to resolve the question. The work challenges the common understanding of strategies against trafficking developed in the name of protection of the victim and furthermore elaborates that these discourses are used to install mechanisms of control in Foucault´s sense. Thus, the investigation aims at deconstructing these discourses in order to highlight the problems of current anti-trafficking policies and therefore enables a more differentiated understanding of the complex topic of human trafficking.
5

[en] PROBLEMATIZING THE CONCEPT OF POWER IN FOUCAULT AND ITS CONSEQUENCES FOR THINKING THE POLITICAL IN INTERNATIONAL RELATIONS THEORY / [pt] PROBLEMATIZANDO O CONCEITO DE PODER EM FOUCAULT E SUAS CONSEQÜÊNCIAS PARA PENSAR O POLÍTICO NA TEORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

CHRISTIANA LAMAZIERE 22 May 2009 (has links)
[pt] Esta dissertação objetiva problematizar o conceito de poder presente na filosofia de Michel Foucault a fim de mostrar as suas conseqüências para se pensar o político na Teoria de Relações Internacionais (RI). Busca, desse modo, aprofundar o diálogo com as vertentes críticas que contestam os pressupostos do realismo desde a década de 80. Mesmo se tais perspectivas já obtiveram certa visibilidade na área de Teoria das Relações Internacionais, as teorias que seguem o pós-estruturalismo continuam confinadas às margens do pensamento de RI. A presente dissertação busca, portanto, explorar o conceito chave do pensamento de Foucault, o poder, para expor tanto os pressupostos quanto as implicações de sua utilização para se pensar a política global. Por meio da análise do modo com que Foucault trabalha o conceito de poder, conclui-se que o filósofo apaga, em grande medida, as fronteiras normativas entre os conceitos de poder e violência. Como conseqüência dessa indiferenciação conceitual, Foucault concebe o fenômeno político como campo de forças, como acontecimento estratégico ou como a continuação da guerra por outros meios. Pretende-se, por meio deste trabalho, pensar acerca da desejabilidade normativa de tal concepção política e de sua capacidade de prover um modelo capaz de constituir alternativa ao realismo em RI. A dissertação contrapõe, finalmente, a visão do político de Foucault a visões que outras perspectivas críticas, como aquelas inspiradas pelos trabalhos da Escola de Frankfurt, oferecem para se pensar um novo paradigma teórico e prático para a política global. / [en] This dissertation problematizes the concept of power present in Michel Foucault`s philosophy in order to show its consequences for thinking the political in International Relations (IR) Theory. It seeks to deepen the dialogue with the critical perspectives that question the assumptions of realism since the 1980s. Even if such critical perspectives have already obtained some visibility in International Relations Theory, poststructuralist theories remain confined to the margins of IR thought. This dissertation seeks, consequently, to explore the key concept of Foucault`s thought, power, in order to reveal its assumptions as well as its implications for thinking abou global politics. By means of the analysis of the way Foucault constructs his concept of power, we arrive at the conclusion that the philosopher erases the normative borders between the concepts of power and violence. As a consequence of his conceptual indifferentiation, Foucault conceives the political phenomenon as a field of forces, as a strategic event or as a war continued by other means. This work seeks to question the normative desirability of such a conception of the political and about its capacity to provide an alternative model do realism in IR. This dissertation opposes, finally, Foucault`s vision of the political to visions that other critical perspectives, such as those inspired by the works of the Frankfurt School, offer to help us think another theoretical and practical paradigm for global politics.
6

[en] FOUCAULT AND THE PENAL ABOLITIONISM / [pt] FOUCAULT E O ABOLICIONISMO PENAL

CLECIO JOSE MORANDI DE ASSIS LEMOS 16 October 2019 (has links)
[pt] A presente pesquisa tem como objetivo demonstrar a viabilidade da abolição da justiça penal moderna e traçar indicativos para a construção de uma nova justiça para lidar com conflitos graves. Toma como base a leitura de Michel Foucault sobre a modernidade, aplica este método sobre a Criminologia como forma de viabilizar uma nova compreensão da realidade punitiva no ocidente. Ao fim, realiza uma proposta política em duas esferas, para reduzir o exercício da justiça penal e para iniciar a elaboração de uma nova seara jurídica que seja baseada em mediações, foco na vítima e decisões reparatórias. / [en] The present research aims to demonstrate the feasibility of abolishing modern criminal justice and to draw indicatives for a new justice to deal with severe conflicts. Based on Michel Foucault s reading on modernity, it applies this method on Criminology as a way to enable a new understanding of punitive reality in the West. Finally, it makes a political proposal in two areas, to reduce the range of criminal justice and to start the elaboration of a new legal arena based on mediation, focus on the victim and reparatory decisions.
7

[en] THE GOVERNMENT OF CROWDS: POPULATION AND POWER IN MICHEL FOUCAULT / [pt] O GOVERNO DAS MULTIDÕES: POPULAÇÃO E PODER EM MICHEL FOUCAULT

EDUARDO SEIXAS MIGOWSKI 21 September 2016 (has links)
[pt] Esta monografia tem, como objetivo geral, perceber a articulação entre as relações de poder e a população ao longo de diferentes períodos. Partindo de alguns conceitos clássicos, desenvolvidos pelo filósofo Francês Michel Foucault, como poder de soberania e disciplinar, bem como a noção de sociedade de controle trabalhada por Gilles Deleuze, será feita uma análise dos mecanismos que levam à passagem de uma tecnologia de poder a outra ao longo de diferentes momentos do processo histórico. / [en] This monograph has as main objective to understand the relationship between power relations and the population over different periods. Starting with some classic concepts developed by French philosopher Michel Foucault, as sovereign and disciplinary power, and the notion of control society of control by Gilles Deleuze, is an analysis of the mechanisms that lead to the passage of power from one technology to another over different times of the historical process.

Page generated in 0.0577 seconds